segunda-feira, 31 de maio de 2010

FUCKING MONDAY

Uma noite de segunda confusa. Cansada.
A cabeça a mil.
Mil decisões a tomar.
Desejos a serem satisfeitos.

Medo do mundo.
Medo de mim mesma.
Alguém me diz qual é o certo a fazer.
Alguém me pega pela mão e me leva.

Essa é a música.
Nessa versão.



Sweet dreams are made of this.
Who am I to disagree?
Travel the world and the seven seas.
Everybody's looking for something.
(Chorus: Some of them want to use you.
Some of them want to get used by you.
Some of them want to abuse you.
Some of them want to be abused.)
(Repeat First Verse)
(Chorus)
I wanna use you and abuse you.
I wanna know what's inside you.
(Whispering and Moaning: Hold your head up, movin' on.
Keep your head up, movin' on.)
(Repeat Three Times)
Movin' on!
(Repeat First Verse)
(Chorus)
I'm gonna use you and abuse you.
I'm gonna know what's inside.
Gonna use you and abuse you.
I'm gonna know what's inside you.


(Sonhos doces são feitos disso
Quem sou eu para discordar?
Eu viajo pelo mundo e pelos sete mares
Todo mundo está procurando alguma coisa 
Alguns deles querem te usar
Alguns deles querem ser usados por você
Alguns deles querem abusar de você
Alguns deles querem ser abusados


Eu quero usar e abusar de você
Eu quero saber o que há dentro
De você, prosseguindo

Eu vou usar e abusar de você
Vou saber o que há dentro de você
Eu vou usar e abusar de você
Vou saber o que há dentro de você)
 

POR UMA VIDA MAIS SIMPLES


("Ficar na cama cama gritando "Oh, Deus!" não constitui ir à igreja")

Não seria ótimo se a maior parte dos fanáticos religiosos passasse mais tempo de joelhos, mas sem uma bíblia na mão?!
Ou de quatro, ou deitado... rsrsrs

Aliás, seria muito mais fácil pra todo mundo se as pessoas fizessem mais sexo, e aporrinhassem menos.

CENAS LINDAS DE UM FASHION RIO QUE MAL ACOMPANHEI...


... Daniella Sarayba desfilando a barriga de 5 meses.

Depois vai ter post sobre o Fashion Rio. Mas a verdade é que dessa vez quase nem acompanhei.
O trabalho acaba com o meu glamour, rsrs.

COUGAR?!


Daí que ontem à noite eu surtei que não podia ir trabalhar hoje sem estar de unha feita. E me pirulitei pro salão às 8 da noite (facilidades do lugar onde moro. Qualquer dia vai ter salão 24hrs pras loucas como eu).

Aproveitei uma das raras chances que tenho de ler Caras (eu não compro, e só me permito ler em salão e em dentista).

Daí me deparo com a foto da Danielle Winits com o novo namorado, um tal de Jonatas Faro. E o moleque tem 22 anos. E ela 36.


Bom, nem vou entrar no mérito dela ter se separado do Cássio Reis, que é um bofão. Afinal, isso não quer dizer nada, e nem faz casamento funcionar.

O que me chamou atenção foi a mega cara de baby do moleque.
Ela parece a... MÃE dele. Ok, vá lá, a mãe não, mas a tiazona...
O cara fazia Malhação, pelamor!

Sei que essa vibe "Cougar" (AKA papa-anjo) anda mega na moda, e nem é novidade (vide Demi Moore), mas eu ainda fico meio espantada.

Não que tenha nada contra babies. Pelo contrário. Mas ainda rola uma resistência à ideia, da minha parte.

Na verdade, minha opinião é um paradoxo - gosto de homens-homens, com cara-pose de macho, dominantes e tals, mas.... não sou lá muito chegadas a caras mais velhos. Acho que homem véio é cheio de mania! Cheio de ranço.

Os pirralhos são tudo de bom - te acham o máximo, são divertidos...
Mas aí esbarra num outro paradoxo - já é difícil envelhecer com um homem da mesma idade que a tua, pois ele sempre parece mais novo e envelhece melhor. Que fará com um obviamente bem mais novo!

Então, não sei o que achar.

Você namoraria um cara beeem mais novo? Tipos, 10 anos mais novo?
Na boa? Acho que não tenho nenhuma amiga que namora um cara bem mais novo...

Será que ser cougar é o novo black?!

PS:  os posts de hoje são programados, então se o seu comment demorar a aparecer, não se preocupe. É que eu não sei que horas vou conseguir aprovar tudo, ok? Mas não deixe de comentar por causa disso! Beijas

domingo, 30 de maio de 2010

PENSAMENTO DE DOMINGO (ATRASADO!)


Seja uma amiga politicamente correta: RECICLE EX NAMORADOS! (not!! rsrs)

Aquele ex-namorado meloso pode servir praquela sua amiga mala!
Aquele seu ex cafajeste pode casar bem com aquela sua amiga piranha!
O ex, que teima em usar camisa aberta aparecendo os cabelos do peito, pode ser o par perfeito pra amiga quebrete, que sai de shortinho curto e salto de acrílico!

E, se tudo falhar, você pode se vingar de uma amiga da onça apresentando-a praquele ex namorado do pau pequeno ;)

Bom comecinho de semana.


Fonte imagem: É un mondo difficile.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

MULHERES DESCONTROLADAS


Essa semana rolou um momento mulherzinha total.
"Compro, logo existo", rsrs.

Eu e a comadre Déia fomos juntas resolver umas coisas na rua (comprar material de construção e outros bláblás), e acabamos no éden, quer dizer, no shopping. rsrsr

Depois de um almoço delícia no Applebee's, no qual a fofoca boa rolou solta, fomos bater perna. E a "bateção" de pernas virou uma orgia de compras.
Até nem compramos muuuito não, mas experimentamos UM MILHÃO de coisas. hahaha
Desde sapatos até bolsas, acessórios, roupas...

Foi muuuito divertido! Passar a tarde encaroçando geral nas lojas! :)
E eu comprei várias coisinhas que estavam na minha lista de inverno há tempos:


Comprei o short jeans que eu tanto queria! Short pra mim é um eterno problema, que nem calça -  o que fica largo na cintura, aperta no quadril. E eu tenho que ter o maior cuidado pra não ficar agarrado, e ficar aquela coisa vulgar "popozuda do funk"!

Queria um que fosse bem folgadinho, mas com caimento.



Ele vai ser ótimo agora no inverno, com produções com meia calça colorida ;)


Comprei minha camisa xadrez, pra  brincar de neo-grunge. Vou usá-la aberta sobre camiseta branca e calça/short jeans; com pulover liso por cima, só com as lapelas aparecendo, e até fazendo camadas com camiseta e jaqueta.

Uma coisa bem "lenhadora" mesmo. Mas vou acompanhar com acessórios rocker, pra dar um ar irreverente.



E comprei uma bolsinha de tweed rosa (pastel), com alça de metal (parecida com a da foto, mas de outra cor).
Bem invernal, bem Londres

Comprei também um vestido folgado, chumbo-mescla, com golão, liindo! Também mega inverno.

Agora na minha lista faltam:

- camisetas brancas (tenho de comprar de tempos em tempos, pois ficam logo com cara de gastas)
- uma meia calça uva, daquela bem grossa
- sutiens
- calcinhas (enjoei da minha lingerie, e quero tudo novo! rsrs)

Ai, eu adoro fazer listas do que quero comprar. Piro de fazer lista, rsrs
Olha a maluquice!

ELES NÃO APRENDEM...


Hoje cedo.
Eu tinha outra reunião na cidade, e resolvi esperar uma carona do B.
Quando estávamos prontos pra sair, eu dei aquela parada cheia de intenção na frente dele, cuja finalidade é ele me elogiar, falar se a roupa tá boa e tals.

O bom de quase 14 anos de relacionamento é que ele já sabe; essa avaliação já é praxe e eu nem preciso perguntar.
Só que.
Tem coisas que nem com quase 14 anos de relacionamento eles aprendem.

- Tá linda... bem "setentinha".
- SETENTINHA? Como assim "setentinha"? O que tem de setentinha na minha roupa?
- Ah, sei lá... tá parecendo meio anos 70...
- Cara, tou de calça e sapatilha... que diabos tem de 70 na minha roupa???
- Bom (começando a ficar tenso), a calça é meio boca de sino, meio larga embaixo, sabe, e com a camisa  social solta por cima parece...
- CALÇA BOCA DE SINO??? Essa calça é RETA. Ela não tem nada de boca de sino. E a camisa social é porque vou numa reunião de trabalho. Não é bata nem nada.
- O que eu quis dizer (visivelmente nervoso), é que tá parecendo uma daquelas meninas daquele programa "That 70's show" - as bonitas! A morena bonita!
- Humpf!

Silêncio de alguns minutos. A gente já na porta pra sair.
- Acho que vou trocar de roupa.
- Não! (ele começando um pânico). Tá bonitinha!
- BONITINHA?????? Bonitinha é feia arrumadinha!!!
- Ai...
- A reunião é importante - você quer que eu vá feia???
- Não tá feia! Tá LINDA!
- Mas você disse que estava setentinha. Que raios isso significa? Eu pensei um tempão nessa roupa e você vem com essa! Estava me sentindo ótima, agora tou insegura!
(ele suspirando) - Eu não aprendo.

Na boa?
Restrinjam-se a GOSTEI  e NÃO GOSTEI.
Se for dar palpite, vai sair merda. Conformem-se - VOCÊS NÃO ENTENDEM.
Se for pra elogiar, pode falar que está gostosa, linda, uma graça, um tesão, maravilhosa. Ok.
Bonitinha não!
Ou diga que não gostou e cale a boca. Ou ainda seja bem objetivo - não gosto de você nessa calça, pois ela te engorda. Ponto.

Mas nunca, NUNCA na hora de sair de casa!!!! 
(pelo menos 15 minutos antes, senão periga você estragar a saída ou o dia, rsrs)

WHICH ONE?


Morango ou cereja?
Cinema ou teatro?
Ir ou ficar?

Daí a sua vida está razoavelmente (mediocremente razoavelmente) controlada, e aparece um impasse.
Só que não é um impasse ruim. Esses são fáceis de decidir.

É a escolha entre dois caminhos.
Ambos tem prós e contras.
E de certa forma, ambos se esquivalem - é só uma questão de escolher o que é mais importante pra você.

Segurança ou possibilidades?
Certeza ou qualidade de vida?

Difícil escolher, porque voltar atrás depois vai ser mais difícil.
E perder a boa oportunidade pode ser dar um tiro no pé.

Mas o medo de escolher é grande.

Sabe o que eu acho?
Piscianos deveriam ser proibidos de ter de tomar decisões, rsrs.
Vou alí dar uma mini surtada e já volto.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

ALGUÉM EXPLICA??


... por que o nome do sanduíche é QUARTERÃO,  se a palavra certa é QUARTEIRÃO???

Super tem uma explicação lógica, né?
(só eu não sei qual é!)

SER MÃE DE PRÉ-PRÉ-ADOLESCENTE...

Ser mãe de uma menina de 10 anos (que acha que tem PELO MENOS 14), faz a gente conhecer as coisas mais inusitadas.
Atores, cantores, programas... High School Musical, Camp Rock, Demi Lovato, Jonas Brothers...

Pois é. Sempre achei esses Jonas uns pastéis. Tudo bem que são adolescentes, mas aquele negócio de anel de virtude, de virgindade.. sei lá. Bom, pelo menos são um exemplo melhor que a Miley Cyrus, posando de calcinha na web aos 15... deixa pra lá.

MAAAAS... achei esse vídeo mega engraçado.
Não tem como não simpatizar com um garoto que tem a cara de pau e a pachorra de pagar mico no Youtube!
Fugiu da imagem de galãzinho legal. E diminuiu minha implicância com ele :)

Pode rir!

OOPSY DAISY!


Nota mental: sempre-sempre-sempre colocar calcinhas novas quando for de vestido ao centro da cidade!

A pessoa não tá acostumada a andar na rua, né?
Daí passa serelepe, com vestido esvoaçante, em cima de um daqueles respiradouros na rua.
E o que acontece?
A saia sobe tanto que bate no seu rosto, e roça no seu cabelo atrás.
E paga calcinha BONITO no meio da Rio Branco.

Ainda bem que por inspiração divina, hoje eu estava usando uma nova.
Preta.
Bem bonita, rsrs.
Quem viu, viu.
Quem não viu....;)

PS: é muito cansativo andar na cidade pra mim - eu não pego aqueles papeizinhos que as pessoas tentam entregar, mas minha educação me impede de simplesmente ignorar as mãos estendidas.
Eu digo "não, obrigada".
Só que depois de andar um quarteirão, eu já estou exausta!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

VIOLÊNCIA


Papo sério.
O assunto é meio tabu, as pessoas não gostam de falar sobre.

Aconteceu a coisa mais bizarra. E eu dei um furo imenso.
A campainha tocou, e era uma das couriers aqui do condo que vinha trazer minha encomenda. Eu a conheço há tempos, e puxei um papinho enquanto assinava a entrega.

Nisso reparei que ela estava com um tremendo ROXÃO no rosto, assim na altura do osso do malar (é assim que chama? Bem abaixo do olho, mas não como olheira).
E a besta aqui, muito despreocupadamente e rindo manda: caiu da escada?!

A menina ficou meio sem jeito, olhou pra baixo, deu uma engasgada e respondeu - "não, foi meu namorado que me deu um soco".
Eu, muda estava, muda fiquei.
E ela completou: "Ex namorado, né? A gente separou".

Eu engasguei uma resposta, totalmente sem graça, sem saber como agir, sem intimidade com a pessoa pra esboçar nenhuma reação. Como ela continuou na minha frente, e não fez menção de ir embora, o meu lado prático não pensou em nada mais brilhante do que perguntar: e você denunciou ele?

E ela começou a explicar que não, que ele às vezes perdia a cabeça, e que era melhor assim, que não era a primeira vez e - na boa? Eu nem queria ouvir a resposta! Eu queira que ela sumisse da minha frente, confesso!
Coitada, não por ela - simplesmente por estar completamente desconfortável com a situação.

Acabou que ela foi embora, e eu fiquei com o maior gosto de merda na boca, sabe como é?!

Eu não lido NADA BEM com esse tipo de situação. Não mesmo.
Fico extremamente nervosa com qualquer tipo de violência contra mulher.
Até assistindo filme, quando tem alguma cena mais forte de estupro, ou de mulher tomando porrada, eu fico logo enjoada e tensa.
Me tremo toda até com grito (não suporto). O B nunca, nunca grita perto de mim, não importa o quão puto esteja!
Na época em que eu lutava Full Contact, o professor sempre fazia par comigo, porque ele controlava melhor os golpes e sabia que eu não lidava bem se algum escapasse.

Em relação à menina aqui do condo, me fez pensar o seguinte:
a gente faz essas brincadeirinhas de curtir tomar tapinha na cama e tals, puxão de cabelo, legal, mas uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa!

Infelizmente esse tipo de coisa (não as brincadeiras sexuais, as coisas sérias) acontecem COM UM MONTE DE GENTE. E se engana quem pensa que é só com gente sem instrução, mais humilde, ou pouco esclarecida.
Não é.

Eu trabalhei com uma menina há séculos, que contou com a maior naturalidade que um namorado tinha estuprado ela (!). Que ela era virgem, eles namoravam há um tempão e acabaram num motel; mas na hora H, como ela era muito novinha, ficou nervosa e acabou desistindo. Pediu pra ir embora.
E ele estuprou ela. Assim, sem mais.
Botou até o travesseiro na cara dela pra ela parar de gritar, e ela achou que fosse morrer sufocada!

E essa menina era inteligente! Estava na faculdade! Tinha uma boa criação. Não era nenhuma tonta (e se alguém entrar aqui pra dizer que ele tinha razão, que ela já estava no motel mesmo, e que a culpa é dela, VAI TOMAR NO CÚ! Não é não e foda-se!)

Sei de casais em que o cara é violento com a mulher, não necessariamente sai na porrada, mas dá tapas com força, belisca, MORDE, empurra, chuta, e outras coisas, e a mulher não deixa o cara.
Ou demora um tempão pra deixar.

Essas mulheres são umas bestas? Umas idiotas sem amor próprio?
Não, não são.
Algumas amam muito, sabe? E nem sempre esse monstro de agora é o cara pelo qual elas se apaixonaram.
Ou são inexperientes, e não sabem o que é abuso.  Não sabem que tal e tal coisas são agressões. Acham que o cara tem um "mau temperamento".
Ou acham que mereceram, de alguma forma.
Outras não apanharam, mas foram violentadas pelo próprio parceiro, e não sabem que isso é estupro, pois são casadas com o cara (as mulheres sempre acham que estupro é com cara desconhecido. E não é).
Algumas tem vergonha e escondem o fato.
Se sentem sujas. Como se fosse culpa delas mesmo.

Algumas simplesmente dependem do cara, ou tem famílias que não querem dissolver.
Algumas acham que foi SÓ UMA VEZ, que ele se arrependeu. Pediu desculpas.
Outras apanhavam do pai, ou de irmãos e acham que isso é normal.
Essa história de "mulher de malandro", de ficar de sem vergonhice e no fundo gostar de ser vítima, nem sempre procede, viu?
Não dá pra julgar, sabe? Não devemos.

Só ajudar, tentar entender, não culpar aquela que deixou acontecer.
E esclarecer.
Por isso esse post.
Porque pode alcançar alguém que nem sabe que é vítima de abuso.

SÓ UMA VEZ não existe - quem bate uma, vai bater de novo. É uma falha de caráter irreparável.
Te xingar ou agredir verbalmente também é abuso.
Te beliscar (a sério, pra doer, na raiva) é abuso.
Te socar, mesmo se não for na cara, é abuso.
Te forçar a qualquer coisa sexual, mesmo se vocês tem um relacionamento de anos, é abuso. Pior, é estupro.
Te empurrar da escada/da cama/contra a porta ou parede, de propósito e com intenção de machucar, é abuso.
Arremessar algum objeto contra você, é abuso.

Se você passa por alguma dessas coisas, abra o olho - NÃO VAI MELHORAR. É melhor procurar ajuda pros dois.
Ou simplesmente FUJA dessa relação doentia, sem olhar pra trás.

E se você conhece alguém que sofre esse tipo de coisa, dê um toque. Às vezes a pessoa está tão envolvida com a situação que não percebe o que é normal e aceitável.

E se esse texto longo e denso tiver servido pra ajudar alguém, ou fazer as pessoas falarem sobre isso, já estou satisfeita.
 Fale sobre! Faça barulho! Passe adiante (não o post, a ideia).

WHO'S AFRAID OF THE BIG BAD WOLF???!!!


Cuidado!
ALCIDE VAI TE PEGAR!

Pra quem não leu a série da Sookie, um spoiler de True Blood: os lobos estão chegando!
E para fazer o papel de Alcide, o lobisomem tudibom, o ator Joe Manganiello!


Momento PELAMORDASANTA total!!!!


Segundo a HBO, o ator está treinando inclusive direto com o lobo que vai interpretar sua metade animal no seriado.


Cortaram o cabelo do moço, se não me engano deram uma engrossada nas sobrancelhas dele, e deixaram o cara com jeito mais rústico.

Mas mesmo assim....


Ouvi o seguinte comentário sobre o alfa: PRA ESSE EU DAVA ATÉ DE JOELHO NA BRITA!!

(muito boa essa de "até de joelho na brita", né??? Adoro!!)

Aff que esse blog está uma safadeza só! rsrsr

GUILTY PLEASURES



São aqueles prazeres culposos e culpados. Que você sabe que não são legais, você não pode, ou não te fazem nada bem.
São aqueles quase vergonhosos ou embaraçosos.
E aqueles aos quais você não consegue resistir.

- Pizza de banana fria, do dia anterior, de café da manhã;

- Aproveitar uma reles dor de cabeça como desculpa, tirar o day off, e passar a tarde assistindo Vampire Diaries, Dirty Dancing, Top Gun, Buffy, Gilmore Girls, ou qualquer outra coisinha beeeem água com açúcar;

- Beijar ele por horas e horas com a barba arranhando, mesmo sabendo que vai ficar empolada, arranhada e vermelha no dia seguinte;

- Deixar o relatório de lado, e ir ler revistinha da Mônica;

- Futucar com o alicate aquela pelinha no canto do dedão do pé, até sair sangue;

- Dar uma de "stalker" e passar horas fuxicando a vida de todo mundo pelas mídias sociais (Facebook, twitter... orkut não, que é cafona, rsrs);

- Assistir "Infidelidade" escondido, sozinha em casa, voltando as cenas de trepada na escada e no restaurante over and over again! (tem que ser escondido, pq ele ODEIA esse filme. Dá até divórcio assistir aqui, rsrs)

- Aproveitar quando ele viaja pra dormir com aquela calcinha já meio sem elástico, mas confortável pra caramba;

- Beijar o nariz do seu cachorro, tão macio e geladinho, mesmo sabendo que ele cheira o chão;

- Se rebelar e sair de camiseta justa sem sutiã, só pelo prazer de ver os caras virando a cabeça (pra alguém caretinha e peituda como eu, sair sem sutiã é o máximo da rebeldia, rsrs)

- Pedir o SEGUNDO mojito, mesmo sabendo que as chances de você falar merda e tentar tirar a roupa em público aumentam consideravelmente (essa sou eu, senhoras e senhores, tsc, tsc)

- Entrar na Kopenhagen, comprar uma caixa dos meus bombons favoritos de Cherry, e comer tudo sozinha, fumando o único cigarro do ano (essa coisa de único cigarro é prazer de ex-fumante. Aquele que se permite um ao ano, ou coisa assim);


- Na hora "H", dar um FODA-SE , jogar a camisinha de lado, e contar com a "tirada"
(explico: camisinha usada por casal-CASAL, e com finalidade de controle de natalidade, rsrs. Senão não seria prazer culpado, seria maluquice mesmo! DSTs não tem nada de divertido!)

- Correr pra atravessar o sinal, de salto e saia, mesmo com o risco de quebrar o pé e pagar calcinha, só pra não ter de esperar o próximo fechamento.

Lembrei desses agora... alguém aumenta a lista? ;)

terça-feira, 25 de maio de 2010

SELF INDULGENCE DA NOITE


Voltei do mercado com uma caixinha "disso".

Avelãs INTEIRAS cobertas de chocolate. O novo NUTS Talento da Garoto.
Comi tendo orgasmos múltiplos!

É... muito bom!

No começo achei que a caixinha fosse muito pequena, e não fosse dar nem pro cheiro. Mas é na medida certa. Comi TUDINHO, e ainda lambi os dedos!
Deve ficar uma COISA acompanhando café.

Aprovado por uma tarada, ops, viciada, compulsiva por chocolate ;)

PS: depois a pessoa fica invejando a Jennifer Aniston... pff! Vê se ela tem cara de que come avelã com chocolate??? Aliás, ela tem cara de que só se alimenta de "prana" há seculos...rsrs

CONVERSINHAS


Eu e Memée conversando:
- Mãe, tou querendo o álbum da copa...
- Sério, filha? Álbum da copa? Ai... não tem um outro álbum mais legal...?
- O da copa é legal!

Aí ela fez uma pausa e pensou um segundo.
- Bom, as meninas da minha escola também estão colecionando adesivo. Assim... em pasta, sabe?

Eu dei um suspiro. Não podia obrigar a criança a escolher uma coisa de menina só porque EU acho futebol um saco.
- Tá, eu compro o álbum.... mas é melhor você consultar a sua dinda pra colecionar, porque eu não saco nada de futebol...

Nisso o B entra na conversa com um sorriso gaiato, aquele que ele usa pra mexer comigo.
- É moleza, não tem mistério..... é só olhar o número atrás e colar a figurinha no número certo no álbum....

Tive de mostrar a língua pra ele, né??

***

Encontrei com a comadre Déia no mercado, e, mulher é foda, em dois segundos estávamos de "quiquiqui". Meu afilhado Rico ficou entediado com a conversa (como todo homem, rsrs), e começou a tentar pular dentro da parte dos congelados.

Aí eu viro pra ele:
- Ô, rapá! Tu vai cair em cima dos sacos de batata frita congelada!

E abracei ele pela cintura.
- Vai que alguém te confunde com uma batata??? (ele rindo)
- Humm, pensando bem, você parece uma batata... acho que vou comer um pedaço de você... (apertei ele, que saiu correndo rindo mais).

Aí ele vira pra mãe:
- A dinda é doidinha!!


É.
Eu não engano mais nem as crianças, rsrs.

MORRA JENNIFER ANISTON!


Sabe aqueles dias em que você acorda inchada?
Assim, do nada?

Então... nada como uma propaganda dessas pra chutar seu rabo pra fora da cadeira, e te fazer descer pra academia....

(e a voz que ecoa no meu cérebro diz "se chama EXERCÍCIO, Elise. Não milagre. Nem reencarnação".
Tirem as lâminas de perto dos meus pulsos!!! rsrsrs)

THE GIRLS ARE BACK IN TOWN!



Elas estão de volta!
Ontem foi a premiere de Sex and the city 2!

E as meninas estão com tudo em cima!
Não importa quantos filmes eles façam, nem o quão velhas elas fiquem, nem quão ruins os roteiros - eu sempre vou assistir!!

Espia o trailer (elas no meio do deserto? Carrie encontrando Aidan??? Seeeeexy!!)

MARCHA LENTA


Tem dias em que só pegando no tranco, viu?!
Meu reino por um Caramel Latte do California Coffee!
Só assim pra acordar feliz :)

Fiquei relendo até tarde um dos livros da Charlaine Harris. E meio que caiu uma ficha: os livros só tem sacanagem! Só putaria!
É um tal da Sookie dar pra um, dar pra outro. E dá no chuveiro, e no carro. E ora é prum cara careca de 2 metros de altura, e no outro é prum loiro cabeludo...

E todo mundo pega a mulher assim e assado... e as descrições são BEM GRÁFICAS.
Tá explicado.
Eu tenho de dar um tempo desse porno-vampirismo, pra voltar ao normal ;)

segunda-feira, 24 de maio de 2010

TOO STRONG FOR... HIM?!


Já não é a primeira vez que eu escuto a reclamação.
Nem a segunda.
Na verdade, nem lembro quantas vezes eu ouvi o mesmo discurso, de amigas diferentes.

"Estava tudo indo bem... mas ele resolveu se afastar. Disse que eu sou muito independente pra ele; que eu assustei ele"

Bom, e o que é que eu sei e posso opinar sobre estar solteira, né? Nada. Estou com a mesma pessoa há milênios. Nem saberia como me virar, se acordasse solteira hoje em dia. Provavelmente ficaria perdidinha.
Eu nunca fui muito boa nesses "joguinhos" entre homens e mulheres - e sou muito direta pra isso. Não direta de falar.
No sentido de "venha a nós o vosso reino..." e pronto, se é que vocês me entendem, rsrs.

Mas, cara, o que acontece? Tenho ouvido essa reclamação de amigas solteiras. Elas são mulheres bem resolvidas, que não precisam de nada, são fortes como o quê, se viram nos 30. Daí começam a sair com a pessoa, e ele SE ASSUSTA? Assim, tipo franguinho???
Como assim?

Por que ela é muito independente? Não precisa de nada? Por que ela é muito... forte?

Acho tudo isso mega confuso; vivo escutando dos caras que as mulheres tem de ser independentes (emocionalmente, principalmente), de grana, de atitude e tudo. Cobram isso pacas da gente. Um momento de fraqueza? De querer um ombrinho? Pff! Altamente condenável!
Aí depois vem com essa?

As frágeis donzelas em perigo são criticadas, as mulheres-maravilha também!
Qual é a desses caras??
Será que essa de ficar assustado é balela? Que quando o cara está a fim mesmo, não tem essa? Que é mais uma desculpa daquelas no estilo "ele simplesmente não está a fim de você"?
Tou achando, hein...

Bom, fazendo o advogado do diabo, vou falar o que falo pras minhas amigas. Não é sexista.
(E se for... bom, FODA-SE. Eu sou mulherzinha, sou mesmo. A diferença é que sou porque QUERO, não porque PRECISO. Sou por charminho, porque acho gostoso).

Não que ninguém tenha que mudar sua personalidade nem nada. Imagina! Cada um é de um jeito, e todos os jeitos funcionam. Mas nada como um MEIO TERMO, que tal?
Afinal, homens e mulheres, todo mundo GOSTA  de se sentir necessário pra alguma coisa em relação à pessoa que está a fim.
Eu também. Quem é que gosta de se sentir irrelevante? Que não acrescenta nada? Que não é necessário pra nada?
Então, mesmo a pessoa mais independente deve saber deixar o outro se sentir necessário (homem ou mulher!).

Custa precisar dele pra alguma coisa??? rsrs.
Deixa ele te ajudar com o pneu do carro (mesmo se você está careca de saber trocar), ou deixa ele segurar seu cabelo pra você vomitar (mesmo você preferindo ficar sozinha abraçada com a privada), ou ele dar uma opinião sobre alguma coisa que você está fazendo (mesmo quando você está acostumada a resolver sem opiniões).
Custa?

Eu lembro de um caso que aconteceu com a gente, há um milhão de anos. A gente ainda namorava. Estava viajando, e foi andar a cavalo. Eu não sou a maior fã de cavalos por motivos óbvios - eles são infinitas vezes maiores do que eu, e eu não tenho controle pleno sobre o bicho. Não é meu passatempo preferido. Prefiro motores ;)

Só que eu estava meio de mal com o B nesse dia.
Nisso, o féla da puta do equino no qual eu estava resolveu começar a brigar com o cavalo ao lado, e eu "paniquei" por uns segundos. Queria descer e meu pé ficou preso. O B, em outro cavalo, estava longe e veio vindo na minha direção. Eu não conseguia descer, mas meu orgulho me impedia de chamar por ele. E, por fim, quando eu já estava quase caindo, gritei por um amigo que estava mais perto.

Séculos depois ele veio me dizer que tinha ficado ultra chateado. Que queria ter me ajudado. Que queria sentir que eu precisava dele. Que ficou ROXO de ciúmes deu ter chamado outro.

Eu me desculpei depois, rsrs.

Então, minhas duas opiniões sobre o assunto - primeiro, babaquice essa de se assustar com mulher independente e de personalidade forte. E homem lá se assusta com mulher? Pode até não GOSTAR  desse tipo de mulher, ok. Mas mandar essa de assustar??! Coisa de franguinho...
Segundo - peeps, "Hay que endurecer, pero sin perder la ternura jamás."(Che Guevara)

Alguma mulher in the house, que tenha passado por isso?
Alguma explicação elucidativa sobre esse comportamento masculino?

MOMENTO MAMÃE CORUJA 2

Essa eu tava devendo pra dinda Dani (que não pôde ir) e pra amiga Filé (que é fã do Michael Jackson).
A criança na apresentação de dança do final do ano, da Academia de Dança Michelle Cerbino.

Pelos gritos de "lindo", quem filmou foi a esposa do professor, hehe. Tá meio desfocado, mas dá pra ver.
Ela é a pequena loirinha que começa na frente do lado esquerdo, e depois vai pra frente no lado direito. Bem do ladinho do professor.

Fala se não tem o talento "bailarino" da mãe!!!! rsrsr

domingo, 23 de maio de 2010

QUEM SÃO ESSAS PESSOAS?????


Quem me conhece sabe que eu sou uma mulher razoavelmente corajosa - não tenho medos banais, como de escuro, barata, cobra, rato, ficar sozinha, altura... (não que eu GOSTE desses bichos, nem queira eles em cima de mim, mas não tenho pavor; até mato na boa).

O que eu tenho mesmo é medo de GENTE.
Sério.
Mesmo sem ser medrosa, as pessoas, de uma forma geral, me apavoram. Escrevendo, eu sou a ELISE ALL MIGHTY, mas na vida real, qualquer grito me quebra feio. É o psicológico que eu detesto em mim, e venho trabalhando há anos e lutando contra. Até explica o fato deu sempre ter tido interesse por lutas (já contei que lutei tae kwon do e full contact por anos?? Pois é, rsrs. Me esforçando pra não me sentir a vítima).

Eu ME FORÇO a confrontar as pessoas, pois tenho uma paúra impressionante de confrontos.

Essa volta toda pra contar um caso engraçado.
As pessoas SÃO MESMO estranhas, né?? rsrs
Vira e mexe me deparo com uns tipos, não necessariamente apavorantes, mas que me fazem perguntar: céus, quem são essas pessoas??!! Da onde elas saem????

Ontem, na fila para assistir Homem de Ferro II (finalmente), e escuto a conversa mais hilária e bizarra.
Um casal, pelo visto no primeiro encontro:

(ele) - Você viu o trailer desse filme?
(ela) - Não; mas vi o primeiro filme...
(ele, curioso) - Ah, teve outro antes, é?
A menina olhou pra ele com uma cara de espantada.
(ele, continuando) - Acho que estão é fazendo outro Batman. Nossa! Já tem tantos Batmans, que o cara já deve estar até velho, né?
(ela, olhando pra ele como se ele fosse um ET) - Bom... mas, você sabe... não é O MESMO cara em todos os filmes...
(ele, genuinamente surpreso) - Não?

Nesse ponto, eu tive de dar uma meia virada pra trás, pra ver a cara da pessoa. Não, ele não parecia um ser abduzido. Não era adolescente, estava na casa dos 20 e muitos. E, sim, a menina olhava pra ele como se arrependida de ter aceitado o convite.

(ele, querendo puxar mais papo) - Tem um monte de filmes pra ver.... você já viu todos os outros em cartaz?
(ela, um pouco mais aliviada) - Não, mas vi vários... o último foi Alice; nossa, eu adorei!
(ele, distraído) - É sobre o quê?
(ela, meio chocada, aponta o cartaz do filme. Ele continua) - Ahhh, não tinha visto o cartaz... é filme de criança?
(ela nem respondeu. Ficou muda e meio emburrada. E eu morrendo de pena dela - que encontro mais infeliz!! rsrs)

(ele) - Que bonitinho.... coelhinho.... mas meio nada a ver aquele cara de cabelo vermelho, né? O chato desses filmes de criança, é que nunca tem ator conhecido....

Eu, segurando o riso com força, doida pra virar pra trás e gritar pra ela: RUN, LOLA, RUN!
(ok, uma referência de filme meio obscura, mas vá lá. Foi exatamente o que eu pensei na hora, rsrs).
O cara morou onde nos últimos anos - numa caverna?????

E o infeliz não calava a vala de abobrinhas. Digo, a boca.
- A gente podia marcar de ver um romance depois... (ele, com "Wando feelings").
(ela, meio resignada, mas emburrada) - Não sei nenhum que vai entrar em cartaz... ah, daqui há um mês vai entrar Eclipse....você sabe, um daqueles da série Crepúsculo (ela exlicou, sem esperanças dele conhecer).
- Ah... esse é um livro?
- É (ela seca. Me pareceu que não conhecer Crepúsculo tinha sido demais pra ela. A gota d'água).
- É uma série de livros, né? (ele percebendo a perda de território). Eu não sei sobre o que é, mas parece que está todo mundo falando sobre isso.... você já viu todos os filmes?
(ela, seca) - Não. O terceiro vai lançar já já, como eu disse.
- Sobre o que é?
- Vampiros.
- Ué, você não falou que era romance....??

Nisso, a fila andou.
E eu fiquei fantasiando que a garota iria pedir licença pra ir ao banheiro e.... fugiria!
É o que eu faria.
Muito medo dessa pessoa, rsrs.

sábado, 22 de maio de 2010

ECLIPSE TÁ CHEGANDO!

A gente só tem falado em True Blood, mas Eclipse tá chegando, peeps!

Ok, é teen. Ok, os meninos são novos demais pra mim (ahãn, rsrs). Ok, o Edward não come ninguém (fail total), mas ainda assim a saga mora no meu coração!! Sem falar em... Jacob! Meu fraco. Talvez a única vez em que um lobo ameaça um vampiro na minha preferência.
E esse triângulo amoroso é uma coisa, não?!

Veja esse novo clip do filme e babe!
(céus, prevejo suspiros femininos a seguir, rsrs)

IMÃ DE MALUCO



Estava vindo de um batizado agora, e resolvi parar no mercado pra comprar umas coisinhas pro almoço.
Estacionei bem colada em outro carro, e saí beeem devagarzinho, me espremendo pra porta do meu carro não encostar na do outro.

Nisso, um cara que estava com o carro parado atrás, de vidro aberto, me manda:
- Pra isso que é bom ser magrinha!
(me zoando! Bom, pelo menos achei)

Cara.... será que ele era COMPARSA DA GORDINHA DO VIGILANTES?????????? rsrs

sexta-feira, 21 de maio de 2010

PENSAMENTO DE SEXTA...


FOOOOODA-SE.
FOOOOODA-SE o mundo. O trabalho. As pessoas que aporrinham.
Quem deixa cabelo em sabonete. Quem tira margarina do pote fazendo buraco.

Foda-se o celular e quem inventou essa merda, que não pára de tocar com chateação. Foda-se quem inventou a reforma ortográfica, que mudou o meu "pára" pra "para", e bagunçou a minha cabeça.

Foda-se se o layout tem de estar corrigido até tal hora e "mimimi", porque o publicitário chatonildo da agência tal, que ganha 3x mais que eu, precisa terminar isso hoje. Fodam-se as agências de propaganda e seus egos. E fodam-se seus anúncios de pasta de dentes e absorventes que são um lixo, e acham que mulher menstrua azul, e escova de dentes fala.

Foda-se a internet, que é mais rápida do que eu consigo acompanhar e me faz sentir burra. Fodam-se as séries que eu não assisto - que sejam todas canceladas. E fodam-se as atrizes que entram em deprê e se internam em centros de recuperação caros e saem mais magras de lá, quando eu fico deprê e engordo.

Foda-se o cenário artístico brasileiro, que é medíocre e risível, com seus atorzecos aspirantes a BBB.
Foda-se a gordinha do post do vigilantes.
Fodam-se as mães retardadas das amiguinhas da minha filha. E foda-se a escola, que enfia a pica em mim todo mês.
Foda-sa a lista de material escolar, que pede até papel higiênico e Tylenol.

Foda-se a NET, que ousa derrubar a minha internet no momento do dia em que eu mais preciso.
E foda-se quem inventou a vacina Biocan, que está vendendo esta merda a uma fortuna, e me fazendo ficar pobre, se quiser salvar minha cachorra.

Foda-se a minha família, todos, sem dó, menos a minha mãe que é a única que sempre fica a meu lado. Fodam-se esses malucos, desonestos, instáveis, perturbados. Que se fodam também seus descendentes. E os descendentes dos descendentes.

Foda-se o mundo, HOJE EU VOU VIRAR PIRATA E PILHAR TUDO!
Vou começar meu reino de terror tomando muitos mojitos hoje à noite. E dando parabéns pro meu amigo Rafa, que faz b-day.

PS: Isso tudo porque estou mais aliviada. Com a cara inchada de tanto chorar, mas respirando agora.
Ontem, fui dar banho de remédio na Ginger e ela sangrou toda, pra burro. Me deu um desespero de que ela não ia mais melhorar mesmo (e sou fraca pra sangue), afinal, já são 3 SEMANAS DE TRATAMENTO. E eu surtei, me descontrolei, comecei a chorar feito louca, de tristeza, cansaço, estafa.
O B no centro, longe pra burro.
Comadre Déia veio em meu socorro, me achou sentada toda ensanguentada, aos prantos, com a cachorra no colo. Conversou comigo, me fez companhia. Me acalmou.
Parecia que o mundo ia acabar. Quase tive de tomar um remédio pra dormir depois.

E.... hoje eu vi melhoras nela! A primeirinha talvez em semanas! As feridas e vermelhos na barriga dela diminuiram consideravelmente. E ela deu uma "secada".
Então eu vou sair, mesmo com cara de cú, inchada e feia. Vou dar um tempo desse desespero todo, vou lá agradecer à comadre, vou me embebedar, e ficar feliz 5 minutos.
Porque a minha gordinha está FINALMENTE reagindo.
Boa sexta pra você.
Lindos sonhos :)

TESTANDO O SCANNER

Tem muitas fotos antigas que eu não tenho digitalizadas.
Daí hoje eu resolvi testar o scanner novo...

Ai, que saudade que deu! Mas é bom pra me animar ;)


Sem nem um pingo de modéstia no meu corpinho nesse quesito: tenho sorte, né?
Ô bebê mais lindo, meu Deus!
Vocês sabiam que ela era uma menina linda, mas faziam ideia do bebê que ela foi??? (momento babando em cima do teclado TOTAL!! srrs)


Essa é praqueles que sempre pediram fotos do meu casório... e eu nunca botei, porque não tinha digital!

Ai, como eu estava maaagra!! rsrsr
Pena que nessa não dá pra ver direito meu vestido, que apesar de ser de 10 anos atrás, ainda dá um caldo ;)

Apesar de obviamente scaneadas de álbum, até que achei que ficaram razoáveis, o que acham?

SOBRE TWITTER


 Bom, todo mundo deve estar careca de saber tudo de Twitter, né? rsrs
Mas, que custa falar sobre?

Já reparou que "das vez" seu no. de seguidores do nada diminui??
Na boa? Não dou uma pelota pra quantas pessoas estão seguindo ou não (tem gente que é obcecada com isso, e faz tudo pra aumentar os seguidores), mas confesso que fico morrendo de vontade de saber quem foi que "desistiu" de mim, rsrs. Não que seja nenhum pecado capital nem nada, acho normal, mas fica a curiosidade mesmo assim.

Bom, tem jeito de saber!


Como todos sabem, o Twitter tem um milhão de aplicativos - é só achar um que combine com você! E o QWITTER te diz quem é que te deu UNFOLLOW. Legal, né?
Agora você não precisa ficar tentando adivinhar, nem procurando o infame que não te aguenta mais!!! rsrsr

Agora, se é o contrário - se você tem um amigo, que você gosta e tals, você até gosta de ler os twitts dele ÀS VEZES, mas ele é um mala que escreve 20 twitts a cada minuto, só usa a porra do twitter como MSN (quer bater papo está no aplicativo errado, seu sem noção!), que acha que Twitter é chat, e que mesmo sem nada a dizer tem que mandar um "Rsrsrs", ou um "bocejo" ou "fui buscar café" a cada 10 minutos, só pra mostrar que tá on.... TEM JEITO!



Você não precisa dar unfollow nele, o que ele acabaria sabendo e seria chato (e você só quer uma folga temporária dele!).
O MUUTER cala a boca do chato por um tempo, te dá um descanso e ele nem precisa saber!
O que os olhos não vêem, o coração não sente, certo?

E assim ninguém fica magoado :)

PS: evite sem "mutado". Twitter é miniblog. Tudo bem escrever coisas sem noção e desabafos às vezes. Ou escrever muito (todo mundo às vezes faz isso, e eu tb), mas o Twitter NÃO É MSN, nem GOOGLE TALK!! Guarde a verborréia e deixe seus amigos mais felizes :)

PS2: e aí? Já tá me seguindo no Twitter??? rsrsr
Não precisa ter blog, pra quem não sabe.... ;)
Procura o meu link aí na barra lateral. E depois pode me dar unfollow. Ou mute ;)

quinta-feira, 20 de maio de 2010

MULHER "HIGH MAINTENANCE"


Há séculos, um amigo meu me disse uma frase que ficou na minha cabeça. Tenho pensado muito nela ultimamente.

Ele fazia graça comigo, dizendo que eu era total "high maintenance".
Deixa eu ver se consigo explicar a expressão sem me perder, pois acho que nenhuma tradução literal faz juz à ideia real em inglês. Seria algo como "de alta manutenção", mas não no sentido convencional. No sentido de ser... trabalhosa. No sentido de demandar trabalho; não aquele tipo de mulher que tanto faz como tanto fez.

Em Friends, uma vez, traduziram como "casca grossa", o que eu discordo veementemente!
Digamos que a mulher high maintenance é o oposto da mulher "pushover" - mosca morta.

Não que a high maintenance seja briguenta, esporrenta (eu não sou), mas...

Pior é que eu nunca me vi desse jeito.
O quem me faz lembrar de um discurso do filme "HARRY & SALLY" (se você nunca viu, dê um jeito de ver - é uma das minhas comédias românticas favoritas de todos os tempos).

Aqui na íntegra:

" Harry Burns: There are two kinds of women: high maintenance and low maintenance.
Sally Albright: Which one am I?
Harry Burns: You're the worst kind; you're high maintenance but you think you're low maintenance.
Sally Albright: I don't see that.
Harry Burns: You don't see that? Waiter, I'll begin with a house salad, but I don't want the regular dressing. I'll have the balsamic vinegar and oil, but on the side. And then the salmon with the mustard sauce, but I want the mustard sauce on the side. "On the side" is a very big thing for you.
Sally Albright: Well, I just want it the way I want it.
Harry Burns: I know; high maintenance."
 
Resumindo, Sally pergunta a Harry qual o tipo de mulher que ela é, high maintenance ou low maintenance, e ele responde que ela é do pior tipo: a high maintenance que PENSA que é low maintenance.
E ela termina dizendo que só quer as coisas do jeito que ela quer.

Bom, isso diz tudo, não??? rsrs

Será que eu sou assim?? Mosca morta, sem vontade nem opinião, eu sei que não sou! Tenho minhas 1.398 manias. Mas, posso falar? Acho charmoso, rsrs.
Acho... peculiar. Outra coisa da qual já fui chamada diversas vezes, e assumo sem problemas.

Mas também não acho que seja DIFÍCIL. Até me considero conciliadora de vontades. Mas de repente sou uma chatonilda pé no saco e nem sei, rsrs.

O B falou que mulheres high maintenance dão mais trabalho sim, exigem atenção e cuidados.
Mas que também são um delicioso e divertido desafio ;)
Até porque, segundo escuto dos meus amigos, mulher "docinho", capachinho, sem vontade própria é um tédio!!

(E você? É moleza, meio termo ou high maintenance total? Pra você, o que é ser "high maintenance"?)

quarta-feira, 19 de maio de 2010

AQUI SE FAZ AQUI SE PAGA (OU, A VINGANÇA DA GORDINHA!)


Eu nunca fiz Vigilantes do Peso. Eu nunca me inscrevi em nada deles. Eu não tenho cadastro em lugar nenhum relacionado a eles.

E do nada eu ando recebendo emails deles.
Fiquei me sentindo "A GORDA" (tipos - como eles me descobriram? Tá tão óbvio assim??? rrs)

No começo achei que era coincidência. Depois comecei a achar que era alguém sutilmente me chamando de gorda. Depois achei que era sacanagem mesmo.
E agora tou achando que é kármico. Eu estou pagando! E eu sei pelo quê!

Essa não é uma história da qual me gabo; mas vou contar na esperança de atrair a boa lei da compensação na confissão da culpa, rsrs.

Quando eu era jovenzita, pós adolescente (lá na Era Mesozóica, lembra??), eu namorava um cara gato. Muito gato, bem modelo. Tipo, imagina um gato e depois dobra. E além disso, ele era extrovertido, divertido, dançava bem... era muito popular (ok, depois ele virou uma gazela, mas isso é outra história, rsrs).
E, como é de se esperar, o que tinha de garota em cima dele não estava no gibi (sem piadinhas aqui sobre o que ele estava fazendo comigo, faz favor!)

E isso me cansava. Algumas dava até pra engolir, mas outras eram um pé no saco. Davam mole descaradamente, se esfregavam, ligavam o tempo todo, inventavam mil trabalhos em grupo, me boicotavam de tudo que é jeito, enfim.
E tinha uma em especial que, não lembro porque agora, conseguiu me tirar do sério. Acho que tudo começou a ficar "pra valer" quando, dentro do banheiro numa festa, ouvi ela meter o pau em mim. Me esculhambando mesmo.

Acontece que ela era... GORDINHA.

E eu, no auge da putice, fiz uma coisa bem feia - passei um trote pra ela.
Deixa eu explicar aqui o seguinte - eu não sou a melhor pessoa do mundo, nem finjo ser, mas posso contar no dedo as maldades que eu fiz consciente (sem querer, eu não sei). E isso me embaraça até hoje.

Ligo pra casa da fulana, mando chamar, e na minha melhor voz de atendente, informo que sou a fulana de tal, do Vigilantes, e que o nome dela estava na nossa lista, e blábláblá.
E ela toda animadinha, começou a conversar comigo, e até simpática foi (ui!).

Daí eu viro toda séria, e aviso que infelizmente não poderíamos mais aceitar ela no nosso cadastro, e que ela não poderia mais vir às reuniões e tals. Cara, a menina nem pestanejou, e toda acreditando perguntou o porquê.

E a cretina aqui manda: AH, É QUE AGORA A GENTE NÃO VAI MAIS ACEITAR CASO PERDIDO!!

Sim, senhoras e senhores, sintam o nível da maldade. Me senti meeega vingada por uns dias, e depois fiquei mals. Mas nunca pedi desculpas e assumi que tinha sido eu quem ligou.

Então, fulana-que-eu-não-lembro-o-nome, ME DESCULPE! Pode parar de mandar esses pensamentos negativos na minha direção! Você já teve sua vingança - o namorado virou gay, e o Vigilantes tem um plano maligno pra acabar com a minha auto-estima, ok?? rsrs
SUPERA! Sei que foi baixo da minha parte, mas você meio que mereceu, e fizeram MUITO pior comigo e eu sobrevivi, tá??
Meu remorso já me assombrou por anos - senhor karma, pode dar um tempo!

Ufa! Me sinto mais leve.
Acho que vou começar a confessar outras coisas....  
......NOT!! rsrs.
("Segredo de sobrevivência: fica pior antes de melhorar - tente não entrar em pânico")

Ainda naquela "vibe" do auto-convencimento, pra ver se tudo magicamente fica uber zen, rsrs.

Me esperem só no final da tarde, ok? É que hoje é aquele dia em que vou trabalhar num cliente, e não fico on line.
Ah, sim. Porque o mundo não pára nem espera.
Não importa se a sua vida está um living hell, sua família está toda doente, se os seus parentes resolverem foder com a sua existência, ou se você não dorme bem há mais de uma semana.

Fonte da imagem: sorry, não lembro onde peguei, pois faz tempo. Se o autor se manifestar, dou o crédito.

terça-feira, 18 de maio de 2010

DAS COISAS QUE SÓ EU LEMBRO


Estávamos na fila pra ver Alice, no Dia das mães, quando eu me deparo com o cartaz do filme acima.

Comecei a "quicar" de empolgação na frente do B.
- O MARMADUKE! O MARMADUKE!

B e a criança me olhavam como se eu fosse maluca. E eu sapateando de felicidade.
- Não acredito que fizeram um filme do Marmaduke!!

E quem diabos é Marmaduke?, ele pergunta, olhando em volta pra ver se as pessoas estavam rindo.

Ora...


Como uma pessoa que ama cães não vai ter sido apaixonada pelo desenho do Marmaduke? O dogue-alemão fofo, que vivia se metendo em confusões com a família????


E quando o desenho era com o Heathcliff??? Era muuuito legal!! Eu nunca fui muito fã de gatos, mas o Heathcliff era muito engraçado!

Eu sempre pensava, quando era criança, que se um dia tivesse um dogue-alemão, ele iria se chamar Marmaduke. E parece que agora no embalo de Marley, resolveram fazer o filme do herói canino.

Às vezes é bom ter filho só pra poder se meter no cinema pra ver esses filmes, sem passar uma vergonha muito grande, rsrs.

PS: escrevendo este post com a Ginger no colo. Ela ainda está muito muito malzinha. Toda pelada e ferida, e tomando trocentos remédios.
Mas eu mostrei a ela agora a foto do Marmaduke, e prometi que vou baixar pra gente ver junto.
Ah, sim. Ela assiste tv. Diferente do Jack, que pelo visto é um cão mais metido a intelectual, rsrs.

SE NÃO PODE VENCÊ-LOS....


Quem, nesse momento, tá se sentindo o homenzinho no caiaque, põe o dedo aqui!!!

Se tá tudo uma merda, e as situações estão a ponto de te engolir (como o tubarão acima, rsrs), o negócio é fazer graça. Ter bom humor é o que nos resta.
Se tem uma coisa que aprendi na terapia (lá na Era Mesozóica da minha vida), foi que se a gente age como se tudo estivesse bem, por um tempo, o corpo e a mente absorvem, e se convencem que está tudo bem de verdade.

Então, bora tocar o barco.
Ou, no caso, o caiaque.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

CANSADA



Eu sempre tive tanta pressa em crescer.
Eu sempre me joguei, eu nunca tive medo.
Eu brincava de ser adulta antes de ser.
Eu brinquei de ser mãe antes do tempo.
Eu brinquei de casinha idem.

E agora eu estou tão cansada.
Tão, tão cansada.
Um cansaço que vem de dentro, sabe?
Como se morasse uma velhinha, bem velhinha e exausta dentro de mim, e de repente ela estivesse fazendo a maior força pra sair.

Até agora a brincadeira foi tão divertida. Mesmo séria, mesmo complicada. Mesmo difícil
E só agora eu estou sentindo o peso. De ter de escolher. De ter de conviver com as escolhas. De não ter mais tempo pra pensar.

Tão cansada de vencer, vencer, vencer. Eu não quero mais é lutar.
Eu quero ganhar por WO.

Eu sempre disse que ser adulto não é complicado. Que a vida é o que a gente faz dela.
Mas ela agora anda me dando baile. Me sacaneando propositadamente.
Está brincando de "vamos bater pra ver até onde eles aguentam".

Só hoje eu queria ser pequena de novo. Não ter ninguém dependendo de mim.
Ninguém dono do meu sono, do meu trabalho, da minha vontade.
Só hoje eu queria não cuidar de nada.
Ser só um pouquinho egoísta.
Ter a certeza infantil que se a gente fica de mal, uma hora fica de bem de novo.
E que a coisa mais importante do mundo é a festa do final de semana.
E a grana da mesada. Que é uma coisa que acontece como por mágica
Ai, que saudades das mágicas da infância.

Da mágica do jantar, que aparece todo dia na hora certa, sem você se preocupar.
Da mágica do dinheiro, que sempre dá pra comprar outro cd.
Da mágica da doença, que te deixa ficar na cama o tempo que for preciso, ganhando chá com biscoitos maizena.
Da mágica do dormir simplesmente até acordar.

Chamem outro! Eu hoje não estou!
Não quero estar.

Eu não sou assim, mal agradecida.
Eu não me queixo.
Eu não me arrependo.
E eu não quero sentir remorso de estar assim por alguns momentos.

Eu só estou muito, muito cansada.

Que essa melancolia vá logo embora. E leve com ela esse cansaço.

MCDILEMA


Todo ano de copa, o Mc Donalds vem com os sanduíches especiais. E sempre é um problema pra mim.

Acontece que eu fico com vontade de provar todos. E acabo nunca provando nenhum.

O motivo disso é que eu não vou ao Mc tanto quanto gostaria - por questões de saúde e peso. Só me permito, hoje em dia, a algumas idas esporádicas. Então quando vou, acabo não resistindo a comer meus sanduíches favoritos.

Não que eu seja viciada em Big Mac - gosto do Quarteirão e do Mc Fish também. Mas acho difícil deixar de aproveitar a oportunidade de comer um destes meus queridos, em favor de um sanduba que eu não sei se eu vou gostar. É um velho dilema. Bobo.

Inclusive eu e meu amigo Fred tivemos uma "discussão" amigável há alguns anos, em que o paralelo foi esse - sobre não ter preconceitos sobre coisas novas, mas às vezes preterí-las em função de outras conhecidas que a gente já gosta tanto.

Esse ano alguns estão me chamando a atenção, em especial porque o povo comenta muito no Twitter e tals. Algumas pessoas inclusíve colocam como brincadeira uma disputa pra ver quem consegue provar todos. Ah, se o colesterol me deixasse....
O Mc Itália, por exemplo, parece uma delícia. Então só aumenta minha angústia, rsrs.

E vocês? Já provaram muitos? Quais gostaram mais?

sábado, 15 de maio de 2010

MÚSICA VIBE DO SÁBADO

Porque nada como uma boa palmadinha na bunda, e ser tratada como uma menina má às vezes ;)



Quer acompanhar a letra? (em negrito minhas partes favoritas, rsrs)

(a letra é muuuito divertida! Foi o começo da era sadomasô da Madonna, que precedeu o Erotica.
Eu super gosto - da música, não de sadomasô, rsrs. Joga a letra no Google pra ver a tradução)

E um NAUGHTY sábado pra vocês, chéries!! ;)

PS: ah, se alguém com comportamento anal-retentivo sentir um impulso de vir com um yada-yada sobre violência contra a mulher, lei Maria da Penha e tals, economize.
Se não souber brincar, não desça pro play!


HANKY PANKY

Some girls they like candy
And others they like to grind
I'll settle for the back of your hand
Somewhere on my behind

You treat me like I'm a bad girl
Even when I'm being good to you
I don't want you to thank me
You can just...Spank me!

mmm...

Some guys like to sweet talk
And others they like to tease
Tie my hands behind my back
And ooh I'm in ecstasy

Don't stop me with kisses
I can get that from my sisters
Before I get too cranky

You'd better like Hanky Panky
(Hanky Panky)
Nothing like a good spanky
(Good spanky)
Don't take out your handkerchiefs
I don't wanna cry
I just wanna Hanky Panky
Like Hanky Panky
(Hanky Panky)
Nothing like a good spanky(Good spanky)
Don't take out your handkerchiefs
I don't wanna cry
I just wanna Hanky Panky Guy...Ooh

Please don't call a doctor
Cause there's nothing wrong with me
I just like things a little rough
And you'd better not disagree

Cause I don't like a big softy
(No)
I like someone mean and bossy
Let me speak to you finally

You'd better like Hanky Panky
(Hanky Panky)
Nothing like a good spanky
(Good spanky)
Don't take out your handkerchiefs
I don't wanna cry
I just wanna Hanky Panky
Like Hanky Panky
(Hanky Panky)
Nothing like a good spanky
(Good spanky)
Don't take out your handkerchiefs
I don't wanna cry
I just wanna Hanky Panky Guy...Ooh yeah

What about?
Yeah
That's an interesting. .Ooh
I bet it hurts just thinking about it
(she wants you to)

Treat me like I'm a bad girl
(she needs you to)
Even when I'm being good to you
(Clap...woah)
I don't want you to thank me
(don't thank her)

You'd better like Hanky Panky
(Hanky Panky)
Nothing like a good spanky
(Good spanky)
Don't take out your handkerchiefs
I don't wanna cry
I just wanna Hanky Panky
Like Hanky Panky
(Hanky Panky)
Nothing like a good spanky
(Good spanky)
Don't take out your handkerchiefs
I don't wanna cry
I just wanna Hanky Panky Guy...
(Hanky Panky)
Ooh yeah
(Good Spanky)
Get the picture
(Wanna cry I just wanna)

That's where I came in to this world
(Hanky Panky)
The doc said lady she's a beautiful girl
(Good Spanky)
He gave a spanking and a fatherly smile
So give it up baby cause I want it
yeah


sexta-feira, 14 de maio de 2010

MOMENTO "ODIAR PRA DESOPILAR"


Essa é pra expelir a gosma verde que anda se formando dentro de mim.

Se tem coisa que me irrita é PAPAGAIO DE PIRATA!
Mas nem aqueles caras que entram em fotos sem serem chamados, não. Esses até são engraçados, às vezes.

Pior é uma situação específica que acontece: PENETRAS INFANTIS.

Eu já presenciei/passei por essa mil vezes: chega a hora do parabéns na festa da criança, e na hora da foto dos pais com o aniversariante, uma criança invade a foto!
Ou invade, ou é enfiada no meio pela mãe/pai/avó.

Tudo bem que os pais e o aniversariante vão tirar foto com outras pessoas depois, mas tem coisa mais irritante do que na hora da foto ÁLBUM DE FAMÍLIA, aquela tia velha gritar: "deixa o priminho aparecer também!!!"
Porra, a caceta do priminho aparece na próxima; dá licença da foto ser de família-família primeiro????

Isso me IRRITA SOBREMANEIRA!

Perdi a conta de quantas fotos e filmagens de b-day da criança que gostaria de guardar de lembrança de nós 3, e que não dá porque... tem um "intrusinho" no meio!!

Não me entendam errado: acho fofo aquelas pessoas muito próximas aparecem nas fotos (aquele primo que é quase irmão, aquele sobrinho que é quase filho...) mas também tem que dar o direito dos familiares de terem fotos individuais, ou em grupos específicos antes, sabe como?

Mas sempre tem uma mãe sem noção que não vê isso...

Que nem a hora do parabéns - é pro aniversariante e pros pais. Quem estiver ali atrás da mesa do bolo, deve ter sido chamado ou adquirido o direito.
Nada pior do que começar o parabéns e... aparecer um amiguinho de escola que você nunca viu mais gordo do lado do teu filho!
Acho que só rola isso se o aniversariante já for grande (não ligar de apagarem a velhinha com ele), e o invasor for um priminho-irmão menor que ele adora! Ou se ele for maior, e chamar todo mundo lá pra trás pra fazer zona e apagar junto; aí é diferente!

Tou falando isso porque eu já fui criança, adorava a hora do parabéns (antes de chegar na fase de ficar constrangida), esperava ansiosamente a hora de apagar as velas e fazer um pedido, e sempre que uma tia cismava de colocar um primo pra soprar junto ACABAVA COM MEU ANIVERSÁRIO! Eu ficava frustradíssima! Me sentia lesada no meu direito de assopradora! rsrs

É aquela coisa chata de parentada, que todo mundo sempre fica paparicando o caçula-mala da família, só porque ele chora se não soprar vela e tals. Acho um porre!
Memée nunca invadiu mesa de bolo, foto e parabéns - das vezes em que isso aconteceu, ela foi EXPRESSAMENTE chamada pelos pais do aniversariante! Humpf!

E cada vez mais eu me convenço de que o inferno me espera...

DODÓI


Peeps, eu não andei comentando nada, mas ando meio de bode. Sabe o que é? Ginger tá dodói.
Eu não quis ficar impregnando vocês com lamúrias, mas ando cortando um dobrado com ela.

Acontece que ela voltou doente do sítio. Alguém já ouviu falar em DERMATOFITOSE?
Pra encurtar - é um fungo. Ela provavelmente pegou lá, na lama, na terra, sei lá.

O pelo começou caindo bem. Depois abriu buraco. Depois fez ferida. E depois alastrou de tal forma que assustou! A veterinária tá vindo aqui em casa quase 2x por semana, já fizemos um monte de exames (raspado, sangue, cultura...), ela está tomando um monte de remédios, passando pomadas, fazendo curativo, passar cloro na casa toda todo dia... uma canseira. Eu nem tenho pregado o olho, com medo dela se coçar e abrir ferida de novo. Banho com remédio é dia sim, dia não. E ela não sai do colo. Enfim.

Hoje ela acordou vomitando e sem querer comer, devido aos remédios, imagina meu desespero.
Já chorei, já sofri, tou neurótica, não consigo trabalhar nem concentrar, e não quero sair pra não perder ela de vista... normalmente essa josta é chata de tratar, mas não é tão agressiva. Mas agrava por ela ser bebê ainda, e porque provavelmente ela pegou uma cepa mutante mais braba (surreal, né??)

Então, cuidado com seus amores caninos; "cão de madame" (de apê) não é que nem cão de quintal, não é que nem vira, que são mais fortes. Fiquem de olho nas lamas e terras.
Jack não pegou (ou se pegou, não desenvolveu) e está bem.

Façam um pensamento positivo aí pela minha canina? Ela é tão bebeza, não sabe nem dizer onde dói, e eu estou angustiada demais. Quem ama muito um bichinho sabe como é.

PS: eu tenho juntado um  monte de coisas sobre as quais quero falar, mas está guardado por falta de ânimo. Quando sai post, é sobre True Blood, vampiros, conversas minhas com o B, e outras amenidades. E eu sei (pela falta de comentários) que vocês não querem ler sobre isso, que estou enchendo o saco.
Desculpem, tá? Quando essa fase negra passar, os posts voltam a ficar mais interessantes, ok? Hoje vou tentar me animar, mas ainda vou falar abobrinha, pois minha cabeça tá longe.
Beijas.

TEM ANÚNCIO NO BLOG?


Tem!
Seguinte: um amigo meu me deu um toque, avisando que eu deveria colocar o AdSense por aqui. Eu nunca dei muita bola pra isso, e até achava meio feio, mas não custa nada e pode até dar um dinheirinho.

O objetivo do blog não é money, como vocês sabem, não é meu trabalho; mas também, quem é que recusa dinheiro, certo?? rsrs

O que eu quero dizer é - a propaganda tá aí, clica quem quiser. De repente algum anúncio vem a calhar pra alguém, naquele momento. Quem não quiser, não interfere em nada. Os posts continuam não sendo pagos, nem jabá (e quando são, eu aviso). Eu só escrevo o que acho e penso, e dane-se o resto! E se recomendo ou falo bem de alguma coisa, é por mim mesma (e se meto o pau, idem, rsrs).
Se render um dinheiro com o tempo, pôxa, que legal! Se não, não faz diferença.

Só queria deixar esclarecido direitinho, pois sei que tem gente que vem aqui há anos, e acho chato fazer uma mudança dessas sem avisar nem explicar. E acho chato blogs que deixam de ser divertidos e acabam se tornando comerciais demais. Nada contra, veja bem, mas eu perco um pouco o saco de seguir.

Só isso, ok?
E voltamos com nossa programação normal.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

PRÓXIMA COMPRA - CAMISA XADREZ!


Eu tenho pensado pouco em roupas. Quer dizer, menos do que o normal, rsrs. Sabe como é: muita coisa acontecendo, e a gente acaba distraindo.

Mas, eu ando com GRUNGE FEELINGS, e acho que esse vai ser um ponto alto do meu inverno. Pra isso eu preciso de uma CAMISA XADREZ!


Pra usar com legging, ou shorts de calça cortada...


Tou mais pra comprar uma mais folgada, do que uma acinturada.
Dá pra inventar - quem sabe usar até como vestidão, com uma meia calça preta, ou coisa assim?


O legal desse visu grunge um pouco mais clean, é que ele é quase sem esforço - quase um largado-arrumado, sabe comé?


Alguns acessórios, umas sobreposições, o cabelo arrumado sem esforço, uma bolsona e pronto!
Porque eu ando meio sem paciência pra ficar toda "bonequinha", e tou querendo uma coisa mais... GRRRR! rsrrs


Imagens: Ana Clara Garmendia, Sartorialist e web.