sexta-feira, 29 de outubro de 2010

GARGALHADAS NO DENTISTA!


Tarde no dentista.
Sem nojices, como na história do pentelho, rs.

Comadre Déia amanheceu com uma puta dor de dentes, e eu aproveitei que também tinha algumas coisas a resolver no dentista e fomos juntas.
Meu compadre Léo, padrinho da Memée, que é nosso dentista reservou uma hora pra nos socorrer, e lá fomos as duas pra Barra, animadas como se estivéssemos indo fazer compras! Mesmo a bicha urrando de dor, rs (pra ver como mulher quando se junta, não presta).

Lá, nos revezávamos - quando ela estava na cadeira, eu ficava tagarelando e falando merda até dizer chega, fofocando, e fazendo piada, e quando eu ía pra cadeira, era a vez dela de me torturar.

Tortura, né, porque se tem uma coisa que tortura mulher é estar rolando mó papo, mó sacanagem, e você lá - de boca aberta e imóvel, sem poder falar nada.

Mais de uma vez uma das duas engasgou, ou cuspiu de rir fora de hora, hehe.

Aí, em dado momento nosso papo era assim: "Preciso marcar minha dermato....", "Menina, sabe que também tou precisando? Marca logo pra nós duas!"; "Você tem um gastro bom pra me indicar?" - e outras bizarrices.

Aí ela não se aguentou, virou meio melancólica e disse:

- Amiga, lembra da época em que a gente ia fazer TATUAGEM junto? Pois é, agora a gente marca MÉDICO e DENTISTA junto... olha que decadência!!

Até o Léo (que estava tentanto não rir e se concentrar na boca das duas) concordou que era o fim dos tempos mesmo.

Já já a gente vai estar trocando receita pra colesterol alto, perguntando se a outra está com o preventivo em dia.... AFFFF!

***

Uma engraçada da Déia e do marido dela, meu amigo Rafa.
Ela andava tentando convencê-lo a ir com ela no centro Kardecista que ela frequenta, e ele, CAGÃO TODA VIDA, relutava.

Aí ela perguntou do que raios ele tinha medo.

- Sei lá, tou bolado, vai que alguém me MANDA UM RECADO, uma mensagem....

E ela sem paciência:

- Rafael, é centro espírita, não é POSTO DO CORREIO!!!!

Eu não aguento esses dois, rsrs.

CHINELA NOVA





Feliz da vida com a minha chinela nova!!

Na verdade, eu tinha ido comprar uma chinela pra criança. Aí ela queria essa da foto - a slim, branca com rosa, com esses rostinhos tipo caveirinhas.
Mas não tinha o tamanho dela. Ela acabou escolhendo outra, e eu fiquei encantada com essa.

Agora é tomar cuidado pros caninos não comerem - acho que eles já comeram mais de 10 chinelas minhas, FATO!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

ECOTI!!


Ontem estava na festa de b-day de outro amigo, batendo papo com uma amiga dentista.
E todo mundo reclamando dos próprios trabalhos (default, rs).
Virei pra ela e disse que tinha que ser muito corajoso pra ser dentista, porque boca pode ser uma coisa meio nojenta.
Não a minha, a sua... você entendeu, né? Imagina pegar a boca xexelenta de um zé arruela qualquer, que sabe lá onde ele enfiou...?!

Aí ela, que é ortodontista, só de sacanagem começou a contar as nojices que ela já viu agarradas em aparelho.
E era um tal de resto de comida de mais de 3 dias, nego que não escova dentes... uma ECOTI!

Quando a gente achava que não podia ficar pior, ela vira e diz:

- Tá achando isso ruim??? Pois eu já tive de tirar um PENTELHO preso no aparelho de uma mulher!
Todo enroscado!

QUEM SÃO ESSAS PESSOAS??!!
Eu devia ter tirado uma foto da nossa cara de nojo!!!

Mas melhor foi a comadre Déia.
Ela suspirou, virou pra mim e disse "pois se eu lesse isso no blog amanhã, iria achar que era lorota sua. Ainda bem que estava aqui e ouvi"

PS: fiquei rindo sozinha depois, imaginando o seguinte: os dentistas dão uma série de recomendações de higiene praqueles que estão botando aparelho - não pode comer pipoca, não pode comer bala que gruda...
Acho que eles deveriam incluir na lista "não pode pagar boqu..." também, rsrsrsrs.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

FRASES MATERNAS INDISPENSÁVEIS


Ah, a mãe politicamente incorreta (eu!! rsrs).

Aqui vão as reais frases indispensáveis, que ajudam mães modernas na hora de criar crianças: (e que ninguém te conta!)

1) "Bebeu água da privada???!"
(AKA, "tá maluco??")

2) "Deixa de ser uma criança completamente inútil e busca o controle remoto!"
(praqueles momentos mágicos em que eles fazem birra, e não querem ajudar em nada)

3) "Quanto isso vai me custar?"
(frase-chave que poupa tempo, para responder a qualquer novidade que ele vier contar)

4) "Só largo seu cabelo se você largar o meu primeiro"
(praquele momento em que você está ensinando ao seu bebê que puxar o cabelo dos outros dói)

5) "Se você levou uma QUASE advertência, vou ser obrigado a te dar um QUASE castigo"
(para uso óbvio, quando ele tenta sair pela tangente da merda que fez)

6) "Eu não sou a mãe da fulana"
(pra contra-argumentar em todos aqueles casos em que eles tentam te convencer de alguma coisa, dizendo que a mãe da amiguinha - que obviamente é mais legal que você - está deixando)

7) "Você vai sobreviver"
(frase-curinga e importantíssima, para ser usada em "N" situações. Como por exemplo, quando eles fazem manha ao cairem, ou quando berram que te odeiam, ou quando fazem drama por você não ter concordado com alguma coisa)

8) "Eu vou te deixar de traseiro quente" ou a variante "O chinelo vai cantar!"
(você não precisa bater NUNCA no seu filho, mas tem que ameaçá-lo como se fosse)

9) "Me pergunte de novo em 5 anos"
(praqueles momentos de perguntas que você não pode/ não sabe responder)

10) "Não negocio com terrorista"
(pra quando seu "anjinho" resolve fazer escândalo e birra, e se jogar no chão no meio do shopping, ou se debater no meio de uma festa)

SO LONG, CABELÃO!!!


Todo mundo viu a Vogue outubro, com a Gis na capa, né?
Achei a revista "mó legal", bem recheadinha - desfrutei.

Agora, gostei mesmo foi da matéria que decreta o FIM DO CABELÃO, e a volta com força total dos CURTOS!

Moda ou não moda, já uso cabelo curto, de diversos jeitos e tamanho há tempos. Nem que quisesse mudava - não fico bem de cabelo grande.
Me pesa. E como tenho o cabelo muito preto, fico com um ar de.... sei lá.
Fico até muito "brejeira", cruzes!!!



Emma Watson começou devagar... e depois disso partiu pro "joãozinho" radical, que está fazendo o maiooooor sucesso.
Já usei assim, mas prefiro ter mais fios, rs.


Kiera aderiu - esse é um dos meus cortes favoritos!

Como eu estava dizendo - tem gente que fica bem de cabelão. Mas na maioria das vezes acho feio. Não cabelão pouco abaixo dos ombros (tem uns muito bonitos e bem tratados).
Mas tem uns absurdamente longos, que as mulheres insistem em ter, no meio das costas, quase na bunda e tals, e que eu acho uó.

Não estou te criticando (se você tiver) - é gosto, ok?


Talvez a minha implicância com a vibe "Rapunzel" seja só porque é difícil ver cabelos quilométricos bem cortados e tratados - normalmente são lambidos, inteiros, tipo de "lavadeira", e muito judiados.

Aí me dá até nojinho!

(Scarlet também entrou na onda da tesoura)


Enfim, sou mais partidária (nos outros) e acho mais bonito no máximo o semi-longo, ou o longo em camadas (ou desconectado, ou com movimento), com tratamento de princesa, rs.

Enquanto isso, pra mim e pra quem gosta, vou curtindo a volta do curto com força total!
Se animou, mas tá sem coragem??
Passa a tesoura, chérie!!

Cabelo CRESCE,  e a vida é curta - se a gente não explorar as possibilidades e não tentar sair da nossa zona de conforto, vai perder muitas experiências significativas ;)

"DOUUUUZE"


"- Meu irmão levou DOUUUUUZE tiros...(!)"

"- Ô, dotô, fiquei DOUUUUUUZE horas nessa fila do hospital..."

"- Mas eu liguei pra fulano DOUUUUUZE vezes!"

DOZE.
DO-ZE.
Sem "U".
Por que as pessoas cismam em encher a boca pra falar, enfatizando, essa porra de u que não existe???

Fica a dica.

(percebam irritação aleatória e fora de lugar em Grau 5 na pessoa aqui)

terça-feira, 26 de outubro de 2010

TESTANDO E TESTADOS


Lembra do SLIMSHOTS, né?
Pois é, vira e mexe eu recebo mensagem perguntando se está funcionando.
Desculpe não voltar aqui pra contar - eu esqueço, rs.
Os assuntos vão acumulando, e eu pulo.
Mas é só me cobrar, que eu conto como foi a experiência.

No caso do Slimshots foi válida - não é tão eficaz e forte quanto tomar remédio pra emagrecer, claro.
É um produto mais lento, que AUXILIA, mas não dá uma porrada na fome.
Eu gostei.
Mas pra quem está habituado aos efeitos da sibutramina, por exemplo, ele pode parecer fraco.

Agora, a mais nova experiência que vou fazer - RENNOVÉE CELULLISOLUTION!
Eu agora comecei uma cruzada anti-celulite, hehe.

Como diz o B - só com milagre divino! rs
Mas a gente tenta. Então estou pegando firme no creme, nas massagens, e estou testando um exercício novo.
E acabei de encomendar o Rennovée. Eu gosto muito do conceito de nutricosméticos.
Já usei o Inneóv e gostei bastante.
Mas remédio oral de celulite, é a primeira vez.

Vai chegar e eu vou tomar, mas o resultado só começa daqui há um mês.
Então me cobrem e me lembrem depois de contar o que achei, tá?

NOVO CLUBE DE COMPRAS


Uma leitora amiga avisou de um novo CLUBE DE COMPRAS CARIOCA - o PEIXINCHANDO.

Parece ser bem legal!
E, no mesmo esquema dos clubes de compra em grupo, oferece um monte de descontos e ofertas diárias.
A oferta de lançamento é uma sessão de CARBOXITERAPIA AQUECIDA, com 70% de desconto - de R$80,00 por R$24,00!

Se inscreve lá e aproveita!
Eu adooooro essas ofertas, rs.

BEIJA EU, BEIJA EU, BEIJA EU, ME BEIJA


Ah, beijar.
Tão bom.

Beijo devagar, ou rápido mesmo.
De leve, que parece até cosquinha ao invés de beijo. Só um sopro, uma provada de gosto. Um encontro cuidadoso. Suave.
Ou forte, com força, de lábios inchados, molhados, impressionados. Que toma, exige, rasga.
Que desce pela espinha.
Beijo que começa na boca, e termina no corpo todo. A cabeça inclinada pra trás, o pescoço dobrado submisso. Os braços que envolvem a nuca; os dedos que testam os cabelos.
Mãos que direcionam o rosto; tocam os lábios, se misturam com a língua, que invadem o espaço.
Que dá fraqueza, tontura.
Que faz esquecer o nome.

Respirações que se trocam, misturam, se confundem; o peito que se inclina, e fica próximo e distante ao mesmo tempo - te quero, não quero.
Pontas de nariz que se esbarram, que duelam de um lado e de outro.
Palavras que saem embaralhadas, engolidas, silenciadas antes mesmo de serem. Quase gemido. De dor que não é dor, resmungo que não é resmungo. Verbo que não é verbo.
Beijo que no meio vira sorriso, que vira um beijar de dentes, uma continuação de risada.

Beijo bom, de entrega.
Beijo bom que é qualquer beijo.
Que se estivesse todo o tempo beijando, era melhor.

Que trocasse sobremesas por beijar.
Presentes. Risadas. Declarações.
Só beijar.
E assim ficar.

Beijo que quando acaba, dói no corpo.
Provoca estranheza. Faz falta.
Que nunca é suficiente.
Que terminando, se sente mal começando.
Que afastado, é errado, é quase como uma peça que não se encaixa.
Provoca palpitação. Ansiedade no estômago. Vontade de começar de novo.

Que o mundo acordasse todo assim hoje - com vontade de beijar.
Pra nunca mais parar.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

CORAÇÃO DE MÃO






CORAÇÃO FEITO COM A MÃO = "EU SOU CAFONA" EM LINGUAGEM DE SURDO-MUDO

(eu detesto "di com força" quando algum ator, cantor ou o que valha, faz o diabo do coraçãozinho com a mão.
Gosto pessoal. Desculpa aê.
Mas eu fico com vergonha alheia)

ORA, BOLINHAS!


O site Chic já deu a deixa, e agora está aparecendo também em tudo quanto é editorial internacional - o verão que vem será das BOLINHAS!

O poá vem forte!
Ôba! Adooooro uma bolinha, rsrs.
Só que o babado agora é usar meio desconstruído, nada muito certinho, nem pin up não...
Mais misturando com estampas, florais, prints de bichos...

Será que eu consigo?

Imagem: W.W.W.

"LÁ VEM O CHAVES, CHAVES, CHAVES..."


"- Eu não vou pra academia com você, com você usando essa roupa!"

Eu não gosto de academia, yadayadayada.
Nem de malhar. E menos ainda de roupa de academia.
Eu sempre gostei de lutas (por motivos pessoais e talvez também alguma coisa relacionada  àquela questão da impotência feminina daquele outro post). Então, eu fiz anos de Tae kwon do (troquei de faixa e competi e tudo), depois fiz Kickboxing e por fim tentei o boxe. De todos, meu preferido foi o kickboxing, que tive de abandonar pois é de alto impacto e faz mal pras minhas pernas (micro-varizes!! rs).

Então, não existe a menor chance de eu usar aquelas roupinhas de tchutchuca de academia!! Detesto!
Sabe como?
Collant, ou calça agarrada, com top, meião até a metade da panturrilha... (acho uó!)

Eu uso SHORT. Short LARGO, tipo de boxe mesmo, rs. Com camiseta baby look ou top. É ótimo - não fico com a sensação de que estão olhando minha (enorme) bunda o tempo todo, e tenho liberdade de movimentos. Posso chutar o "Bob" (não o da Maela, aquele boneco de borracha de praticar golpes, rs) sem me preocupar.
Combina com minhas tattoos... enfim. É bem mais a minha cara.
Mas o B fica pra morrer! Tem um, especificamente, que ele odeia. É marrom, com debrum rosa, mas é bem comprido e largo...


- Você gasta a maior grana em roupa... por que não compra roupa de malhar??? - ele tentou.

- Eu não vou ficar gastando dinheiro com roupa de academia! Eu vou pra malhar, não pra ninguém ficar me olhando... prefiro gastar em roupa de sair - fui taxativa.


Ele ficou pensando um minuto e partiu pro suborno, sabendo do meu fraco por compras:

- Se for pra comprar roupa de ginástica, eu vou AGORA com você lá comprar.

Mostrei a língua pra ele. E continuamos descendo pra academia do condo.
Como suborno não funcionou, ele partiu pra provocação:


- Você tá parecendo o CHAVES com essa bermuda, rs.

- GRRRR!

- Sério. Ó, quando a gente chegar na academia, você me deixa ir na frente, espera uns 10 minutos e depois entra - e começou a rir - pra ninguém ver que eu estou com você...

Comecei a dar tabefes no braço dele.
Mas me vinguei.

- Ah, é? Se você fizer isso eu vou é entrar dançando a MÚSICA DO CHAVES, depois pular no seu pescoço e te dar um beijo, pra você morrer de vergonha!

E comecei a cantarolar: "LÁ VEM O CHAVES, CHAVES, CHAVES... TODOS ATENTOS OLHANDO PRA TV..."

Ele ficou pianinho, rs.

PS: hoje, quando for socar e dar chutes no "Bob", vou pensar na "MALUCA DA BOLSA", srsrs.

CHANDELLE MINI


CHANDELLE MINI.
Bom pra quem gosta, mas fica enjoado com o tamanho normal.

Bom também praqueles que gostam de Chandelle, mas não são mais crianças (e ficam com culpa de comer).
Só digo isso :)

domingo, 24 de outubro de 2010

A MALUCA DA BOLSA!

(a sobrevivente)

Festa de aniversário na casa de um amigo. Festa não, festança.
Buffet tipo boteco (com os garçons servindo batatinha, caldinho de feijão, isca de peixe e todo tipo de petisco), o bar preparando todo tipo de caipirinha (morango, kiwi...) com todo tipo de Absolut, inclusive umas que nunca nem vi, e uma banda matadora, que tocava de tudo, e mandava inacreditavelmente bem Pearl Jam, Kiss, Bon Jovi, Guns...
Enfim.

Como a casa (casarão) dele é numa ladeira, ela é toda em nível, com diversos andares. No andar da festa, as mesas estavam dispostas no salão e numa varanda (onde nos instalamos), que se abria pro jardim e pra piscina MUITOS METROS abaixo. Vai entendendo.

Resumindo - me acabei.
Dancei à beça, pois estava com alguns dos meus amigos mais antigos e queridos, e bons parceiros de dança.
Daí, dá 4 da madrugada, hora de ir, já quase ninguém na festa, e eu volto nas mesas da varanda pra pegar minha bolsa.

NADA DA BOLSA.
A bolsa sumiu. Ué... eu tinha deixado numa das cadeiras da varanda....
E toca procurar a bolsa. Os poucos convidados que ainda estavam lá começaram a ajudar. Vai que alguém tinha tirado da cadeira, né? Ou colocado em outro lugar?
Pôxa, não era boate, pra gente se preocupar com a bolsa - era casa de amigo.

E procura que procura, daqui a pouco dois conhecidos meus, vendo aquilo, vem me avisar que tinham reparado num CASAL na varanda, que tinha começado a discutir, e... a mulher tinha ZUNIDO MINHA BOLSA LÁ EMBAIXO.

COME AGAIN???!!
Pois é, véio. Eles disseram que acharam estranho, mas como não sabiam que a bolsa era minha, não tinham dito nada. Parece que a mulher do cara, no auge da briga, se emputeceu, catou minha bolsa na cadeira e arremessou ela da varanda!
Cara, fiquei MUUUITO PUTA! Como assim, né??
Brigou com o namorado, joga o celular dele pela janela! Joga ele pela janela, caralho! O que a minha bolsa tinha a ver com o ataque de raiva dela?????

Pior - minha bolsa-carteira CHANEL! A mais querida! Velhinha, que comprei há um milhão de anos num brechó, e que trato com o maior carinho! Grrrr!!!

O B desceu até o jardim, e encontrou a bolsa por lá. Felizmente intacta. Felizmente não caiu na piscina. Só meio suja.
Agora, pergunta o que aconteceu com o meu PÓ STUDIOFIX DA M.A.C., que estava lá dentro??

Espatifado, esmigalhado, molhado e sem pó algum!!
Comecei a ver tudo vermelho, feito o TOURO FERDINANDO, e se a piranha da mulher estivesse lá na hora, eu tinha dado um pau nela, fora de brincadeira!!!

(a prova do crime)

CARALHOS FLAMEJANTES!!
Não fico um dia sem meu pó!!

E aí é que veio a parte mais estranha do negócio.
Totalmente inconformada com a bizarrice do negócio (afinal, quem é que faz um negócio sem classe desses, com a bolsa de alguém que nem conhece, né?), fui perguntar aos caras quem era o casal.
Eles descreveram: o cara de camisa branca, com a mulher de blusa listrada.
E aí eu fiquei perplexa!
Eu CONHECIA o cara!!!

Quer dizer, quando eu cheguei, reconheci o cara - estudou comigo na PRIMEIRA SÉRIE do colégio. Eu nem fui falar com ele, porque, o que diria? "Oi, lembra de mim? O que você fez nos últimos.... 25 anos?". Deixei quieto.
Bem reparei que ele ficou me dando umas olhadas, mas achei que ele podia estar tentando lembrar de onde me conhecia; normal, né??? Nem dei atenção pra coisa.

Só que eu abri a bolsa ao lado da mulher. Ela sabia que a bolsa era minha. Não tinha outras bolsas lá.
Será....?

O B é que colocou em palavras - ele deveria estar me olhando (até sem maldade), e a MALUCA, VADIA da mulher ficou com ciúmes, quebrou o pau e num surto jogou minha bolsa da varanda!

SURREAL!
Bom, em qualquer das hipósteses, essa mulher é uma descontrolada: ou ela brigou com o cara e pegou a primeira coisa que viu pela frente e jogou, e é uma sociopata doida, pois não tem respeito com as coisas dos outros. Ou pior, surtou de ciúmes e resolveu fazer "vingancinha" com a minha bolsa!
E eu tenho culpa???

Bom, só posso dizer o seguinte pra ela: no caso da segunda hipótese, tudo bem, MEU BEM.
O pó eu compro outro amanhã mesmo, viu, honey?
Espero que a sua babaquice tenha te aliviado os nervos. Se o teu namorado ficou me olhando, bom... acontece, né? Get over it.

E no caso de ter sido aleatório, olha, hoje em dia tem uns remedinhos super bons pra esse tipo de coisa, sabe? Tarja preta, coisa eficaz ;)

(peeps, essas coisas só acontecem comigo! Não é inacreditável???? Ô, ímã de maluco do cacete que eu sou, viu? Te contar!)

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

COMO INFARTAR SUA MULHER


Ele anda usando dois celulares.
Pois bem.

Hora do almoço, sexta-feira, resolvi mandar um sms falando sacanagem.
Nada "pesado", só umas bobagens que estava pensando e pedindo pra ele vir logo.

Dá uns 15 minutos, chega um email dele:


"Nita,

Se precisar falar comigo no cel, liga pro número da Oi. Deixei o celular TIM com a *** pra ver o lance de desbloqueio de CHIP.

Bja.,
B."

Eu quase surtei! A pessoa em questão não é secretária dele, mas dá assistência como se fosse. Olha que vergonha! 
Respondi na hora:

"NÃÃÃÃÃÃO!!!
ACABEI DE MANDAR UMA MENSAGEM PORNÔ PRA ELE!!!
ARGH!!!"

E fiquei aqui mordendo o lábio de nervoso, pensando "fiz merda, fiz merda, fiz merda, fiz merda"

Mais uns minutos, e a resposta:

"Caceta! Será que é por isso que as meninas na sala estavam morrendo de rir há pouco? E ficaram trocando olhares qdo entrei pra falar de pagamentos? "

Fiquei passada e morrendo de vergonha.
Pô, o cara é chefe, né. Imagina que mico... depois eu tenho que encontrar essas pessoas em situações profissionais... ai, ai, ai...

Aí liguei pra ele.
Toda sem jeito.

Ele deixou eu me contorcer uns bons minutos, me desculpar, resmungar, sofrer...
E depois começou a rir!!!

Disse que era tudo pilha, e que quando ele viu a minha mensagem, resolveu me perturbar.
Que o celular esteve com ele o tempo todo.
GRRRR!

Tou de mals, rs.

Vai ter vingança.
Me aguardem.

QUE CACETA DE MODA É ESSA???


Esse post é um post solicitado pelo B.

Estávamos vendo sei lá que raios na tv, que me apareceu o Fresno.
Como os caras tinham aberto pro Bon Jovi, e eu quase nada conhecia da banda, ficamos vendo uns minutos.
Depois de um tempinho o B chamou minha atenção: "Já viu que esquisito que os caras estão com as calças muito caídas? Tá aparecendo a cueca toda..."

Comentamos o negócio, e passou.
Daí, dias desses, a criança estava assistindo um show do NXZERO na sala, cantando amarradona e tal, e quando fomos ver.... OS CARAS ESTAVAM COM AS PORRAS DAS CALÇAS CAINDO TAMBÉM!!

Alguém me explica que CACETA de moda é essa??!! Esses caras nem tem 17 anos, não. São mais velhos.
E as porras das calças não estavam assim "caidinhas", uma coisa meio rapper, sei lá. Não!
Estavam pra mais da metade de baixo da bunda!
A cueca aparecendo toda, o cinto mal prendendo a calça...

Pra ter uma ideia, o vocalista não conseguia nem andar direito no palco! hahahaha
Parecia que ia ficar pelado a qualquer segundo.


QUEM INVENTOU ESSA PORRA????
Pior, quem disse que era MANEIRO??! rsrsrsrs

Eu sei... modinhas, coisas que vem e vão.... mas, guenta aí. Ridículo, né? Aparecer um pouquinho até vai, mas assim...
E esses caras devem ter mulher.
Eu, se fosse namorada dum cara desses, na hora de abraçar, não resistiria a passar o braço na cintura e dar um "CUECÃO" nele, HAHAHAHAHA.

Tenho um amigo que é guitarrista da banda SEU CUCA, e eu vou perguntar pra ele se isso é modinha de banda.
E se ele entrar numa de usar, vou ter que zoar muito.
Nah. Ele jamais usaria isso, rs.

Detalhe importante: sabe como achei a imagem que ilustra o post?
Digitei no Google "Droopy pants"... HAHAHAHAHA.

BOA DO DIA


Peeps, o PEIXE URBANO está com uma promo das boas hoje!

Você compra um vale compras na LEELO de R$160 com 50% de desconto, ou seja, por 80 pratas!
Eu vou comprar, e como sei que tem muito fashionista e shopaholic por aqui, achei que valia avisar.

Maneiro, né?
O vale pode ser usado até dezembro. Veja aqui.

*esse não é um post pago.

MÚSICA PRA COMEÇAR A SEXTA



Pra começar o dia bem vibrante. Ouça bem alto!!!
Aí, letra e tradução pra você. Boa sexta!


Open Your Eyes

All this feels strange and untrue
And I won't waste a minute without you
My bones ache, my skin feels cold
And I'm getting so tired and so old

The anger swells in my guts
And I won't feel these slices and cuts
I want so much to open your eyes
´Cause I need you to look into mine

Tell me that you'll open your eyes [x4]

Get up, get out, get away from these liars
´Cause they don't get your soul or your fire
Take my hand, knot your fingers through mine
And we'll walk from this dark room for the last time

Every minute from this minute now
We can do what we like anywhere
I want so much to open your eyes
´Cause I need you to look into mine

Tell me that you'll open your eyes [x8]

All this feels strange and untrue
And I won't waste a minute without you

Abra Seus Olhos

Tudo isto parece estranho e falso
E eu não vou disperdiçar um minuto sem você
Meus ossos doem, minha pele está fria
E eu estou ficando tão cansado e tão velho

A raiva me corrói por dentro
E eu não vou sentir esses pedaços e cortes
Eu quero tanto abrir seus olhos
Por que eu preciso que você olhe dentro dos meus

Me diga que você abrirá seus olhos [x4]

Levante, vá embora, saia de perto desses mentirosos
Porque eles não tem sua alma ou sua chama
pegue minha mão, entrelace seus dedos entre os meus
E nós sairemos deste quarto escuro pela última vez

Cada minuto a partir deste agora
Podemos fazer o que gostamos em qualquer lugar
Eu quero tanto abrir seus olhos
Porque eu preciso que você olhe dentro dos meus

Me diga que você abrirá seus olhos [x8]

Tudo isto parece estranho e falso
E eu não vou perder um só momento sem você

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

QUERO MAIS QUE MEU PAU CRESÇA!


Eu coloquei no Twitter e fez tanto sucesso, que resolvi repetir aqui:

"Tou relaxando tomando sorvete de Galak e lendo Vogue. E que se dane; ou como diria um amigo meu - quero mais que meu pau cresça!"

Eu não inventei a frase. Meus amigos sempre disseram isso, e eu acho óóótimo, rsrs.
Meu amigo Léo Hilário reivindicou a autoria, mas eu nem lembrava, rs.

Esse não é o melhor jeito EVER de dizer DANE-SE, QUERO MAIS QUE SE FODA! ??? Hahahahaha!

E acho que vou adotar definitivamente a frase, como lema. Que tal???
Tá tudo uma merda?
Tão te enchendo o saco?
Tão fodendo sua paciência?
Te criticando?

Enche o pulmão, abre a boca e manda bem alto aí: QUERO MAIS QUE MEU PAU CRESÇA!
Hahahahahaha.

CRIANÇAS!


- Fala, filha.
- Fala o quê? - ela respondeu.
- Ué, você não me perguntou alguma coisa...?
- Ihh, mãe! Chegou naquela idade, é? - disse ela rindo.
- Que idade??
Ela riu ainda mais, com cara de danada.
- Aquela em que começa a responder o que a gente não perguntou... acho que é velhice, né?

Eu sai correndo atrás dela.

***

Entro no quarto dela de supetão, e ela está dando beijos no poster do Justin Bieber.
Super não estou preparada pra isso ainda, rs
Cadê o botão de fazer parar o tempo???

***

Pior, fui numa night no sábado, e na pista de dança todas as músicas que eu conhecia eram favoritas dela.
TODAS.
E, mais terrível ainda, eu só conhecia porque ELA não pára de cantar, rs.

Tou velha mesmo.

PÉRA LÁ!


Ôpa, ôpa, ôpa!
Mas espera lá um segundo!
Eu sou super light com ciúme, mas também não abusa!

Só porque você é educada, tem piranha que abusa.
Pode olhar -  EU TOU COMENDO!
Mas não ENCOSTA nele, que meu sangue de barata tem limite! rs

Já aconteceu em boate, de ter umazinha toda se querendo e olhando. Como ele não dá trela, por mim está tranquilo. Agora, não encosta, bota a mão, abraça, que o bagulho desanda!

Em Buenos Aires teve um causo.
Uma dançarina de Tango (gostooooosa toda vida) chamou ele pra dançar.
Assim - pode olhar a dançarina até o olho cair, ok.
Mas dançar abraçado, roçando.... aí, não! Eu não quis mesmo.
Só de imaginar ele segurando outra mulher, abraçando, dançando colado.... O SANGUE FERVEU!!! rsrs

(pra ver como eu sou HUMANA)

MAS EU ME MORDO DE CIÚÚÚMES....


(introdução da música Roxane, versão Moulin Rouge)

Antes do texto, uma musiquinha, pra você ouvir lendo o post, rs.
Ciúme, do Ultraje a Rigor (não é da sua época?? Tsc, tsc. Não sabe o que tá perdendo, rs)


Ah, o ciúme!

Vira e mexe alguém pergunta em resposta aos posts: "mas ele não ficou com ciúmes de você?" ou "Mas você não ficou com ciúmes dele?".

Eu abro esse texto dizendo que eu acho o ciúme LEGAL. Sério.
Necessário pra dinâmica de qualquer casal. O ciúme alimenta a paixão, demonstra cuidado, uma necessidade de ser único, querido, desejado acima de todos.

A merda não é o ciúme - é o EXAGERO de ciúme, o ciúme descabido, aquele que envenena, atrapalha, corrói. Ou a FALTA TOTAL DELE, que leva ao descaso, à arrogância e ao desalmor pela falta de importância.

Primeiro, falemos sobre o exagero.
Uma coisa que gosto sempre de afirmar é a seguinte: confiança é uma coisa que se leva 10 ANOS pra conquistar, e 10 MINUTOS pra perder.

Então eu acho que o excesso de ciúmes, que não é normal, é consequência de duas coisas:

1) FALTA DE CONFIANÇA AO EXTREMO
E aí a pessoa deveria rever o relacionamento por quem ela sente esse ciúme obsessivo e extremo. Porque ou essa pessoa REALMENTE não merece sua confiança, ou você está paranóico além da conta (e o problema é seu, na sua cabeça e tem que ser revisto tb!)
Normal, não está.
Eu acho que pessoas que te inspiram muita confiança são menos sujeitas a inspirarem um ciúme doentio, não acha? Se a pessoa não te dá motivos, é super correta em suas escolhas, olhares, comentários, atitudes, como não vai inspirar confiança??

Agora, aquele indivíduo que você SABE que está sempre procurando, à caça, olhando, desejando, que não corta investida, se coloca numa posição de fácil acesso, sempre dando condição ou que você SABE que já andou errado uma vez... é uma merda!
Vai confiar como???
Eu entendo.

Mas, se você escolher ficar com aquela pessoa mesmo assim, é melhor entregar logo os pontos. Pra confiar sem enlouquecer, eu prefiro confiar e ESQUECER. Saber que você está fazendo sua parte, e entregar a responsabilidade de ser honesto ou não na mão do outro. Se ele eventualmente não corresponder, bom, você fez o certo, o seu melhor, e o filho da puta é ele. Então pelo menos sua consciência está limpa.
Pois ciúmes nunca impediu ninguém que estivesse determinado a fazer certa coisa, de fazê-la, tá?
Então melhor tirar logo a carga de cima de você. Você não vai querer um relacionamento em que você só pode confiar na pessoa se você estiver vigiando, vai????


2) AUTO-ESTIMA BAIXA
Um exagero de ciúme relacionado a um parceiro que não dá motivos, normalmente é culpa do ciumento mesmo.
Se você não se sente merecedor de amar, ser amado, daquela pessoa, ou não se tem em alta conta, vai sempre ter ciúmes do parceiro de medo dele achar alguém melhor.
A pessoa que "se garante" é mais segura e menos ciumenta.

E acho que a falta total de ciúme se deve por:

1) AUTO-ESTIMA EXACERBADA
É o contrário da anterior - a pessoa até gosta do parceiro, mas é tão auto-centrada, se acha tão a última bolacha do pacote, que não tem ciúmes simplesmente porque "como ele poderia sequer cogitar estar com outra pessoa que não eu?"
Triste, pois isso leva ao desinteresse do parceiro com o tempo.
Ser 100% seguro o tempo todo é chatíssimo!
A empáfia do convencimento é chata porque ninguém gosta de um metido e convencido! Que acha que está seguro demais por ser fodão, e que você tem SORTE em tê-lo.


2) FALTA DE IMPORTÂNCIA MESMO
A falta total de ciúmes faz parecer que você não tem valor! E pode não ter mesmo...
Se a pessoa não sofre nem um pouquinho de medo de te perder... bom, talvez pra ela tanto faz como tanto fez você estar ali ou não. Se não estiver, ela arranja melhor.
Argh. É tão ruim quanto ter ciúmes demais! Te minimiza, te menospreza.

Enfim.
Em resposta às perguntas: sim, eu tenho ciúmes, normal. Mas não exagerado. Só um pouco. E jamais condenaria ele com o meu ciúme por uma situação que estivesse fora do controle dele (alguém achar ele bonito, ou cantar ele. Eu poderia ter mais ciúme da resposta dele à questão).
Ciúme dele achar alguém gostosa, ou bonita? Tenho, lógico, mas é leve - se ele quisesse ficar com alguém mais gostosa ou bonita, não estaria comigo, uai! E eu tenho que ter em mente que existem trocentas mulheres mais gostosas e bonitas do que eu.
Eu teria muito mais ciúmes se ele achasse um mulher interessante, divertida ou inteligente, e momentaneamente ficasse encantado ou desse mais atenção a ela. Isso aciona meu ciúme, porque aciona minha insegurança, como eu expliquei acima.

Mas eu acho que o ciúme é válido; é até gostoso!
Mostra que a pessoa sabe que você tem valor aos olhos dos outros, e que você é importante pra ela, e que ela não está disposta a te dividir ou te perder. Uma delícia. Como tudo na vida, é bom com equilíbrio.
Eu, por exemplo, jamais ficaria com um cara que tivesse ciúme 0! Eu adoro que tenha ciuminho de mim!
Mas tem que ser aquela coisa leve, e que dura minutos, sem grandes repercussões. Apimenta o negócio e záz.

Você faz um charminho, um beicinho, dá uma emburradinha, a pessoa te reassegura da sua importância e que você é único e... ACABOU!
Sem grandes "DRs", sem neuras, sem cobranças monstruosas.
Porque se rolar isso... bom, está acontecendo alguma das situações que eu falei acima.
E é bom descobrir logo qual é.


quarta-feira, 20 de outubro de 2010

SO, SO TIRED!


Passei o dia na rua resolvendo coisas hoje, e estou tão tão cansada!
Só entro aqui mesmo pra responder comment e dar um oi por pura força de vontade, rs.

Eu super não ligo de trabalhar até de madrugada, virar noite e tal... mas ficar na rua desde cedo, fazer reunião cedinho me tira o gás. É que inverte meu bioritmo, acho.

Bom, amanhã prometo escrever um post bem legal sobre CIÚMES.
Estou pensando no assunto há alguns dias.

Aí queria levantar a bola aqui, enquanto o post não sai (e eu durmo, rsrs). Só pra vocês já irem pensando no assunto:

VOCÊ É CIUMENTO?
Muito? Pouco? O que te dá ciúmes?

Pensa aí. Amanhã a gente conversa.
Eu tenho uma teoria bem formada sobre os motivos do ciúme e o que é de fato o ciúme (espero não ofender ninguém, ciumentos ou não ciumentos, rs. Mas é a MINHA opinião, né? Não a verdade absoluta, óbvio)
Curioso??? rsrsrs

MANUAL DO DONO DE PET!


Tanto que eu andei em veterinário, escutei dos vets um monte de história cabeluda. Claro, se tem gente sem noção até dizer chega nesse mundo, é óbvio que o que não falta é dono de pet sem noção! rs

Aí, depois de dar muita gargalhada das histórias e me espantar com a monguice das pessoas, pedi ao meu amigo e vet dos caninos pra reunir tudo num texto.

Acabou virando o manual de conduta do dono de pet.
Porque assim, vet é um profissional como qualquer outro, e como todo profissional tem aquelas coisas que odeia que aconteçam em seu consultório, né??

Não vou colocar tudo de uma vez, que tem é coisa. Então essa fica sendo a PARTE 1 (o texto é dele, e os comentários em rosa são observações minhas, ok?)


Manual do Proprietário de Pets

Definições
1) Cachorro – animal quadrúpede que em condição normal não precisa de colo. Se alimenta de produtos cárnicos e/ou ração comercial (ração comercial não inclui biscoito, iogurte, chocolate, rabanada, Big Mac e afins) (vixe... os meus vão bastante no colo, mas tento não abusar da paciência dos outros)

2)     Gato – animal que não mantém nenhuma relação com o anteriormente descrito.
Também se alimenta exclusivamente de produtos cárnicos / ração comercial. Desde a domesticação os gatos exigem caixas de transporte para maior conforto das 3 partes (o animal, o outro animal e o veterinário)

Anatomia – os cães e os gatos possuem a anatomia praticamente igual a dos humanos. Sendo assim onde há órgão há possibilidade de doença. Sendo assim controle sua surpresa idiota diante do diagnóstico de cardiopatia, por exemplo.

Fisiologia – apesar da similaridade anatômica, a fisiologia do seu pet é bastante diferente. Por conta disso aquele seu sobrinho acadêmico de medicina tem a mesma utilidade que uma coca cola sem gás. (juro que nunca tentei tratar os caninos com amigo médico... rs)

Farmacologia 1 – chá de quebra pedra, espinheira santa, garrafada da Bahia, são ótimos pro pet da sua vizinha. Se vc levou seu animal a um Vet o entendimento é de que vc busca atendimento técnico. Logo deixe as mandingas pro ambiente domiciliar apenas. (e homeopatia com os pets... vale?? rsrs)

 Guia do Atendimento Veterinário

As regras desse guia visam a economicidade de tempo e a não pagação de mico. (fiquei tensa que ele incluísse um monte de gafes minhas... mas ele foi bonzinho e pulou as minhas mongolices, rs)

1)               Identificação (idade) – Evite contar biografias pra chegar em apenas 1 número (mesmo que ele seja estimado)

2)               Preliminares – se seu cão estranha pessoas diferentes, se é bravo, inseguro e/ou ataca puramente – avise a quem vai abordar o animal. Vets e auxiliares não precisam descobrir isso com a própria mão. (ele me contou vários casos de vets mordidos. Tem que avisar mesmo!)

3)               Ambiente – haverá uma mesa na sala de atendimento. Essa mesa divide o ambiente em lado do Vet e lado do Proprietário. Se nenhuma informação foi dada, evite o lado onde estejam as gavetas, escaninhos, armários. Vc não sabe, mas lá é o lado do Vet. Evite também ficar na porta por mais atraente e agradável que pareça. (eu fiquei na porta!!! rs. Mas já me desculpei com ele. Fico meio tensa com "procedimentos" e estava nervosa... ficar na porta foi medo de entrar mesmo. Mas meu caso foi emergência, num atendimento normal não tem porque, né??)

4)               Companhia 1 – alguns animais ficam mais confiantes com o proprietário por perto, porém outros reagem de modo inverso. Então vc pode ser convidada a aguardar afastado do animal. Relaxe, ninguém vai arrancar o rim do seu cachorro nesse intervalo, muito menos abusar sexualmente dele. (hahaha)

5)               Companhia 2 (criança) – pode parecer legal levar a criança pra acompanhar a rotina de cuidados com o animal, mas isso só é verdade quando a criança participa moderadamente do exame. Seu filho pode ser lindo, falar 10 idiomas, mas naquela hora o ator é o animal. Logo controle seu filho se ele tenta plantar bananeira, lamber a mesa de exame, enfiar o dedo no olho do cachorro, abrir lata de lixo. Pode até dar uma porrada nele, seu Vet nem vai notar – ele certamente tá doido pra fazer o mesmo. (Acho que a vez que a Memée foi lá, se comportou, rs)

6)               Companhia 3 (crianças) – exame Vet não é passeio no parque, então não promova excursões ao consultório leve somente os seus filhos.

7)               Diálogo 1 – É terminantemente proibido vc falar, suspirar, pensar ou mover as suas vísceras durante as auscultas médicas. (isso deveria valer pra consultas humanas também. Uma amiga médica fica pau da vida quando o paciente resolve contar a vida na hora de auscultar)

8)               Diálogo 2 – durante o exame vet vc será perguntado sobre coisas que parecem idiotas. Responda-as, não ache ofensa ou que esteja passando por algum psicoteste. Algumas dessas besteiras são dados importantes.

9)               Diálogo 3 – lugar de botar briga de casal em dia é em casa, vara de família ou psicanalista. Portanto deixe esses detalhes macabros exclusivamente para a sua privacidade. Vc tem direito a ela, use-a. (surreal brigar em consultório de vet! Aliás, surreal quebrar pau em público. Que feio)

10)           Diálogo 4 – mentira. Um dos maiores entraves do exame. Se seu cachorro comeu maconha – diga a verdade. Consultório não é delegacia, vc não será preso.

11)           Diálogo 5 – não se acanhe em perguntar, mesmo que seja besteira. Pergunta idiota é resolvida com explicação, mas atitude idiota pode matar seu animal. (e perguntar demais, feito eu?? Não causa ganas assassinas??? rsrsrs)

12)           Diálogo 7 – adestramento: consulta clínica não é momento pra demonstração de adestramento, principalmente se o animal nunca foi adestrado. Vc vai querer passar a idéia de que o animal é idiota, mas a sua imagem já estará comprometida pra sempre. Deixe os comandos pra sua esposa ou pra sua sogra. (até porque caninos são como filhos - em casa fazem tudo. Quando você conta e tenta que eles façam na rua, eles só te embaraçam, rs)

13)    Métodos – a temperatura corporal dos animais é medida pela via retal. Portanto controle a sua emoção, paixão, indignação ou homossexualidade recalcada quando chegar esse momento. (eu sofro!! rs. Até comprei aquele termômetro de medir temperatura no ouvido, só pra eles, rs)

Ah, vai.
Até que lendo o manual não me peguei pagando muito mico :)
E até que o manual está pegando leve - se vocês ouvissem as histórias que ele conta, dos malucos que aparecem por lá...

terça-feira, 19 de outubro de 2010

FRASE DO DIA


Eu, para a depiladora:

"AINDA BEM QUE SÓ TENHO DUAS BANDAS. SE TIVESSE QUATRO, DAVA UM JEITO DE ME MATAR AGORA".

MAMÃE "NASCIMENTO"

Lembram do post recente do Nascimento, né? E como eu falei da questão da fragilidade feminina, certo?
Pois um causo que minha mãe me contou ontem ilustra bem o negócio, e só comprova o que eu disse.

Mamis tá com o braço machucado. Tá sensível, fazendo fisioterapia e coisa e tal.
Daí ela estava numa van, indo pro trabalho na cidade, quando entra um cara ENORME no diacho da van (ODEIO VAN!).
Tudo bem; o cara era grande, e já ficou meio espremido no lugar. Mamis cuidando pra não esbarrar no braço.
Só que lá pelas tantas o "efeito van" bateu, sabe como? O cara dormiu e começou a cair em cima dela.

Quem conhece minha mãe sabe que se tem uma coisa que ela é, é fina. Não tem um grama de barraqueira no corpo.
Então cutucou o meliante e gentilmente, em voz baixa, avisou que ele estava dormindo e caindo em cima dela.

Mermão!
Ela contou que o cara deu uma surtada, começou a gritar com ela, chamou ela de VELHA, MAL AMADA, que estava reclamando à toa, que não devia ter MARIDO NEM FILHO e não tinha mais o que fazer, e continuou....

Ela começou a discutir com ele, disse que ele estava sendo grosseiro, e que não tinha culpa dele estar caindo, e que tinha falado baixo com ele, e ele... nada!
Continuou berrando que ela deveria IR LAVAR UMA LOUÇA e baixarias assim.

Pô, minha mãe não é nada velha, mas é uma mulher pequena, de constituição delicada, olha que sacanagem!
Fiquei puta só de ouvir a história!
E sabe do que mais? NINGUÉM na porra da van abriu a boca pra dar um AI!
Como pode, as pessoas presenciarem uma grosseria dessas e não falar nada????????
Nego tá muito "cada um no seu quadrado" mesmo, sem querer se comprometer com nada...

Bom, em dado momento, mesmo ela rebatendo e coisa e tal, começou a ficar nervosa com o ataque, tirou o celular da bolsa e ligou pro meu irmão.
Agora é que vem a parte que mostra como homem pode ser ABUSIVO quando se trata de mulher, e afina na hora de tratar com outros homens.

Ela não falou nem o que meu irmão era. Ela foi muito sutil, como minha mãe sabe ser. Quando ele atendeu ela disse:

- Oi, meu filho. Tudo bem? Você está na DELEGACIA, ou está em ação? Ah, tá. Não, não é nada... é que tem uma pessoa aqui comigo na van me agredindo verbalmente, e eu queria saber se você viria aqui se eu precisasse. Não, não... não precisa vir... era só pra saber, se eu precisasse...

E continuou assim. E nem era onda nem nada - ela estava falando com meu irmão, que disse que iria lá na mesma hora.

Sabe que o cara BOTOU O GALHO DENTRO???!!!
Imediatamente?!
Não deu mais UM PIU!!!
Babaca, né? Crescer pra cima de mulher é mole, mas é só ver outro homem na história, ouvir a palavra "delegacia" e começa a se cagar....

Quando ela me contou a história, ela disse que ao ler o post se identificou de pronto. E que ficou cheia de raiva de ficar impotente também.
Não tem aquela que Deus não dá asa à cobra?  Pois minha mãe também trabalha numa delegacia, e tem porte de arma. Mas não anda armada. Podia ter dado uma carteirada no cara, mas ela NUNCA faz isso.

Já eu NUNCA poderia ocupar uma posição assim, pois eu abusaria FÁCIL do negócio a toda hora. Perderia a cabeça.
E iria ser arrogante como o quê, medindo pica a torto e a direito com esses tipinhos....
Humpf!

DANDO UM CALDO AINDA, RS


O B tinha uma reunião no Shopping Leblon, e eu aproveitei pra ir junto e ficar saracoteando por lá.
Bom, né? Lá tem Starbucks e eu estava na vibe de olhar vitrine e tals. E se o tempo desse, depois a gente iria pegar um filme.

Só que a tal reunião durou hooooras, e eu vi cada vitrine umas 54 vezes, e ainda deu tempo de tomar sorvete no Mil Frutas, olhar Vogues e Elles importadas e afins.
Tudo bem; estou andando toda distraída, quando um cara bloqueia minha passagem.

Antes dele abrir a boca, eu já sabia que ele não era brasileiro. Só pelo tipo e pela roupa (ele estava clean e fashion, com calça jeans, camisa branca e tipo uma palestina amarrada no pescoço).
Aí ele me vem com um papo em italiano, nitidamente me pedindo uma informação.
Fiz sinal com a cabeça que não estava entendendo nada, já que meu italiano se resume a tiramisu, polpetone, e outras coisas gastronômicas, e perguntei se ele falava inglês.

Ele sorriu e disse que "mais ou menos". 
Acabou que o inglês dele era bem MACARRÔNICO, mas dava pra entender.
E ele me perguntou que horas as lojas abriam. Eu respondi que as lojas não abririam, pois era feriado do comércio e tals, e ele fez uma cara de desolado e agradeceu.
Eu já tinha mandando um "de nada" e já ia saindo quando ele vira e pergunta se, já que ele não tinha mais como ir a nenhuma loja se eu não queria ir tomar um café com ele, e COMEÇOU A ME CANTAR, sorrindo e fazendo charme, senhoras e senhores!!!! 
Me chamou até de "Molto bella" (ou sei lá que catzo, mas sei que era elogioso, hahaha)

Só que aqui é que entra o porquê da minha surpresa, empolgação e o porquê de eu estar contanto a história: ELE ERA UM TREMENDO GATO!!

Tipo, não era o pedreiro desdentado aqui da rua, nem o vizinho coroa do outro bloco, nem o pai divorciado de alguma amiguinha da criança, nem nenhum nerd ou coisa e tal (os nerds me amam, rs).
Era bem branquinho, assim, com as bochechas meio coradas, cabelo e olhos castanhos, um nariz bem reto e bem masculino. Devia ser só um pouco mais velho que eu. Só não era muito alto.

Desculpa aê se você que está lendo isso agora é cantada a 3 por 4, e isso é super banal na sua vida, mas na minha não é, eu confesso! rsrsr
Não assim!
Primeiro que eu não saio muito, menos ainda desacompanhada.
Segundo que não tenho mais 20 anos.
E quando algum cara se engraça comigo, normalmente eu falei alguma coisa, fiz um charme, o cara começou a me achar interessante e tals.
Assim, só de ME OLHAR, é meeega raro, vocês sabem (ou está ficando, ao longo dos anos, rsrs).
Ainda mais um cara naquele nível, saca?? Sinal de que ainda DOU UM CALDO, hahahahaha.

Verdade que sempre só saí com caras bonitos, mas... enfim, como eu disse, anda cada vez mais raro esse tipo de cantada.

Aí eu fiquei tentando segurar o riso IDIOTA, pra não parecer uma retardada completa, agradeci e expliquei que estava esperando meu marido.

E saí saltitando feito um SMURF, hahahahahahaha. Quando finalmente encontrei com o B, estava sorrindo de orelha a orelha.
Chéries, vou te contar.
Fiquei a noite toda me olhando no espelho e me sentindo, feito uma boba.
Como faz bem pro ego uma coisa dessas, meu pai! Eu tava esquecendo! Alguém que não se interessou por você porque você é legal, maneira, inteligente ou engraçada. Não! Alguém que só... olhou e gostou.

Super recomendo receber uma cantada assim de vez em quando pra animar a vida, viu?
Não podia ser sempre? Hein, hein?
Ou pelo menos uma vez por semana????
Ai, ai...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

PASTELZINHO DELÍCIA!


Nesse finde, quando encontramos os compadres Rafa e Déia, eles trouxeram PASTEIZINHOS DE BELÉM, aquele do Habib's mesmo, sabe?

Comi dois, e hoje passei o dia pensando nos tais pastéis...

Tem gente que não gosta muito de doces portugueses, pois levam muito ovo, mas sabe que eu adoro??
Acho que gosto de TODOS.

Hum... tem um Habib's aqui pertinho... acho que vou dar um pulo lá... rsrs


Foto: reprodução

SÓ UMA OBSERVAÇÃO...


Um anônimo chamou minha atenção (muito justamente) no post "A boa filha...".
Eu sei que é difícil pra novos leitores se integrarem de como funciona o meu esquema no blog.
E eu sei que às vezes posso não dar atenção individual aos leitores e ser amiga pessoal de todo mundo - acreditem, não é que eu não QUEIRA. É só que é impossível.

LEIAM LÁ que eu explico na resposta como me sinto em relação a quem lê o blog, ok?

E sim, os leitores são uma espécie de família pra mim.
Não bem família, a palavra certa seria "comunidade". Uma comunidade de pessoas que em determinado momento aqui estão lendo, me gostando ou me detestando, me concordando ou não. Mas ainda assim uma comunidade que me acompanha e sou grata por isso.

E eu sinto quando recebo comentários de leitores dizendo que se decepcionaram com alguma opinião emitida por mim.
Peeps, isso VAI acontecer!
Só se decepciona quem se ilude endeusando a pessoa.
Não achem que eu vou ser a sua "BFF" em TODOS os textos e opiniões - é óbvio que nem todo mundo vai concordar comigo o tempo todo. Eu não sou à prova de normalidade.
E eu tenho direito a meus dias de mau-humor, de falar merda, de rabugice e até injustiça. É MOMENTO.
Não dá pra ser racional e equilibrada o tempo todo, né?

Se nem Jesus conseguiu ser unânime, que fará eu...

O que importa é que não quero ninguém aqui com impressão cor-de-rosa de mim, ok?
Quem é leitor das antigas já sabe bem como toca o barco, rsrs.

Beijas maiores do mundo, tá?

ÁLBUM DE FAMÍLIA

NO FERIADO....


...FEZ UM SOLZINHO GOSTOSO....


....MAS ESTAVA VENTANDO PACA...


.... A PRAIA ESTAVA LINDA...


... E O DIA FOI MUITO DIVERTIDO.

ALGUÉM DÊ UMA BIFA NESSE GORDO!!


Eu sempre tive uma leve implicância com o Ed Motta.
Mas não conseguia identificar o que era exatamente.

Aí, vendo ele no Jô dias desses a coisa me saltou aos olhos.
Primeiro que a entrevista com o Jô estava um saco.
O Jô é um fofo, mas é muito apaixonado pelo som da própria voz, né?
Aí me pega pela frente um Ed Motta, e danou-se - todo metido a entendido de um monte de coisa, e os dois entraram numa de ficar competindo pra ver quem sabia mais.
*Bocejo*

Tinha que ver os dois gordos! Brigando pra ver quem citava mais coisas obscuras.
Um mencionava um quadrinho famoso, e o outro lembrava do nome do ilustrador. Aí o primeiro lembrava o nome do colorista, e o outro corria a dizer o nome do ilustrador de fundos!
*Bocejo 2*
Em dado momento da entrevista ninguém mais nem entendia sobre o que os dois estavam falando.

Enfim.
Mas eu descobri que o que me irrita é o seguinte: ELE NÃO CANTA COMO UMA PESSOA NORMAL!!
Como assim?
Simples - ele não canta PALAVRAS!

A cada duas frases que ele canta, é só DUBIDUTCHURADUBIDUTCHURA!!!

Canta direto, PORRA!!
Chato pra caceta ficar vendo ele fazer evoluções com a voz (nem tão boas assim).

Uma frase e lá vinha... DABDANRATATA.
Uma palavra e... DABTCHURUHUMIEI

ARRRRGH!!!!
Gordo pernóstico da porra.
E ainda se achando a última bolacha musical do pacote, imagina!
Dá não.
Tinha que ver a cara de tédio de quem assistia. Ele devia ter algum amigo que virasse pra ele e mencionasse: "aí, Ed, mermão, na boa? Essa porra não é maneira. Experimenta cantar a letra da música pra variar"

Felizmente, pra ele, deve ter gente que gosta de ouvir resmungo ao invés de letra. Gosto é gosto.
Se não ele não continuava cantor, né?
Ia ser fumador profissional de charuto, degustador de foie gras, ou sei lá mais que porra ele acha que faz bem pra caralho...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

VALE TUDO CANINO!

Lembram que a doida da gordinha está operada, né?
Espia só a filmagem que fiz dos dois brincando de brigar na cama: ela está completamente DESPOMBALIZADA!
Ginger também quer ser o capitão Nascimento, HAHAHAHAHA!

A filmagem está escura, como sempre (acho que isso não seria um problema se meus caninos fossem brancos, rs).
Mas dá pra ver a brincadeira dos dois. E ouvir a minha narração do negócio (bom praqueles doidos que gostam de ouvir a minha voz, rs)

DESEJANDO O CAPITÃO NASCIMENTO


Antes que eu tome uns beliscões por aqui, deixa eu explicar o título do post! rs.

Não é bem o que você está pensando. Ou talvez seja.

Eu sou fã pra caramba de Tropa de Elite. Mais ainda do BOPE de verdade, e mais ainda do Cap. Nascimento. Capaz que eu até pedisse autógrafo pra galera do BOPE se pudesse, rs.
Até porque pra mim bandido bom é bandido morto mesmo, e direitos humanos é o caralho. Mas enfim.
Nem vou ficar falando aqui como o filme 1 é brilhante, e como o 2 me deixou alucinada. E como o Wagner Moura super merecia um Oscar, rs. Deixa isso pros críticos cinematográficos.

Mas sucede que eu saí do cinema mais apaixonada ainda pelo Nascimento.
Mas nem é como você pode pensar.
Eu queria.... SER o Nascimento.

A declaração parece sem pé nem cabeça, vinda de uma mulher?? Pois a primeira coisa que eu disse (brincando, claro), na saída do sessão, foi: "vou me alistar".
E o B caiu na gargalhada.
A imagem do negócio é bem ridícula - eu, mais mulherzinha impossível, sem a menor aptidão física pra nada (ôpa! Quase nada, rs), sedentária, cheia de nariz em pé, querendo ser do BOPE. Nem brincando, né?
Mas, por mais louco e brincadeira que fosse, era um sentimento autêntico, por mais difícil que seja pra um homem entender o conceito.

Eles acham ok a gente babar no Nascimento, achar ele alfa, viril, foda, macho pra caceta... mas querer SER ELE????

Pois aí vai uma revelação acerca das mulheres que os homens talvez desconheçam:  A FRAGILIDADE DO SEXO.

Um homem não se toca, não sabe o medo que as mulheres passam durante toda a vida.
Toda mulher, desde bem criança encara as restrições que o seu sexo impõe: as mamães nos avisavam pra termos cuidado com estranhos, a não sentar no colo de ninguém, não nos deixavam sozinhas (com razão, diga-se!) no meio de "tios" que não conhecessem bem.

Mesmo as mulheres mais briguentas e fortes, se acostumam ao longo dos anos que simplesmente não podem ir de saia a alguns lugares, que não devem andar sozinhas à noite, que não devem circular por certos lugares perigosos.
Ficamos atentas a nossos copos em boates pra não colocarem nada dentro, somos orientadas a não entrar em carros de homens não bem conhecidos, escondemos nossos corpos longe de decotes em situações em que a companhia masculina é meio duvidosa.

Um homem andando sozinho no meio da rua à noite num lugar ermo passa despercebido. Uma mulher vira uma PRESA.

E é isso mesmo. Desde muito cedo somos presas. Nosso sexo nos torna presas (aposto que se você for homem, nunca tinha encarado a coisa assim certo? Nunca tinha se tocado de como as mulheres vêem o negócio).

Homens podem fazer mal a outros homens, em brigas eventuais e assaltos e tal; mas mulheres sempre vão ser visadas, até em situações que não ofereceriam perigo a outros homens.
Um homem mal intencionado vê outro homem no máximo como uma presa de assalto e agressão. Esse mesmo homem talvez não se contentasse só em assaltar uma mulher.

As mulheres tem outra coisa de valor, por mais escroto que seja colocar a coisa dessa forma. Uma verdadeira bomba-relógio entre as pernas. Homens normalmente só tem medo de apanhar de outros homens. Mulheres não.

E toda, TODA mulher cresce com isso - totalmente ciente de sua fragilidade, de sua incapacidade de se defender. Encaremos - mesmo uma mulher atlética, forte, corajosa, briguenta, treinada até, sabe suas limitações frente a um homem.
A maioria dos homens é mais forte que nós, e ponto. Podemos até nos defender, mas se ele estiver determinado a nos infligir algum dano...

Algumas mulheres, felizmente, passam a vida toda somente em suspense frente à ameaça constante. Outras, infelizmente, encaram desde cedo ou em algum momento os punhos e/ou abusos masculinos. E essas então tem ainda mais ciência da precariedade de sua condição.

E isso me irrita.
Me irrita não ter paz.
Me irrita poder ser vitimada.
Me irrita ter sempre medo do que pode me acontecer em diversas ocasiões.

Nas duas mais recentes, que foram o arrastão e o assalto dentro de casa, o que eu pude fazer?
Nada.
Não pude me defender.
E olha que nem fui muito ameaçada fisicamente. Pelo menos na segunda vez.
Mas se tivesse sido, se os "amigos" assaltantes tivessem resolvido que a minha camisola era interessante?
O que eu faria?
Nada.

E isso me tira o sono.
Andar na rua em alerta constante, me aborrece.

Então eu invejo o Nascimento!
Invejo sua capacidade de se defender, sua coragem e força, sua determinação e presença de espírito em situações de conflito! Invejo a liberdade dele. Queria ter esse... PODER. Queria ser super-herói, nem que fosse só por um dia :)

Engraçado como a maioria das mulheres, mesmo incoscientemente, procura esse fator de segurança e proteção nos caras e relacionamentos. O sonho do macho alfa, lembram?? ;)
Você poderia condená-las?? Eu não.

Mas que eu preferia ser o Nascimento.... poder dar umas porradas pra variar... ah, preferia, rs.