terça-feira, 30 de novembro de 2010

"MIM, GUERREIRO, VAI CAUTERIZAR VOCÊ"


Dia desses, cozinhando alguma coisa, sem querer ESBARREI num cabo de metal da panela e me queimei.
Olha, não foi fogo direto na pele, não foi espirro de gordura quente, nem água fervente - mas, mermão, COMO DOEU!

E foi só um cantinho de nada da minha mão. Eu sou durona com dor - devia estar doendo até bem mais do que eu senti!

Aí fiquei pensando no seguinte: tudo quanto é livro em que a história se passa em tempos remotos (como... a história dos cavaleiros da Távola Redonda, por exemplo), nego se CAUTERIZAVA com uma facilidade!!
Serinho - o guerreiro sofria um corte e... BAZZINGA! Toca botar a espada no fogo e cauterizar o machucado.

Se feria num duelo e.... ZÁS! Sem dó pedia que alguém fechasse a ferida dele com ferro em brasa.

Fala sério! Tudo bem que nessas épocas não tinha antibiótico, e as pessoas morriam de infecção e febre que nem mosca. E que um simples corte era motivo de pânico, mas... não tou levando fé que os caras se cauterizavam tão assim a torto e a direito não, com essa tranquilidade, rsrs.

Não do jeito que dói!!!

Eu nem sei se isso procede mesmo, essa de cauterizar. Ok, eu sei que se cauteriza....hum, útero, tá, já ouvi falar.
Mas e o resto? Se fosse mole assim, não seria uma técnica amplamente aplicada na medicina? (de repente é, não sou médica e não sei patavina. Mas nunca ouvi alguém falar que foi "ali se cauterizar e já volta", rsrs)

Sem falar na cicatriz, né?
Devia deixar um monte de cicatriz, porque a carne queima, ecoti.
Imaginem os bofes da época: todos cheios de cicatrizes de batalha e cauterização e... SEM DESODORANTE!
Ah, é. Ou você acha que tinha desodorante nessa época??
Nossa, devia ser duro gostar de alguém.... rs

O "KANI DE FRANGO"


Aqui no Rio, a Rica é uma empresa bem conhecida e conceituada. Não sei se está presente em outros estados.
E ela vende frangos e produtos à base de frangos. Sempre consumi muito os produtos da Rica, até porque a fábrica é em Jacarepaguá, perto da casa da minha mãe.

Enfim.
Um belo dia, no mercado, me deparo com um KANI da Rica.
Achei aquilo tão estranho!
Kani de frango?
Eu, na minha tontice, pensei desligada como é que estava ultrapassada, e como deveria ser moda o tal Kani de frango e eu nem sabia...

Aí, outra vez no mercado, não resisti e peguei pra ver melhor.
Claro que não era de frango porcaria nenhuma! Onde já se viu, Kani de frango?! rs
Mas mesmo assim fiquei encucada: não é estranho uma empresa que só lida com frango, de repente fazer Kani? Como se a Sadia de repente começasse a produzir... pão.
De onde tinha saído o peixe? Ou o caranguejo, sei lá!
Fiquei mega desconfiada.

Eu lembro que quando era criança via o caminhão da Rica passando, deixando a rua fedorenta, com aquele monte de frango vivo...

Depois de um tempo, acabei comprando o diacho do Kani - era muito mais barato que a marca que eu estava acostumada, e eu tinha que provar! Curiosidade é uma bosta.
E o Kani é... ok.
É bom. Nada demais, nem de menos.
Normal.

Te confesso que fiquei decepcionada.
Sei lá.
Eu, na minha fantasia conspiratória, fiquei esperando encontrar um gostinho de frango escondido lá no fundo, hehehe.

EU QUERO


Eu sou uma garota The Big Bang Theory. Quero uma baby look BAZZINGA!
Na LOJA GEEK.

PS: pra variar, não é jabá. Loja Geek, pode me comprar com camiseta e caneca Bazzinga que tá ok por mim, rs.

NUMB

Eu sei que eu repito as mesmas músicas, over and over again.
Mas é o que eu estou ouvindo hoje, over and over again. (essa vale à pena entender a letra)


I'm tired of being what you want me to be
Feeling so faithless, lost under the surface
I don't know what you're expecting of me
Put under the pressure, of walking in your shoes

(Caught in the undertow, just caught in the undertow)
Every step that I take is another mistake to you
(Caught in the undertow, just caught in the undertow)

I've become so numb
I can't feel you there
I've become so tired
So much more aware
I'm becoming this
All I want to do
Is be more like me
And be less like you

Can't you see that you're smothering me
Holding too tightly, afraid to lose control
'Cause everything that you thought I would be
Has fallen apart right in front of you
(Caught in the undertow, just caught in the undertow)
Every step that I take is another mistake to you
(Caught in the undertow, just caught in the undertow)
And every second I waste is more than I can take

I've become so numb
I can't feel you there
I've become so tired
So much more aware
I'm becoming this
All I want to do
Is be more like me
And be less like you

And I know:
I may end up failing, too
But I know: you were just like me
With someone disappointed in you

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A PRINCESA E O PLEBEU


Parece engraçado que hoje em dia as pessoas ainda se preocupem com isso.
Mas se preocupam.
Talvez eu pensasse nisso também, se fosse solteira.

Uma amiga começou a sair com um cara com muito mais grana do que ela. Muito mais, assim, realidades totalmente diferentes, saca? E ficou um pouco preocupada.
Outro amigo, certa vez, comentou que se sentiu intimidado em sair com uma mulher que tinha muito mais grana do que ele.
Outra, em outro momento, ficou meio indecisa, quando se interessou por um cara com uma condição social radicalmente inferior à dela.

As pessoas tendem a procurar parceiros dentro de seu próprio círculo social, cultural e financeiro, isso é fato. Mas, mais ricos sem casam com ricos, e pobres se casam com pobres do que qualquer outra coisa. Ou então estão mais ou menos no meio e um só tem um pouco mais do que o outro.
Mas existem os que atravessam as... "castas".

Se eu sairia com um cara muito mais rico ou muito mais pobre do que eu? Te digo sem dúvida que sim.
Se isso seria fácil? Bom, aí já são outros quinhentos...
Porque a DINÂMICA das coisas é complicada, temos que ser realistas.
Eu não sairia com uma pessoa com um nível CULTURAL diferente do meu, isso é fato. Sobre o que conversaríamos? Como entenderíamos as referências mútuas? Isso acho complicadíssimo. Namorar fora de sua própria tribo já é complicado...
Mas grana? A pessoa pode estar (ter) tais e tais condições financeiras naquele momento (pra mais ou pra menos), independente da realidade cultural dela.

Mas entendo a preocupação.
No caso de se sair com uma pessoa com muito mais grana, será que eu ficaria desconfortável: "e se ele pensar que eu estou interessada no dinheiro dele?". E como seria não poder acompanhar economicamente ele? Me sentiria humilhada, constrangida?
E no caso inverso? E se ele não acompanhasse meus gostos, minhas saídas?
Como funciona? Quem tem mais se encarrega de deixar equilibrado?

Como enxergo o dinheiro de forma muito fria e desapaixonada, acho que não teria problemas em igualar as coisas, se eu tivesse uma condição melhor. Mas será que a pessoa encararia com tanta naturalidade, se no caso eu é que não tivesse carteira? Não sei.

Complicado, né?

Tipo, imagina na cena - você sabe que o cara é duro, e vai ao cinema com ele. Quem paga? Cada um paga a sua? Você paga a dos dois, e diz a ele pra pagar a pipoca, pra ele ficar confortável? Deixa ele pagar, mesmo sabendo que isso vai pesar pra ele?
Como faz então? Algum solteiro explica??

Olha, te juro que não sei como reagiria.
Acho que preferiria fazer como faço hoje - meu dinheiro vai pra mão dele, e ele se encarrega do dinheiro dos dois. Acho mais fácil, complica menos, eu não gosto de lidar com dinheiro mesmo e nem sou boa com isso.
Mas isso funciona com casados e pessoas que tem mega intimidade. Com namorados não sei se funciona bem.

Outro problema de se namorar/casar com alguém de uma realidade econômica radicalmente diferente, é a questão social. Não que eu dê uma bunda de rato (tradução tosca de rat's ass, rs) pro que pensam pessoas e famílias.
Mas conheço um monte de gente que foi acusada de dar o golpe do baú...
E isso é chato, né? Mina a relação.
Se os dois não tem cabeça pra lidar com isso, fazendo graça, se eles levam a sério, pode ir tudo pro vinagre.

Acho que eu, como sou uma boba pra esses assuntos sérios, provavelmente faria piadas chamando o cara de "durango kid", e faria brincadeira sobre pagar as coisas. Ou me chamaria de "tramp" (como "Lady and the tramp" - "A dama e o vagabundo") e também faria píadas a respeito, sobre o serviço de caridade "adote uma namorada carente", sei lá, rs..
E se fosse pros dois ficarem juntos, ele que embarcasse na brincadeira, e também não desse a mínima pro negócio.

Mas a gente sabe que não é tão fácil assim. Especialmente com os homens. É verdade!
Eles levam essa coisa de dinheiro muito a sério - tendo ou não tendo, não importa.

Que coisa, né?
Encontrar alguém que encaixe com você já é tão complicado!
Não precisava de mais um questão pra perturbar!

E você?
Sinceramente, sairia com alguém de situação econômica radicalmente diferente?

QUANDO SE É RECONHECIDO

Sexta e eu nas bodas.
Sozinha, mas feliz.
Quer dizer, sozinha de marido, né? Porque os amigos estavam lá.
Cheia de mojito nas ideias ("cheia", leia-se 1 mojito, ok mãe?? rs)

Estou sentada quando uma pessoa senta a meu lado:
- Oi, você não me conhece, mas eu leio seu  blog todo dia! Cadê o B? E a Memée? Sou sua fã!

Eu fiquei morrendo de vergonha, mas consegui engolir um pouco meu embaraço pra bater um papo super legal com a ALINE.
É tão inusitado isso acontecer e tão divertido!
Porque eu acompanho o blog de algumas pessoas, de alguns amigos. Mas não sei todo mundo que me lê! São agora.... cerca de 1.600 pessoas por dia, de diversos Estados e até países, olha que legal!

É divertido saber pessoalmente que REALMENTE as pessoas lêem o que você escreve. Que realmente se divertem (ou não, né, rs), e que tem algum tipo de relacionamento com você.
Mesmo sendo um relacionamento por vezes unilateral, pois eu não escuto a resposta ou não sei, mas é bom.
E o carinho é otimo, claro!

Obrigada por ter vindo falar comigo, Aline!

UM POUQUINHO DE TPM PRA VOCÊ...


Não me chame de queridinha,
não ache que sou boazinha,
não se engane comigo.

Não ache que sou perfeitinha,
que não me cobre postura,
não me bote nesse microscópio.

Eu não sou assim, certinha,
não tenho intenção de ser,
não saberia o que fazer.

Não espere que engula tudo,
minha raiva, minha mágoa,
não limpe seus pés em mim,
só porque eu não sei me defender.

Me tiraram a defesa cedo,
literalmente a pontapés,
mas me deixaram a indiferença,
e me deixaram a mim mesma,
que só dou a quem eu quiser.

Eu não quero me importar com você,
eu não quero sorrir pra você,
eu não quero ver seu rosto quando você se decepcionar.

Porque eu não sou sabida,
eu nem sempre faço o que falo e devo,
eu quero ter o direito, de poder errar e me aborrecer.

E pouco importa hoje,
se você gosta do que vê,
se vai te apetecer.

Eu posso te mandar à merda,
sem a menor crise,
sem a menor compreensão.

Se não sou certa, se não sou santa,
se esperaria que não pudesse cobrar de volta,
mas posso.

Porque no meu mundo você tem que agir direito,
tem que ser quase perfeito,
tem que saber o que dizer.

Não me jogue seus problemas,
eu não quero mais sentir, eu não quero mais me importar,
eu não quero lembrar de você.

A bem poucos dou pedaços de mim,
por muito que dê atenção a tantos,
então cuido dos meus pedaços que vão por aí assim.

Se você me machucar,
eu vou saber revidar,
eu vou te riscar de mim.

PS: desculpem começar a segunda assim.
Mas é segunda.
E segunda com TPM e tendo que ir fazer exame de sangue.
Não estou no meu melhor momento.

sábado, 27 de novembro de 2010

BICHINHOS COM CRISE DE IDENTIDADE

É sabido que eu gosto de dar nome às coisas e pessoas.
E apelidos. Qualquer coisa, pessoa ou situação - nada se salva. E nem sempre são nomes que existem, porquer se tem coisa que gosto também é um neologismo. Sou daquelas malucas que já tem nome pra 50 filhos, se os tivesse, rs.
Com os caninos não seria diferente.

Eu botei nome nos caninos antes mesmo de ter comprado/ganhado eles.
Tinha certeza, por exemplo, que queria um dasch chocolate (não caramelo, chocolate) por que queria um que fosse da cor de gingerbread.
Só que os pobres pouco são chamados pelos nomes, e acho que eles tem uma certa CRISE DE IDENTIDADE! rs.

A bola da vez é a GINGER, coitada, que muito chamo de "Gordinha", por causa de seu porte... esbelto, rs.

Não lembro agora por que cargas d'água, mas numa roda de amigos, há algum tempo, alguém perguntou o que era um VISON.
O B também não sabia o que era. Eu fui explicar que era um mamífero, assim, parecido com uma lontrinha e que nego usava pra fazer casaco de pele.
Quando chegamos em casa, eu googlei uma foto do bichinho e mostrei pra ele "viu? Hum... parece até a Ginger né..."

Daí danou-se! A canina começou a ser chamada de vison pra lá e pra cá. E com cara de não estar entendendo nada.
Depois ela foi castrada, e ficou com a barriguinha costurada. Eu achava uma graça tremenda naquela barriguinha costurada dela!

Falei pro B:
- Não parece aqueles patos desossados, que a gente vê em restaurante chinês?

E... ZÁS!
Começamos a chamar a pequena de DESOSSADA. Quando muito inspirados, chamávamos até de VISON DESOSSADO.
E foi um tal de "ô, desossada, vem cá!", "vison desossado, vai deitar!" e coisas assim. E ela olhando pra gente com cara de paisagem, rs.

Pra completar, essa semana começou o negócio do LEMINGUE.

Como ela é estabanada, doida e vive se jogando das coisas, eu disse que ela parecia uma suicída.
Que nem um... lemingue.
De novo o B me perguntou que raios era um lemingue e de onde diabos eu tirava essas coisas.
Eu fiquei rindo.

- Lemingue... sabe? Aqueles bichinhos, que parecem umas marmotinhas e se jogam de barrancos em bandos... ??

E toca chamar a pobre de lemingue pra cima e pra baixo.
Sabe o que é pior???
ELA ATENDE!! rsrsrs

Te juro que o marido me olha às vezes como se eu fosse louca.
Ou como se fosse a maior detentora de cultura inútil do planeta.
E a canina me olha com divertimento e desconfiança.
A desconfiança de nunca saber como vou chamá-la, coitada!! rs

PS: depois fui pesquisar os lemingues e parece que a história do suicídio não é bem assim.
Ficou disseminado desse jeito por causa da Disney, que parece que fez um filme mostrando os bandos cometendo suicídio em superpopulação.
Mas parece que não é bem suicídio.
Enfim, não sou bióloga, e os bichinhos são um mistério!! rsrsr

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

BODAS


Ele vira pra mim:
- Essa festa que nós fomos convidados é festa de...?
- Bodas.
- Ah... bodas de quê?
- De CORAL.
- De coral?? Ué, achei que só tivesse de prata e ouro!
- De coral são 35 anos... é mais que de prata.
- Hum... quer dizer que tem bodas pra cada ano de casado?
- É, pra cada ano.
- Sério?? Então nego inventou uma boda para cada ano de 1 a 100??
- Err... não acho que as pessoas possam fazer 100 anos de casados... rs
- Você entendeu!
- É, tem uma coisa pra cada ano de bodas - papel, vidro, madeira, diamante, couro...
- COURO!!!??
- É - risos - tem uma boda de couro.
- A nossa é de quê? A de 9 anos?

Me pegou desprevenida.
- A nossa? Hum... não sei... tenho que ver... mas seria a de 14 anos, não de 9. É o casar que conta, não a festa, né?
- Tanto faz - você sabe alguma das duas, por acaso?
- Não.

Ele, pensantivo e meio sacana:
- Espero que não seja a de couro...

Fez uma pausa de um minuto e voltou à carga:
- Então tem uma coisa pra CADA ano... olha, não sei como tem tanto...MATERIAL assim!
- Vai ficando mais nobre com o passar dos anos. Começa simples, com o papel, e chega no diamante...

Mais uma pausa, até ele chegar à conclusão de que era informação de mulherzinha demais pra ele:
- Cara, esse povo não tem mais o que inventar!

Ele deixou o assunto de lado, mas acho que ele achou meio pornô esse negócio de bodas de couro, rs.
Acho que vou dizer que é a nossa, só pra mexer com ele, rs.

PS: vou à festa sozinha hoje! Ele vai trabalhar.
Vou de colete à prova de balas, que tal? ;)

DIÁRIO DA DIETA - DIA 4 (COMIDA DE GUERRA)


Com tanta confusão, pulei o café-da-manhã ontem.
Péssimo, eu sei, mas estava envolvida em ligar pras pessoas e acompanhar os acontecimentos, e quando vi, já era hora do almoço.
Daí estava desanimada (e tensa) e almocei duas fatias de pão integral light com pasta de atum. Só.

No meio da tarde, auge da tensão, ataquei mais um bombom da caixa de chocolates.

E à noite, ainda meio sem fome, jantei umas fatias de queijo branco e 1 kani.
De sobremesa, me fartei com essas CEREJAS aí da foto, as primeiras que compro nessa temporada, e que estavam simplesmente divinas e doces.

Sim, comi mal.
E estraguei tudo com o chocolate.
Valeu pelas cerejas.
Hoje vai ser melhor.

A ORIGEM DO CHÉRIE


Agora que a novela Vale Tudo está reprisando, resolvi contar essa história.

Acontece que ela tem tudo a ver com a minha mania de chamar as pessoas aqui de CHÉRIE.
Quando a novela passou, influenciou muito a minha adolescência (acho que a de todo mundo na época, né??).
As personagens marcaram tanto que perduraram e viraram referência - anos depois, quando a gente queria chamar alguém de bebum, ainda chamava de Heleninha, e quando alguém era um tremendo vilão esnobe, era a Odete Roitman.

E a personagem da Lídia Brondi, minha favorita, influenciou minha vida - a SOLANGE era a mocinha que não era mocinha.
Decidida, independente, esperta... Tudo que eu queria ser!
Ela inclusive teve tudo a ver com a minha decisão de ir fazer Jornalismo!
Eu gostava de tudo nela - a irreverência, a franjinha que hoje seria quase Amélie Poulain, as roupas modernas (pra época), o cabelo vermelho... e o JARGÃO!

Eu achava o máximo do cool ela chamando todo mundo de chérie!

Daí quando criei o blog, há 3 anos, incoscientemente comecei a usar a palavra no trato com as pessoas, diariamente.
E pegou - eu agora só escrevo assim!

Não tive tempo de acompanhar a reprise ainda.
Mas vou começar a gravar.
Não posso perder a oportunidade de rever minha querida chérie! ;)

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

PLAYBOY


Agora que a situação aqui acalmou, vamos falar de outra coisa, que já estou esgotada de falar de violência e bandidagem.

Ontem, saí do trabalho e fui até a PUC buscar o B.
Demorei quase 2 horas de onde estava até lá, por conta dos incêndios e policiamento.
Quando cheguei, ele estava preocupado com a demora e com meu cansaço.

Abriu a porta do carro, me fez um afago dizendo "tadinha!" e pegou a direção.
Eu sorri e avisei:
- Trouxe uma coisa de aniversário pra você.

Ele perguntou o que era.
- Ah, uma besteirinha - respondi - Uma caixa de Stellinha (Stella Artois, a cerveja).

Ele ficou todo espantado e feliz.
Aí continuei:
- Trouxe também uma playboy...

Aí ele engasgou:
- Play... aquela das duas meninas juntas?????
- É - eu ri - Tinha no mercado, aí eu comprei pra você. Pra gente ver junto.

Ele ficou em silêncio uns instantes meio confuso:
- Você demorou séculos dirigindo no trânsito, que eu sei que te estressa, eu abro a porta do carro com medo, achando que você vai me receber com uma VOADORA NOS PEITOS de raiva... e você aparece com Stella e Playboy?!

Mesmo cansada, e com a cabeça rescostada no banco, consegui esboçar um sorriso.
Ele completou rindo:
- Olha... definitivamente acho que estamos chegando num outro nível!



(tudo bem que esse amor todo dele durou pouco - só até ele saber que eu paguei míseros R$ 0,69 na Stella. Aí ele me deu a maior bronca de não ter comprado logo umas 4 caixas! rsrs.
E tudo bem que eu também estava morrendo de curiosidade de ver a tal Playboy. Muito bonito e sensual o ensaio, a propósito. Gostei.

Só fiquei meio decepcionada pelo seguinte - achei que a Playboy tivesse montes de mulher pelada! Nem tem! Um monte de artigo, isso sim. Só meia dúzia de mulheres. E só muito peito e bunda. 
B... mesmo que é bom, só muuuito de relance.
Os caras devem ficar meio frustrados, rsrs
Ou eu estou sendo ingênua?!)

FORA DO AR


Devido à situação aqui no Rio, vou ficar fora do ar por enquanto, ok?

Quando me certificar que estão todos em casa e bem, volto com notícias.

Se você é do Rio - FIQUE EM CASA!
Se puder, avise onde localizar fontes de incêndio e violência e ruas fechadas pelo Twitter, ok?

LÁBIOS DE MEL


Mó chato você beijar alguém, e a boca da pessoa ser áspera
Acontece - às vezes sua boca não fica meio ressecada? Soltando aquelas pelinhas? Eu fico puxando as pelinhas com os dentes até machucar, é péssimo.
Além disso, tem aquelas pessoas que tomam muito sol nos lábios sem chapstick com protetor.
O lábio fica envelhecido e duro.

Bom, essa dica é pra meninos e meninas. Meninos também, sim senhor!
Podem parar de torcer o nariz, mocinhos! A gente sabe que vocês não fazem PORRA nenhuma pra se cuidar. Mas boca seca, áspera feito lixa não é legal! Bom é uma boca suave, convidativa... isso não tem nada a ver com masculinidade!

Eu faço assim: os esfoliantes normais são meio pesados pros lábios. E periga entrar na boca, e o gosto costuma ser ruim.
Aí à noite, antes de dormir, eu pego algumas colheres de açúcar (o normal mesmo), e misturo a umas colherzinhas de mel, até formar uma pasta espessa.
Depois, com a ponta dos dedos, vou passando a pasta na boca, e massageando.
Não seja uma animal de esfregar tudo, como quem tá ariando panela, tá??
Assim machuca e pode até sangrar.
Vai passando os dedos de leve, que funciona mesmo assim.

Quando você já esfregou bem, enxague com água na pia mesmo.
Aí, pegue um pouco de BEPANTOL (a pomada vende na farmácia, tem genérico, não é cara e é de uso em bebê), e passe, besuntando bem os lábios. A maior parte vai absorver. Pode deixar o resto.
Vá dormir.

Depois, pela manhã, você vem aqui me dizer como seus lábios estão incrivelmente hidratados, macios e deliciosos, tá? ;)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

DIÁRIO DA DIETA - DIA 3 (EU PEQUEI!!)


Ontem à noite o B estava jantando na sala vendo tv, quando me gritou:
- A Coreia do Norte está atacando a Coreia do Sul!!!

Corri pra lá e parei no corredor:
- Me fala o que tá acontecendo!!

Ele estranhou eu não entrar na sala:
- Ué, vem aqui. Você não está preocupada com os pitocos?? (os sobrinhos dele. É que a irmã mais velha dele está morando na Coreia do sul)

E eu torcendo as mãos de nervoso no corredor:
- Tou! Mas se eu me aproximar muito e sentir o cheiro de COMIDA QUENTE, vou pirar!!

Tá f....!!!!

Mas hoje pela manhã tive um incentivo - estava me trocando pra sair, ele me olha e fala "putz! Dois dias sem comer direito, e você já está mais magra!".
Fiquei toda me rebolando, né???

Aí comecei o dia meio destrambelhada.
O Rio sob ataque, e eu pensando "se for dar merda, foda-se a dieta! Eu vou comer bolo antes de morrer!" rsrsrs.
Acabei tendo que comprar alguma coisa no caminho do trabalho, pra tomar de café. Escolhi um Nescau de caixinha light. Leite, ok, mas chocolate também. Não teve muito jeito, mas foi isso.
Depois, no almoço-bandeijão do cliente foi melhor - comi uma sobrecoxa de frango ensopada , com salada de alface. Rá.
A foda foi que tinha cocada de sobremesa, e eu fiquei com vontade de bicar mesas, cadeiras e funcionários.

Aí não deu outra.
Não lanchei.
Fiquei hoooras presa no trânsito, por causa da polícia na rua. Hoooras mesmo.
O que aconteceu?
Ataquei a caixa de bombom Especialidades da Nestlé que estava no carro.
Explico - no meu cliente a tal caixa (que custa bem uns 8 reais), estava por R$2,99!!
Não tive como NÃO comprar!! Mesmo evitando agora ter em casa essas coisas.
Aí acabei comendo 1 bombom. Foi só UM, mas fiquei triste.

Depois em casa, jantei só uma omelete de queijo branco e tomate, e tomei litros de limonada diet.

Estamos assim por enquanto.
Veremos amanhã.

MINHA NOITE DE NÚPCIAS MALUCA


Hoje é meu b-day de casamento.
A festa, né, porque eu já era casada de fato antes.
Completando 9 anos agora. Em dezembro, comemoraremos o total de 14 anos.

Tava me lembrando - nossa noite de núpcias foi a mais engraçada EVER!

Como já morávamos juntos, não planejamos nada para depois da festa. Iríamos voltar pra casa com a criança, descansar e esperar a viagem de lua-de-mel (uma história à parte).
Mas nossos padrinhos, Fábio e Chiara, bolaram uma surpresa pra gente!

Já que o Fábio trabalha com o B, deu um jeito de roubar a chave de casa dele, mandou fazer uma cópia no horário de almoço, e devolveu sem ele perceber. Tudo na surdina.
No dia do casório, quando já estávamos na rua nos respectivos preparativos, eles invadiram nossa casa e prepararam uma mala pra gente.

E combinaram em segredo com minha sogra pra ela ficar com a criança.
No final da festa, depois que já tínhamos dançado e bebido T-O-D-A-S,  nos entregaram a mala e.... A RESERVA DE UMA SUÍTE DE FRENTE PRO MAR, NO OTHON DE IPANEMA, DE PRESENTE!

Foi o máximo!
Só que.
Eu não tinha levado roupa pra trocar e o B estava bêbado feito um gambá.
Então, imagina a comicidade da cena: 4 da madrugada, uma maluca vestida de noiva dirigindo uma Uno branca velha, com o noivo meio morto e bêbado no carona!!
E assim chegamos no chiquérimo Othon!! rs.

O vallet arregalou um olho do tamanho do mundo pra gente, e pegou a chave do carro com a ponta dos dedos, como se ela fosse um rato morto.
O B não se apertou e virou bem gaiato pra ele, ao melhor estilo "Axel Foley" (em Um tira da pesada):
- Não quero ver um arranhão nesse carro, hein?! Da última vez que estacionei aqui, ele voltou todo arranhado...

E entramos no hotel rindo como dois doidos. Até porque o carro estava mesmo com a lateral toda arranhada, porque eu tinha lambido ele numa cerca de metal dias  antes, rsrsr. Tinha que ver a cara do manobrista!

Já na suíte, rimos mais ainda com a mala preparada, pois o casal não só acertou nossas roupas de preferência (com direito a calcinhas, camisolas, sapatos...), como ainda incluiu alguns produtos de sex shop nela!! hahaha.

Bom, em nossa defesa, te digo que a gente tentou. Juro que a gente tentou alguma movimentação amorosa.
Mas depois que o B fechou os olhos e pediu meio enjoado "NÃO BALANGA! NÃO BALANGA!", desistimos, rs.
Ele foi curar a bebedeira na banheira, e eu pedi serviço de quarto porque estava morrendo de fome (qual a noiva que come no próprio casório??).

Tudo estaria bem.
Mas... pra completar, ele acabou DORMINDO NA BANHEIRA! srs
Acordou horas depois, meio se afogando e com os dedos todos enrugados.
Estranhando eu não ter chamado ele.
E aí me encontrou na cama... ainda de noiva e dormindo com a cara no prato de hamburger!! hahahah
E com uma batata-frita pendurada na boca!!!!!

É, esse negócio de núpcias não é pra amadores não, rsrs.
Mas a gente se divertiu horrores.

PS: foto horrivelmente scaneada do meu álbum de casamento.
Memée no colo (onde ficou boa parte da cerimônia), muito muito loira que era.

PS2: Binho e Chi - mil vezes obrigada! Nós vamos lembrar para sempre :)

terça-feira, 23 de novembro de 2010

DIÁRIO DA DIETA - DIA 2 (A DIETA DA GELADEIRA)


Pela manhã eu tomei um café com leite e adoçante.
Cheguei à conclusão de que se eu tinha direito a uma FATIA DE PÃO, que ia fazer valer - ia comer à noite, quando tenho 20x mais fome.

E nem venha me dizer que é pior jogar o carb pra noite. Eu já sei, mas é o único carb direto que eu como, então vou enfiar ele onde bem quiser!! rs

Na hora do almoço, abro a geladeira pra procurar a salada que eu pedi à empregada pra deixar pronta e... a gracinha esqueceu!!!
Comi, furibunda da vida, DOIS OVOS COZIDOS, com um prato de BRÓCOLIS. Ainda aquele de ontem.
De sobremesa comi uma banana assada com canela, sem açúcar, conforme me indicaram.
Tá bom, a banana tem carbs, mas são complexos e não simples como pão branco. Não fode, né, peeps.
Eu almocei OVO! Mermão, quem é que almoça OVO??!!!! Eu mereço comer a porra da banana! rs
Já não tou comendo chocolate, nem doce, nem pão, nem batata, nem bolo, nem arroz, nem... *suspiro*.

Enão me deixa com a banana, pelamor! Eu sou hipoglicêmica, não posso correr o risco de ficar desmaiando também!!

Ontem à noite, depois do meu queijo branco, kani e frutas, me comportei, não ataquei nada. Nem dei umas porradas no B, quando ele chegou à 1 da manhã e tomou meu iogurte Corpus.
Pô, a pessoa é magra, chega em casa sem jantar, pode comer de um tudo e toma... IOGURTE??? Diet??
Mandei ele comer um feijão com arroz, bater um prato de alguma coisa e ele me diz que é "muito pesado" praquela hora. Grr!!
Aí mandei ele se.... rs.

Agora à tarde tomei um iogurte desnatado, e comecei a ficar com raiva da geladeira.
É.
Acontece que eu me liguei que essa é a DIETA DA GELADEIRA!
Tudo que eu posso comer está na geladeira: salada, kani, ovo, queijo, salsicha, frutas, iogurte...

Então me rebelei e não abro mais o armário da cozinha!
Tudo que eu NÃO posso comer tá lá. Os biscoitos, as Ana Marias, o chocolate... (eu tenho criança em casa, né?)

Agora à noite vou ter um "jantarzão" - uma fatia de pão light integral tostada, com uma pasta de atum por cima, que tal? Preciso comprar uns pudins e gelatinas diet (eca, gelatina!), senão vou começar a ter fantasias eróticas com chocolate.
Sério.
Mas... so far, so good.

COMIDA.... KOSHER! RSRS


Essa "pérola" ouvi faz tempo, mas demorei a colocar aqui.
Mais uma das minhas amigas solteiras doidas, rsrs.

Mulher é um bicho engraçado - fica angustiada por umas coisas tão bobas!!

Essa me disse, muito tensa, que tinha travado no meio de transa, quando na "cara do gol" descobriu que o cara era circuncidado!!!

Antes dela continuar  a história eu já passava mal de rir.

- Não ri! Não ri! Eu nunca tinha visto.... UM!

E eu ria ainda mais. Aí respondi:

- O quê? Vai dizer que achou tão diferente, que chocou?!  Você estava procurando uma girafa e viu um puma?? Ah, não mete essa....
- Não, Elise, pô, sério. O negócio é que eu não sabia como... lidar com ele.

Eu não sabia se ria ou se ficava estupefata.
- Como LIDAR?? O que tem pra saber???

E ela muito séria:
- É que eu só sei usar o brinquedo... de abre e fecha! Esse não tinha capinha!! Não abria e fechava! Eu não sabia o que fazer pra agradar ele!!

Peeps, vocês não tem noção de como é quase fazer xixi de tanto rir!! Eu estava em cólicas!

- Caramba - ela continuou - eu achei que só os judeus fossem circuncidados!!
- Não, hoje em dia é normal sem ser judeu. Não tem nada a ver.
- Merda. Quando a gente lia Capricho, quando era garota, ninguém falava nisso! E de repente, tá aquele TROÇO PELADO me olhando!!

HAHAHAHAHAHA.
Te juro que queria continuar o papo a sério, até pra depois colocar no blog.
Mas é exigir muito da pessoa, que ela se concentre depois de ouvir alguém chamando um p... de troço pelado!!! hahahahaha

PRA PODER DIZER ADEUS



"What I was really hanging around for, I was trying to feel some kind of a good-by. I mean I've left schools and places I didn't even know I was leaving them. I hate that. I don't care if it's a sad good-by or a bad good-by, but when I leave a place I like to know I'm leaving it. If you don't, you feel even worse."
Holden Caulfield in Chapter 1 

(esse trechinho acima é do livro O Apanhador nos Campos de Centeio)

Eu odeio não saber que estou dizendo adeus.
De repente uma situação se acaba, e você não sabia que a última que você viveu era a última. E aí não pôde se despedir.

O negócio me tocou quando a criança fez piada sobre cartinha pro papai-noel. Acabou a magia do papai-noel. Acabou mesmo, não sobrou mais nada da inocência do acreditar. Não que isso me aborreça- aconteceria mais cedo e mais tarde, e até que durou muito.
Mas só quando tive certeza de que tinha acabado, é que me bateu a melancolia de que podia ter aproveitado ainda mais o negócio, enquanto durou. Quem sabe ter curtido mais a última vez? Mas eu não sabia que era a última...

Nós somos bobos, né?
Uma pessoa diagnosticada com um câncer e com só mais 6 meses de vida, vai ter 6 meses de vida mais plenos do que nós, sem tal diagnóstico.
A gente precisa ter noção de que alguma coisa é uma despedida, pra poder dar valor a ela. Pra olhá-la e VÊ-LA.

A gente deveria lidar com as pessoas e situações como se dissesse adeus o tempo todo.
Porque a gente nunca sabe quando vai ser a última vez, pra poder se despedir.

Já vi isso um milhão de vezes.
A pessoa dá um beijo corriqueiro no pai, e ele sai e morre. E ela fica se torturando a vida toda de que gostaria de saber que aquele beijo era o último. De poder ter dito que o amava.
Ou você rompe com uma pessoa, e fica lembrando a última vez que vocês se amaram, e fica sofrendo, querendo ter sabido que aquela era a última vez, pra poder guardar na memória.
Você deixa de ir jantar com a sua avó, no natal, e depois não tem mais a oportunidade de jantar com ela. E fica lembrando como você foi desatento na última vez que a viu, e como não deu valor àquele jantar que era o último.
E você não sabia.

Eu fico com raiva.
Das minhas útimas coisas que não sabia que eram as últimas. Da perda que senti por não ter dado mais atenção a elas.

Culpa minha, claro. Culpa nossa.
A gente trata as coisas como certas e eternas. Took it for granted!
A gente esquece que o tempo não nos pertence - o tempo nos é emprestado!

Eu não quero mais ser assim!
Eu quero poder valorizar cada coisa como se fosse a última vez.
Eu quero tirar de mim essa sensação desagradável de que a última passou, e eu não sabia.
Quero tirar de mim essa impressão de impotência.
Essa culpa, esse remorso.
Esse gosto ruim que fica, quando a gente não pôde dizer apropriadamente adeus.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

DIÁRIO DA DIETA - DIA 1 (FOI FODA)


Já comecei errado - perdi o café-da-manhã.
Estando já tudo invertido, comi um carré de porco no almoço, só com a couve e um prato de brócolis. Só couve - sem o arroz, nem a farofa de ovo. Nem a batata assada. Grr!
Já fiquei meio puta, né? Quem é que come carré só com a couve? Mas beleza.
Nem quis sobremesa.

O brócolis fedeu a casa toda pra cozinhar, Geez, Louise!!

Lá pelo meio da tarde, o B me liga. Pra pedir coisa.
- Não me pede nada, meu humor tá do cão.
- Como tá a dieta?
- Acho que já tou com bafão...

Gargalhada dele do outro lado da linha.
- Como você sabe? Não tem ninguém aí pra te dizer...
- Os cachorros estão se afastando de mim quando eu falo.

Mais gargalhada dele. É óbvio que é brincadeira - se eu não brincar, piro.

Depois, pedi do escritório pra empregada trazer uma banana.
Ela vira e pergunta: "- no microondas, com açúcar e canela?"
Grr.
Aviso que não, merda, não vai ser como sempre.
Só a banana.
Me sinto uma macaca comendo aquillo

Minha amiga Filé chega, pra um papo e trazendo presentes. Só assim pra me animar.
Lembro que tenho que servir alguma coisa, mas como ela sabe da dieta, avisa que já tinha comido na rua.

Faço só café. Café com leite; uma concessão, porque é o que eu gosto mais.

Comecei  o dia repetindo pra mim mesma "prefiro ser magra, prefiro ser magra...." e terminei resmungando "gorda é o caralho, gorda é o caralho..."

Ela foi embora e eu já estou azul de fome.
Agora vou ali comer 1 fatia de pão integral light (não comi pela manhã, e tenho noção de que vou desmaiar se não comer NADA de carboidrato), uma fatia de queijo branco e frutas.

Bom, pra primeiro dia, tá bom.
Será que já perdi  QUANTOS QUILOS?? hahahah.
Tou zoando.

Ah, podem relaxar que isso não vai virar blog de dieta não, ok?
É só pra ME ajudar a manter a linha e dar uma força pra mim mesma.
Se os posts ficarem chatos e mau humorados, é só pular esses, tá?

AINDA SOBRE ESTÉTICA


Adoraria dizer que meu corpo é aquele do meio - o de AMPULHETA.

Mas, quem eu quero enganar - é o primeiro. Eu sou o triângulo mesmo, saco.
Genética, não dá pra lutar contra.

Queria que nem todas as coisas fossem parar no meu quadril. Queria.

Bom, a única coisa que me consola, é que não acumulo gordura abdominal. Tenho medo disso.
Não por estética; mas porque sempre que vou à endocrino das primeiras coisas que ela mede é a minha circunferência de cintura.
Sabia que a gordura abdominal é perigosa? Perigosa MESMO!
Pra homens e mulheres, mas pra mulheres... é sério.

Um monte de mulheres não sabe.
Quem tem, deveria procurar um médico, só pra fazer uma revisão, dar uma cuidada....

Cada corpo tem seu estresse - tenho amigas que tem costas largas que vivem reclamando de camisetas e alças de sutiã.
Meu problema é aquela eterna coisa do "que passa no quadril fica largo na cintura".

Será que ninguém está satisfeito com o próprio corpo????
Qual desses aí é o seu tipo de corpo?

DAS COISAS QUE EU CONTINUO OUVINDO


- Fulaninho, ó que se você não parar eu vou te levar pra tomar uma injeção, hein?!

Só porque a criança estava mexendo onde não devia. Só pra ver a criança ameaçar choro e ficar com medo.
Normalmente eu entubo esse tipo de ignorância, mas às vezes a resposta escapole antes que minha censura funcione:

- Fulana (eu, com riso sarcástico), vê se quando o fulaninho PRECISAR tomar uma injeção de verdade e chorar e ficar com medo, não vai brigar com ele e chamar ele de medroso né...

Os adultos às vezes são tão babacas com as crianças.
Por isso que eu digo - a gente tem que fazer trocentas provas pra poder dirigir.
Mas qualquer idiota pode ser pai, sem a menor qualificação...

GUARANAZÃO 3,3!


Vi rapidamente na tv, e quase surtei - GUARANÁ ANTARCTICA DE 3,3 LITROS!!!

Sabem que eu sou viciada em guaraná zero com gelo, né?
Então eu fico toda felizinha com aquela garrafona de 2,5 litros - sempre compro dela.

Imagina agora com essa prima "megazord"???!!

Mas ainda não vi pra vender; alguém já viu e sabe onde tem?

Foto: reprodução. Foi a única que encontrei na web. Deve ser da câmera de alguém.

domingo, 21 de novembro de 2010

COMEÇANDO AMANHÃ - PANCADÃO NA GORDURA!



Então. Eu venho na minha manutenção de peso, como sempre.
Como/ compenso. Como/ compenso.
Porque me privar de doces e chocolates e comidas gostosas o tempo todo não dá, então a lei da compensação andava funcionando aqui.
Sim, remédio e slimshots deram uma ajuda, mas quando eu sabia que tinha uma coisa que queria comer... não tomava os danados.

Eu sei, eu sei.
Sem sermões e sem me mandar malhar. Capaz que eu mande alguém pra p.... rsrsrs.

MAAAAS... eu quero MESMO ir à praia sem canga nesse reveillon (e mais - nesse verão), então essa semana vou dar uma porrada inicial - tentar dar um impacto no peso e depois prosseguir mais leve.

Assim, a partir de amanhã (segunda, né, dia internacional de começar dieta, rs), eu vou fazer uma semana da Dieta de Atkins. É tipo aquela da proteína.
Não vou cortar TODOS os carboidratos, porque não sou maluca. E porque eu TENHO FOME, rs.
Mas, doces e meu querido chocolate (gulp!) vão ter de me deixar até sexta!

Vou fazer um relato diário aqui de como vai ser. Mas prevejo posts curtos e mau-humorados sobre o assunto, hehe.

Vamos ver, minha proposta para amanhã é:

- Café da manhã - 1 iogurte desnatado, uma fatia de pão integral light, 1 fatia de queijo branco

- Lanche da manhã - 1 fruta (comprei uvas, maçãs e laranjas. Acho que vou de laranja amanhã)

- Almoço - pratão de alface, tomate e brócolis. 1 filé de peito de frango. Se der vontade de sobremesa, fruta. Merda, esqueci de comprar a gelatina diet. Também, eca, odeio gelatina.

- Lanche - 1 Polenghinho ou 1 fruta ou 4 Kanis

- Jantar - Ainda não decidi. Vamos ver o que minha empregada vai preparar. Algumas salsichas cozidas na água e sal? Ovos mexidos e salada? Mais frango (eca)?

Vou fazer o post contando mais à noite, pra dizer se consegui comer só isso e como foi o dia.

E aí?
Alguém me acompanha??

PS: não recomendo ninguém a fazer dieta sem nutricionista, e nem seguir o meu relato. Se quiser saber mais sobre dieta da proteína e dieta Atkins, joga no Google e no site da Boa Forma, que você encontra os alimentos de referência e mais informação, ok?

PRA UM DOMINGO MAIS BONITO

Vi as fotos no SHAMPOO DE LARANJA e achei liiiindas!!


São as fotos da Anne Hathaway e do Jake Gyllenhaal na Entertainment Weekly !


Nunca achei esse cara nada demais - meio com cara de bocó, sei lá. Até tinha implicância com ele.
Mas mudei de ideia ao assistir Príncipe da Pérsia, onde comecei a achá-lo charmoso e simpático...

Aí fui ver essas fotos dos dois e BUM! Já mudei de ideia e já acho ele gato (viu como o gostar está no olho? rs)


E esse abraço deles dois, hein?
Hiperventilei!! hahahaha

Fora de brincadeira - achei as fotos e a capa lindas!

Pra deixar seu domingo mais.... bonito ;)

sábado, 20 de novembro de 2010

A SOBREMESA


Ontem foi b-day do padrinho da Memée, o compadre Léo.
Lembram dele, né?
Pois eu estava me arrumando pra sair, quando a criança dormiu. Estava esperando a gente se arrumar, e cochilou. O B foi, e eu fiquei. Lógico - o cara é o melhor amigo de infância dele. E alguém tinha de ficar com ela.
Coisas que os pais passam.

Acontece que a comemoração iria ser no Manuel e Joaquim aqui do shopping. Então, além de perder poder dar um abraço no meu "irmão", e o resto dos meus amigos, ainda iria perder a sobremesa de banana-frita com sorvete e.... MOJITOS.
Grrrrr!!!

Pedi a ele que trouxesse a banana pra viagem. Sabe quando você PRECISA de uma sobremesa, e não tem NADA em casa?? Pois é.
Fiquei acordada me distraindo até ele voltar, 1 e pouco da madrugada.

E a primeira pergunta foi - cadê minha sobremesa?

- Ih, Nita. Quando me lembrei de pedir, a cozinha já tinha fechado...

Dei aquele suspirada de frustração....

- Ai.... fiquei esperando até agora... e você não parou em outro lugar? No posto, um chocolate....?
- Bom, bem que na hora em que a cozinha fechou, o RAFA virou pra mim e falou "é melhor você passar no Habib's e comprar uns pasteizinhos de Belém pra ela".

Eu fiquei toda feliz! O Rafa é um gênio! Claro, o Habib's é aqui ao lado e... nham, pastelzinho de Belém!
- Legal! Cadê?????

A cara dele caiu.
- Você queria??? Habib's????
- Você não foi?!
- E eu sei lá o que é pastelzinho de Belém??!!

Comecei a rir. Brava da tontice dele e rindo.
- PORRA! Aquele doce! Você sabe.... eu adoro!
- Não sabia...

Mais suspiro meu exasperado.
- Por que você não OBEDECEU o Rafa??? -  meio rindo - não é possível que meus amigos me conheçam mais do que você!!!

Já conformada de não ter sobremesa, peguei o cel e liguei pro Rafa.
- Por que você não obrigou ele a ir ao Habib's...? - falei numa risada antes mesmo de dizer alô.

Só que quem tinha atendido era a Déia.
Na hora ela vira pro lado e fala pro Rafa.
- Viu? É a Elise. Tá ligando porque ele não levou nada. Sabia que ela ia ficar puta.

E virando pra mim:
- Bem que na hora que avisaram que fechou a cozinha, eu falei pra ele te ligar logo e perguntar o que você iria querer então...

TODO MUNDO AVISOU ELE!! Grrr!

- B!!!!

Mas ele, malandro, já tinha fugido do quarto, rs.

PS: hoje cedo ele me trouxe café na cama. Pelo menos ele compensa, o tratante, rs.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

O TIPO DE HOMEM PREFERIDO

Bom, já que desde ontem estamos nessa vibe estética, e o post do grego (coitado, rs) bombou, vamos a mais um "quebra-pau", rsrsr

Esse post foi sugestão da minha bela amiga Aline Frare.

QUAL SEU TIPO DE HOMEM FAVORITO??

As mulheres gostam mais dos morenos? Dos loiros? É verdade que as loirinhas se amarram num negão?

(não precisa ser o tipo do seu marido ou namorado. E não quer dizer que você só saia com caras assim - é o tipo que de cara te chama mais atenção)

LOIRO....



.... MORENO....



... BRANQUINHO...



... CHOCOLATE...


... OU CHOP SUEY??


Não estou falando DESTES caras especificamente, de quem é o mais bonito. Botei as fotos só pra ilustrar os tipos. E usei os meus favoritos, meus gostos pessoais, claro, rs.

Eu ia fazer a pergunta dividindo entre loiros e morenos... mas me ocorreu que só isso é pouco. E os negros, mulatos, japas...?
Daí entrou o branquinho (que é aquele tipinho que foge do sol, independente da cor do cabelo ou etnia), o chocolate (todas as lindas variações do negro) e o Chop Suey (japas, chinas e outros olhos puxadinhos charmosos), rs.

E aí?
O que te apetece???

Minha opinião:
Tem que escolher só um?? rsrs

O URSINHO DA TOUS


Tudo começou com uma amiga perguntando se eu conhecia a marca.
Eu não conhecia.
Ela me disse: "menina... em NY não se fala de outra coisa! A mulherada está se batendo por causa das tais bolsas da Tous..."

Fiquei curiosa e fui procurar que tal Tous era essa.
E descobri uma joalheria. Linda!


A joalheria é Catalã, e existe desde 1920.
Tem lojas no mundo todo - no Japão, na Itália... e várias nos USA. Aqui no Brasil não. Não que eu saiba.
E a marca registrada deles é um URSINHO.

Peeps, que coisa mais fofa!
Praticamente cada peça, jóia, bolsa, carteira, perfume... tem o ursinho monograma nele! Uma fofura!


E a garota propaganda da marca é a Kylie Minogue.
Ela posa sempre em campanhas divertidas pra eles, fazendo graça.


Uma fofura mesmo!


Sem falar nas bolsas, que são lindas!
Essa coleção gráfica que tem o monograma do urso estilizado nelas é apaixonante!


Danou-se!
Eu quero!! rsrs
Vai já pro wishlist!!!

Fotos: reprodução

ENTRE AS COXAS


Tenho um amigo que lida com muitos cirurgiões plásticos.
O cara virou assim, tipo um especialista em remodelar o corpo feminino, sabe?
Ele te olha, e em dois segundos sabe quais são seus pontos fortes e seus pontos fracos, fisicamente, e sabe o que te sugerir pra dar "aquela" melhorada.
Ok, não que seja das coisas mais agradáveis do mundo às vezes, rs. Confesso que se ainda não soquei ele foi porque ele é muito amigo e gosto muito dele, hahaha.

Inclusive da última vez que nos vimos, ele me vira e fala a pérola "até que você não é gorda... é só o quadril que é largo; poderia aspirar aqui e...".
Até que você não é gorda é ótimo, né não? rsrs
Morri de rir. Mas ele ficou impressionado quando mostrei a ele onde estava o osso do meu quadril, e como meus ossos são largos... enfim. Voltando ao assunto do post. Era só pra ilustrar que ele sabe o que fala.

Há tempos, falávamos sobre como AVALIAR  a beleza, como medí-la, e ele me explicou uma coisa muito interessante.
Ele disse que ESTETICAMENTE, os cirurgiões tinham um jeito de avaliar a "beleza" estrutural da mulher (da cintura pra baixo). Ele falou que a perfeição, digamos assim, era medida por um TRIÂNGULO entre as coxas da mulher.
Vamos ver se eu explico direito.
Volta ali na foto aí de cima.
Tá vendo que a  modelo está de pernas fechadas?
Reparou que entre as coxas dela e a b.... quer, dizer, o biquini, fica um triangulozinho de espaço? Vazio?
Achou?
Então.
Ele disse que a perfeição estética é medida por esse triângulo.
Que quanto maior o espaço entre as coxas e a b...., mais esteticamente perfeito era considerado o corpo.

Assim como parece que para fins de trabalho de modelo, os homens são medidos pelo maxilar quadrado - quanto mais quadrado, melhor!
Olha que curioso... e que viagem!!!



Peeps, depois que ele me veio com essa, comecei a reparar, como quem não quer nada e.... ai!
Em TODAS as fotos de TODAS as modelos da Victoria's Secret, pelo menos, aparece o diabo do espaço vazio!!
Olha só - dá pra ver o mar entre as pernas da matusquela da mulher!!! rsrs
Pior, um outro amigo meu que é fã de Comics afirmou que isso é verdade - que quando se aprende a fazer desenho de quadrinhos, que o padrão do corpo feminino das heroínas é desenhado com esse espaçamento entre coxas, olha que curioso.

Mas eu tou frustrada!
Porra, eu tenho pernas grossas!! Não tem porra de triângulo NENHUM entre as minhas coxas!!! rsrsr
Fiquei meio na merda!

Tou botando o tal triângulo na roda pra ver se TODO mundo tem essa porra, menos eu! rs

Eu sei que é verdade e que isso procede; acredito que isso seja um fator determinante, mas... estou revoltada (recalcada, rs) com o maldito triângulo!!! hehe

Vamos fazer uma revolução: ABAIXO O TRIÂNGULO ENTRE AS PERNAS!!! hahahah

Who's with me??!!

PS: agora, fora de brincadeira. Vocês sabiam dessa? Informação interessante, né?
É óbvio que não é o único parâmetro de avaliação estética, mas é interessante saber que é um.
Salada Mista também é cultura... rs

MEUS DOIS VIZINHOS BARULHENTOS

Estou com dois vizinhos novos: um me deixa feliz, o outro me dá nos nervos.


Acho que o moleque que tomava aulas de flauta voltou à ativa.
Só pode, porque, mermão, quais as chances de existirem DOIS moleques flautistas ruins no mesmo condo?????

Eu nem sei se é um moleque ou moleca. Rezo que não seja adulto, coitado, rs.
Tá, eu sei que aprender flauta é difícil e tals, e que violino também é chatinho de se ouvir pra caramba e eu deveria ter compaixão.
Compaixão minha virilha!
Porra, se esse moleque não aprendeu caceta nenhuma desde a última vez que eu reclamei dele aqui no blog, há quase um ano... só aprende a tocar se nascer de novo!

Vai dando 6 da tarde e começa o fué-fué.
Pensa que o infame toca trancado no banheiro???
Nããão - ele vai pra varanda!
Normalmente é a hora em que dou uma pausa no trabalho pra relaxar.
Mas só fico ouvindo o débil assassinando o diacho da flauta! Soprando o canudo como se não houvesse amanhã, ou se ele estivesse anunciando um ataque de zumbis!!

Tou vendo a hora que vou chegar na varanda e gritar pra mãe dele pedir o dinheiro das aulas de volta, rsrs.


Já do outro vizinho, estou gostando.
Fico torcendo para ouví-lo.

Peeps, parece impressionante - eu moro em um lugar bem urbano. Tá bom que é perto da praia, mas é urbano. Meu condo de apartamentos é no meio de outros prédios. Numa das mais maiores e mais movimentadas avenidas. Em frente a um shopping.

E... toda madrugada eu escuto um GALO cantando!!
Da onde saiu esse galo??!!

O engraçado é que ele não canta de manhãzinha, como no clichê.
Ele canta entre 3 e 4 da matina.
Vira e mexe eu tou acordada ou indo deitar nesse horário.
E fico toda feliz em ficar ouvindo ele.

Aqui é muito silencioso, quase não se ouvem nem carros. Agora estou num quarteirão bem mais longe da praia e não escuto mais nem o mar.
Mas escuto o "meu" galo.

Acho tão.... reconfortante. Lembro da casa da minha avó, quando eu era criança. Ela criou galinhas muitos anos.
E mesmo sendo essencialmente urbana (tu consegue me imaginar em mato e trilha?? Pois é, rs), eu acalento o sonho de ter uma fazenda.
Eu adoro fazendas!
É esquisito e incompatível comigo, eu sei, mas... não dá pra explicar.
Não ria de mim! Você está falando com uma ex-estudante de Jornalismo e Letras que quase, QUASE cursou Zootecnia na Rural!
Tá bom, foi só quase mesmo. Eu teria surtado em um mês, hehehe.

Mas, enfim. Eu adoro aquele galo.
Eu fico deitada na cama namorando a "música", até ele cansar da cantoria e parar. Aí durmo.

Ainda descubro de onde ele é...

PS: putz, me ocorreu agora. Tomara que ele não seja de alguém que está engordando ele pra panela!! Brrr!
Não, né?!
Me diz que não se comem galos!!
Será que vou ter de resgatar o galo??!! rsrs

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

O HOMEM MAIS LINDO DO MUNDO?


Desculpe meninos leitores do blog!! rsrs
Hoje vocês vão ter de aturar a mulherada suspirando.

Recebi por email da amiga Gábi as fotos desse... cara.
O nome dele é Sakis Rouva, ele é um cantor grego e foi votado o homem mais bonito do mundo.


E aí? Procede? rs
Grego, 1,90 , moreno de olhos verdes?
Combinação matadora?


Sei não... sem querer ser a exigente, rs.
REALMENTE,  a primeira foto é uma foto muito feliz, pegou ele num ângulo que PELAMORDASANTA!

Mas fora isso, sei lá, acho que ele é mais fotogênico do que bonito...
Vi outras fotos dele mais recentes, no site oficial, e achei ele bem... mais ou menos.
Bonito, sim, mas... não sei.

Talvez o nariz dele seja espartano demais pra mim... talvez eu ache que ele tem alguma fragilidade na aparência que não consigo identificar, e que não me agrada totalmente; como se faltasse o "fator macho" nele...

O que vocês acham?
Uma votação?
É ou não é o cara mais bonito do mundo??
Quero as opiniões. Podem ser só "sim", "não", ou elaboradas.
Só não vale lamber o monitor, nem falar obscenidades muito explícitas nos comments, hahaha.

PS: ok, sei que hoje estou frenética com os posts, rs. Vou dar um tempo.

CAIXA HERSHEY'S


Mais uma das delícias que eu trouxe do meu cliente para experimentar.
Assim não dá, assim não dá!! rsrsrs

Essa é a nova caixa da Hershey's, com os clássicos internacionais! Legal, alguns chocolates que não encontramos normalmente no Brasil!
Eu comprei a caixa só por causa desse chocolate aqui:


Fiquei meio pau da vida, porque só vieram 2 REESE'S!!
Esse é de longe meu chocolate favorito, e que eu não acho no Brasil.
Toda a linha Reese's é de chocolate com peanut butter.

Mas tudo bem.
A caixa tem outras delícias, como:


Almond Joy, que é o melhor chocolate com coco EVER!
Deixa qualquer Prestígio no chinelo!
O coco é molhadinho, e tem uma amêndoa no meio!

Esse aqui também é uma gostosura:


Mas é mó chatinho de comer, pois é chocolate com caramelo e gruda no dente.

Depois do segundo, você já está meio sem paciência e querendo enfiar o dedo na boca pra desgrudar ele!! hahahah

De uma forma geral, a caixa está aprovadíssima!
Com a exceção de que podia vir mais Reese's, bem entendido, rs.

MÚSICA DE QUINTA!



Minha música de hoje. Uma das minhas favoritas EVER. Nessa versão do 10.000 Maniacs.
Tou melancólica? É, um pouco, rs.
Não deixe de ouvir. Repare nos violinos, lá pelo meio ;)

Aqui a letra pra você.
A tradução estou com preguiça. Mas o Google tradutor tá aí pra isso, rs.

Because The Night

Take me now, baby, here as I am
Hold me close, and try and understand
Desire is hunger is the fire I breathe
Love is a banquet on which we feed

Come on now, try and understand
The way I feel under your command
Take my hand, as the sun descends
They can't hurt you now can't hurt you now, can't hurt you now

Because the night belongs to lovers
Because the night belongs to us
Because the night belongs to lovers
Because the night belongs to us

Have I a doubt, baby, when I'm alone
Love is a ring a telephone
Love is an angel, disguised as lust
Here in our bed 'til the morning comes

Come on now, try and understand
The way I feel under your command
Take my hand, as the sun descends
They can't hurt you now, can't hurt you now, can't hurt you now

Because the night belongs to lovers
Because the night belongs to us
Because the night belongs to lovers
Because the night belongs to us

With love we sleep,
with doubt the vicious circle turns, and burns
Without you, oh I cannot live,
forgive the yearning burning
I believe it's time to heal to feel,
so take me now, take me now, take me now

Because the night belongs to lovers
Because the night belongs to us
Because the night belongs to lovers
Because the night belongs to us

UMA MENSAGEM DE AMOR ÀS MINHAS TATTOOS


"Tão estranho carregar uma vida inteira no corpo e ninguém suspeitar dos traumas, das quedas, dos medos, dos choros..." - Caio Fernando Abreu.

Estava conversando com um amigo sobre sei lá o quê ontem à noite, quando me dei conta.
Do tanto que amo minhas tattoos.

A gente leva tantas marcas e cicatrizes no corpo, e a maioria delas não pôde escolher.
Das surras que levamos, emocionais e física, às vezes só sobram as cicatrizes na alma.
Marcas do que nos aconteceu, do que nos fizeram.
Mesmo tendo sumido a maioria das marcas no meu corpo, e as cicatrizes estejam esmaecidas, as marcas que ficaram por dentro queimam, pesam; mesmo sem que os outros tomem conhecimento delas.

Tatuagem é a marca que você escolhe.
É a que te dá orgulho. Te faz ter uma sensação de controle sobre o próprio corpo.
Ela é pra ser carregada como uma lembrança, uma memória de alguma coisa.

Minha primeira tatuagem foi pelos meus 18 anos.
Maioridade. Vida adulta. Um marco do que eu desejava ardentemente - poder ser dona de mim enfim!
A segunda pelos meus 21. A consolidação de que eu me pertencia.
De que ninguém podia reivindicar mais nada do meu corpo, que eu não estivesse disposta a dar.
E a terceira, a recente, pra me lembrar. Me trazer pro chão.

"Somos todos loucos aqui", ela diz.
Pra me obrigar a me lembrar da minha própria loucura. Da minha própria estranheza.
Pra me igualar com o resto da humanidade. Um lembrete de que a minha verdade é minha. E que cada um vive dentro das próprias loucuras. Da própria realidade.

Ela me avisa, todo dia, que o normal não existe.
Me acautela de como o ser humano pode ser tão incoerente, tão insano.
Como eu tenho que ter humildade antes de julgar as posições dos outros.
E me lembrar que as minhas certezas não são absolutas - são só parte dos meus delírios. Que eu não posso esquecer do que os outros são capazes. E que eles te surpreendem nas suas maluquices.
E que o mundo é estranho sim.

A minha próxima está escolhida.
Estou ansiando por ela.
Ela vai virar a marca física, dolorida e visível, das marcas que ficaram em mim esse ano.
As piores.
As mais duras.
Talvez as maiores cicatrizes que eu já tive.
Ela vai me lembrar a que eu sobrevivi, mesmo que ninguém saiba. Ela vai ser meu troféu.
E vai ser um aviso em neon para que eu nunca me esqueça do que é que realmente importa na vida.

Sim, ela vai ser uma frase. Uma declaração. Porque eu descobri que o que me representa melhor são as palavras, que eu tanto amo.
Muito mais do que as imagens.

Não vou contar.
Depois que estiver pronta, venho mostrar.
Mas ela já existe, na minha cabeça.
Essa marca de agulha e tinta, que vem cobrir uma marca de lágrimas.
Essa outra marca maravilhosa.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

TÁ TUDO BI??


"O MUNDO É BI??"

Eu ouvi essa outro dia.
Engraçado que quando eu era solteira, eu ouvia que o mundo era gay.
Foi o auge da liberação gay, acho. Pelo menos eu senti assim. Na pele, diga-se de passagem, rsrs.

Eu era solteira, e todo cara gato... era gay. Se o cara fosse menos ogro, tipo "usa desodorante", a gente já desconfiava, hahaha.
E hoje parece que virou normal gostar de meninos e meninas.

Quer dizer, não acredito em modinha, porque é babaquice achar que sexo se baseia em modinha.
Ninguém me convence que um homem vai deixar outro cara enfiar a língua na boca dele (ou coisa pior) por moda!! hahaha

Mas realmente, tenho reparado que conheço muito mais pessoas que gostam de "meninos e meninas" hoje (o que está ok por mim).
Será que a quantidade é a mesma, ou será que parece que tem mais gente porque está mais fácil assumir?
Fica a dúvida.

Agora, uma coisa que já foi discussão, em roda de amigo e tal, é sobre a bissexualidade feminina.
Bom, porque a bissexualidade masculina é mais difícil de se ver, e pra mim mais difícil de entender. A feminina é quase que uma ramificação natural do sexo feminino pra mim, rs.
Já a masculina, é uma incongruência.
Explico.

Acho que sexo, as relações de sexo, tem muito a ver com papéis sexuais.
Os papéis que cada um desempenha no negócio. E tem a ver com subjugação. Não é loucura. Pensa bem.
Num relacionamento homem-mulher, hetero, como funciona a coisa? Vamos pular o mérito de quem faz o quê, quem gosta do quê, quem é melhor, fica por cima etc.
Existe dúvida que o homem subjuga a mulher no ato sexual? Não, né? A penetração é um ato de subjugar. De dominar. De submeter.
Arrisco a dizer que isso é que é a graça da coisa. Não importa o quão ativa e independente é a mulher, ou quão tímido ou beta (rs) é o cara - no final do negócio, ele submete ela.

Então a mulher já está no papel dela, sendo submetida por um cara ou por outra mulher. Já um cara... pensa só - como deve ser ter que fazer o papel do macho com uma mulher, e depois ser submetido por outro cara?
Isso fica confuso na minha cabeça.
Ok, as relações de sexo entre as pessoas não podem ser categorizadas de forma tão dura. Cada caso é um caso, cada pessoa é uma pessoa e cada um gosta e lida com a coisa de um jeito.

Mas deve ser algo do tipo, que justifique o fato de que até mulheres hetero (MUITAS!!) sintam prazer ou tesão em ver outras mulheres transando, ou achem normal. Ou que algumas até tivessem algum tipo de sexo bissexual em algum momento, se surgisse a oportunidade. Mesmo as que não admitem nem pra elas. Curioso.

Por que isso?
Talvez porque o sexo entre mulheres é mais bonito? Delicado, como afirmam os homens?
Sei lá, desconfio dessa.
Quem acha que sexo entre duas mulheres é sempre bonito e sutil, com certeza nunca viu "fist fucking" e coisas do tipo!!! HAHAHAHA

Será que é só por que as meninas estão desde muito cedo mais em contato com a própria sexualidade, e entre amigas estão mais acostumadas ao toque, beijo, abraço de outras mulheres, ou será que é só porque elas hoje tem mais liberdade para experimentar?

Vira e mexe tenho que me policiar, pois automaticamente pressuponho que algumas meninas tem namorados, quando na verdade depois descubro que são namoradas. E sempre faço posts só sobre relacionamentos hetero, sem pensar que os relacionamentos homo tem as mesmas dúvidas e dramas...
Será que ainda não acostumei com a nova realidade?

E sei que tenho leitoras bi e homo.
O assunto é delicado, mas elas poderiam jogar uma luz sobre a questão.
Mesmo se fosse anonimamente.

Então, o mundo é bi?