quarta-feira, 5 de agosto de 2009

DUMB DOG

Eu acharia o máximo dizer que o Ja-Jack é um cachorro ultra esperto, assim, quase uma Lassie.

Mas eu tou enganando quem, certo?

Ele é muito peculiar. Longe de ser um "Marley-bobo"; ele é engraçado, meigo, sacana, idiota e muito esperto às vezes. Mas beeeem às vezes. A gente até já cogitou dele se fazer de idiota, pra escapar das situações.

Ele é teimoso, turrão, e extremamente mongolóide.

A neura-mongolice dele em marcar território chegou em um nível, em que ele andou mijando no próprio pote d'água (How stupid is that?????)

Sem falar quando ele fica puto, pq eu dei esporro nele, ou deixei ele sozinho, ou qualquer coisa assim, e ele DE SACANAGEM mija no meu travesseiro (ando comprando muitos travesseiros...)

Por essas e por outras (e tb pelo fato de que o vet argumentou que os cães vivem mais), é que andamos às voltas com a castração dele. Está marcada pra amanhã.

Só que isso tá gerando uma crise de consciência enorme na gente!! O B andou sonhando com filhotinhos dele, e ficou todo culpado. Eu vejo ele lambendo as bolas (ele adora!), e fico com remorso...

Fico achando que a gente tá tratando ele feito brinquedinho, e operando ele por conveniência nossa. E ele nem pode dar opinião! Aí fico fazendo força pra pensar que ele vai viver muito mais, vai ter menos risco de câncer, vai parar de mijar em tudo, e ainda vai ganhar peso, pq ele é muito magrinho (a despeito dos meus esforços).

Mas virou um drama só o negócio, rsrsrsrssr.

Fora o medo de dar errado de alguma forma, da anestesia...

Ai, ai, ai.... já sei que amanhã vai ser um dia tenso.....

13 comentários:

Adriana Pereira disse...

Elise, não fique assim menina!!! Vc tem que ser prática nessas horas e pensar na saúde dele. Vc vai deixar ele cruzar? Pq se não for o risco dele ter um tumor é grande. Ele vai ficar menos ansioso e não vai mijar a casa toda por qualquer motivo.
Eu amo bichos, todos eles, e não consigo ver a castração como algo ruim. Às vezes é necessario. Vai dar tudo certo, vc vai ver!!!
Depois mande notícias dele, ta?
Beijos

Bruxa das Letras disse...

Lise não castra não!Não quero te colocar medo,mas o meu sogro castrou a gatinha dele e ela morreu.
Beijos!

Anônimo disse...

Elise,

Meu 'bb' dobermann foi vasectomizado ao invés de castrado... E isso fez com que ele ficasse com as 'bolinhas' no lugar e não mais reproduzisse.
Foi hiper tranquilo! Deixei-o na clínica pela manhã e, à tarde, ele voltou pra casa todo alegrinho... Nem parecia que havia sido 'dopado'.
Já meu gato, que também fazia xixi nos sofás e em cima de mim à noite, foi castrado, está ótimo, mas continua com a péssima mania do xixi...
Mas, quanto ao procedimento em si, fique tranquila, é 'vapt vupt'!
Bjo!
Rê.

Anny disse...

Elise, concordo com o post da Adriana.
Em casa o Urso (dog), Sophi (cat) e a Petúnia (são castrados) fizeram, sem maiores problemas.
É saudável, ñ se preocupe.

bjas,

Ana Paula

Jussara disse...

A castração de machos é mto tranqüila, mais que de fêmeas, até pq é só externo. Infelizmente já perdi uma gatinha castrada, mas foi imperícia e negligência da açougueira, digo, da veterinária. O meu gato que foi castrado pela mesma imbecil sobreviveu, apesar de ter ficado mto mal (e não marca território). Mas vai do veterinário. Hj os meus são tratados por uma outra de muita confiança. Já vi uma cachorrinha dela que foi castrada e ficou super bem no pós-operatório. Quanto à anestesia, tb é bem tranqüilo, hj eles usam uma moderna em que eles voltam rapidão. A tendência é que o Jack pare de marcar território e melhore o comportamento. Agora isso de lamber as bolas é hilário (e nojento, mas faz parte do mundo animal). Típico comportamento de macho (já que não tem mão pra coçar, ele lambe, rsrs).
Acho que vc está fazendo a coisa certa. Vai ser bom pra vcs, mas pra ele tb. Eu sou super a favor da castração e de diminuir o número populacional de cães e gatos, dando melhor qualidade de vida a eles. Vai dar tudo certo, vc vai ver!

PS: não tem nada a ver o fato d'ele não cruzar (caso continuasse inteiro) com risco de tumor; isso é lenda. Ficando inteiro corre mais riscos, mas o risco não tem nada a ver com o cruzamento ou a falta dele.

Laura disse...

Oi Elise!
Eu tenho um gato e mandei castrar antes que ele pegasse essa mania de ficar marcando território. Foi bem tranquilo e ele se recuperou rápido, mas acho bom vc perguntar para o veterinário se vale à pena, já que ele já tem a mania e talvez a castração não resolva.

Bjs!

Sam disse...

Então, como minha irma ai em cima disse (a Anny) castra, sem stress!

Aliás, eu e minha namorada andamos contabilizando as castraçõe dos nossos bichitos, e chegamos a 10!! todos lindos e saudáveis!

E quanto aos filhotes, lembrem-se: Tem milhões de filhotes ai (ta, eu sei, não são do jack) mas considerando que ele procriaria muito, imagina tooodos os bichinhos na sua linda casinha? Cara, vc ia surtar!

Bjs, boa sorte amanhã com o dog!

Carol disse...

Olha a minha "Pança" (minha dog) não foi castrada e acabou surgindo um nódulo na mama dela. Conclusão: foi operada na última segunda e está emc asa se recuperando.
Se há 10 anos atrás ela tivesse sido castrada, poucas seriam as chances desse nódulo hoje.
Enfim.. vai saber.
Por via das dúvidas: castra o bichinho!

Geovana disse...

Oi querida... espero que leia este comentário antes da castração.

De cachorro e castração eu entendo um pouco pq tenho duas cadelas castradas e minha irmã tem um cão castrado.

Acredite, dificilmente a castração vai diminuir as birras dele. Marcar território é diferente de fazer xixi no seu travesseiro, propositalmente, para te chamar atenção. O cão castrado de minha irmã faz isso com naturalidade.

A minha é fêmea, castrada e faz xixi por todo o condomínio, de pouquinho em pouquinho. Não faz em casa por treino, educação.

Cães precisam gastar energia, correr ou andar junto com o dono, 01 ou duas vezes por dia por 1/2 hora. Talvez seu cão esteja estressado, preso ou se sentindo de lado.

Leia o livro "O Encantador de Cães", é um ótimo referencial.

Se for castrar apenas pelas questões do xixi, nem faça.

Beijos.

renata959 disse...

Eu justamente ia indicar o livro "O encantador de caes", mas a Geovana já indicou.
Bom, eu castrei o Romeu (um maltes que pensa que é gente) e o xixi melhorou horrores. Agora ele só faz no tapetinho. Ufa, um alivio, sabe?!
Não se procupe, vai dar tudo certo! Depois dá noticias do Jack.
Bjs!

Yara disse...

Olha, eu mandei castrar minha gata e foi tudo super bem, ela voltou meio grogue da anestesia e não conseguia andar com as patas de trás (e eu me acabei de chorar), mas no fim do dia ela já estava bem e em uma semana já tirou os pontos. O bom da castração é que evita superpopulação de filhotes, porque a gente segura o bicho um dia ou dois, mas um dia ele foge, cruza e ba-bau, né... mais uma ninhada pelo mundo, pois quem garante que a gente encontre donos responsáveis pros filhotes... e o que tem de bicho abandonado, dá dó.

Ana disse...

Ainda bem que correu td bem! :)
O meu cachorro é dessa "raça"... Qd é castigado faz xixi na porta da geladeira (fechada!!) ;)
Bjs
Ana

Renata disse...

To lendo tudo fora de ordem aqui, mas olha...castrar é bom pro bichinho. Não precisa ficar com peninha pq vcs estão fazendo super bem pra ele.
beijinhos