sexta-feira, 26 de setembro de 2008

COSME E DAMIÃO

Amanhã é um dia muito feliz para mim: é DIA DE COSME E DAMIÃO!!

Eu não sei se se comemora em todo o Brasil, mas aqui no Rio eu cresci pegando doce de Cosme e Damião.

Antes que alguém levante a bola de "como é que pode uma agnóstica acreditar em Cosme e Damião", e blábláblá, deixa eu dizer que pra mim nada tem a ver com os santinhos, com a igreja Católica e muito menos com macumba.

Eu amo a festa, amo os doces, amo o fato de que nesse dia as crianças são CRIANÇAS, e são iguais, ricas ou pobres, e saem na rua num desespero de pegar doce bonito de ver.

Eu AMO dar doce, assim como amava pegar quando criança. E a Memée vai pelo mesmo caminho - ela adora fazer os saquinhos comigo, e sair pra distribuir.

Minha mãe deu muitos anos, e eu dou desde que fiquei adulta. É o meu Halloween, saca?!! rsrsrsr

Então hoje foi dia de sair pra comprar os doces (meio em cima da hora, ok) e caiu um mundo de água!!

Fui até o "Terreirão" comprar tudo (aqui no Rio quase não tem nenhum bairro que não tenha uma favela, isso é fato. Mas o Recreio tem o Terreirão, que não é favelão, é uma comunidade mais humilde, mas que é ultra tranquila, sem tiro, segura e tals. Eu adoro o Terreirão, sem pilha. Encontro tudo barato por lá e o pessoal sempre me trata hiper bem).

Pena que a cada ano que passa, os doces que eu venero (os de "véio") vão sendo esquecidos. Hoje em dia nego faz saquinho só com chocolate e bala. Eu gosto é de suspiro, cocada, maria-mole, doce de abóbora (preferido da minha mãe), Geleinha (meu preferido), cocô-de-rato (o moço da loja me contou que foi proibido...)...

Taí foto das compras. Se der tempo eu coloco a dos saquinhos prontos depois.

Eu só fico triste de não poder mais mandar os saquinhos pra escola da criança, pros amiguinhos: a maioria das escolas proíbe agora, porque os evangélicos implicam com os doces, e causa constrangimento...tsc, tsc.

Depois do ano que a Memée voltou pra casa chorando, porque o amiguinho recusou seus doces dizendo que "era coisa do diabo", eu jurei nunca mais mandar. Minha filha não precisa conviver com a ignorância dos outros, se eu puder evitar.

Bom, se amanhã eu esquecer: Feliz dia de Cosme e Damião pra vocês!!

16 comentários:

Aline T.H. disse...

Querida, eu concordo com vc EM TUDO. Eu não sou agnóstica, mas o que me faz gostar tanto de Cosme e Damião é mesmo a coisa de igualar as pessoas! Aqui no subúrbio fica mais difícil dar doces (pelos contratempos citados por você e outros), mas eu gosto muito, dei ano retrasado e AMEI.

E gosto dos mesmos doces 'véios' que você =D

Beijos, chèrie!

PS: Meu cel foi roubado, depois te mando um e-mail. E manda teu número pra mim de novo, ok? Beijo.

Olly disse...

Eu sou evangelica e nem um pouco ignorante!!!! Então, feliz dia de Cosme e Damião pra vc manhã tbm!!!!

beijos,

Olly

Cinthya Rachel disse...

minha mãe sempre distribui doces! nãon sabia que era amanhã. ah, gata, dá um help. tenho um casório amanhã 17:30, vestido amarelinho, curto, com pregas que dão volume, meia calça preta rendada. comprei um batom LINDO, vermelho bem fechado, quase vinho. vc acha que combina? o olho vou fazer bem simples. beijo

Elise disse...

Ai, Olly, baby, eu não quis generalizar, nem colocar vc no mesmo saco...so sorry...

Eu já sabia que vc tinha religião, mas não lembrei na hora de escrever. Bom, eu não posso tapar o sol com a peneira: foram mesmo os evangélicos que provocaram essa barreira contra os doces de Cosme e Damião (e não os judeus, os umbandistas, os messiânicos...), mas é claro que nem todos são iguais, e pensam igual. E (se nãoe stou enganada, mas não tenho certeza) existem várias igrejas, né? "Evangélico" é um termo bem vago...
Vai desde os Testemunhas de Jeová até os protestantes (aliás, a família do B é protestante; vc sabe, eles não são brasileiros...)

E é claro que eu não te acho nada ignorante! Aliás, vc talvez seja a prova viva de que eu consigo me relacionar com pessoas religiosas! (rsrsrs)

É só que tive muitas experiências ruins, e fica difícil separar. Se eu fosse budista, espírita, qualquer religião, talvez algumas pessoas religiosas (a maioria evangélica) me respeitassem, e não ficassem tentando me catequizar.

Mas é só eu dizer que sou agnóstica, que tem sempre logo um achando que eu "não me encontrei ainda", que pode me convencer, que eu não tenho fé ainda e posso ser convertida...é muita falta de respeito e dá no saco, sabe? Ou seja, se respeita a religião alheia, mas não se respeita a escolha consciente pela falta dela?!

Bom, isso não tem NADA A VER com vc, então se às vezes eu sou meio intolerante, não quer dizer que eu não respeite a sua religião, ou de qualquer outra pessoa, e nem que eu seja estúpida de generalizar.
É só que estou muito calejada mesmo.

Beijas mil.

Daniely Novo Kamaroff disse...

Elise...MORRA DE INVEJA, O MEU SAQUINHO VAI TER COCO DE RATOOOOOOOOOOOOOOO
NA UFA AQUI DA TAQUARA TÁ VENDENDO!!!
Eu era a maior pegadora de doces da paróquia, e se me permitir vou plagiar o tema do seu tópico lá no fatalidades!!!
Um beijoooo
Dani.
P.S. O saquinho da MeMe tá guardado!!!

Ice Ice Baby disse...

cara, qual o nome do bezerrinho deles??? DOIM ou DOUM???

Tamo batendo aposta aqui no trabalho pra adivinhar!!!

Ice Ice Baby disse...

uhauhauhauha...não é bezerrinho...q anta eu!!

é um molequinho..e é DOUM!!!

Renata R. disse...

Como assim cocô-de-rato foi proibido??? Sério? Poxa... era o meu preferido.

Ana Barros disse...

também quero um saquinho de guloseimas !!!!! guarda pra mim ;-)

Drica Menezes disse...

esta história d coisas do diabo anda me incomodando mto.....trabalho em escola entao já viu!!!! ah, mas o q é cocô-de-rato???? ui deu ate nojinho, heheheheh! bjao!

Elise disse...

Tou passada de não ter cocô de rato no meu saquinho, e com inveja do seu, filé!!!

Drica, cocô de rato é tipo aquela pipoca doce, do saco rosa (acho que tem no Brasil todo..), só que é feita de arroz, acho. Bom, tem gosto de pipoca doce, mas tem cara de...COCÔ DE RATO!! hahahahaha

O cara da loja falou que não tinha fiscalização na fábrica disso, e a vigilância sanitária embargou, sei lá, não entendi bem...

Ice, se não me engano o Doum é o irmãozinho mais novo deles, mas não é reconhecido pela igreja católica, só pela umbanda.
Alguém me corrige??!! Eu não tenho certeza!!
Beijas para todas.

May disse...

Tb amo demais...pegava doce horrores, e ainda tinha gente que fazia mesas, com bolo, doces, na vila onde eu morava, aí descia o morrão todo, junto com as crianças do condomínio...preconceito zero...tempo feliz aquele... ai ai...

E sim, vc está certa, Doum é o irmão mais novo deles, não reconhecido pela igreja. e na umbanda, não é considerado orixá, como cosme e damião, e sim um "encantado".ele representa as crianças até os 7 anos de idade, e delas é protetor.

beijo, e ótimo dia de cosme e damião pra vcs tb!!!!

mãe disse...

Achei genial os comentários!
Morri de rir com a Ice rsrsrs... e a Drica não sabe o que tá perdento com o cocô rsrsrs...
A May certíssima, tem a imagem com o Doum, pra "proteger" as crianças pequenas.
Amo Cosme Damião e Doum! Salve!
Guardem um docinho pra mim!
beijos.

Daniely Novo Kamaroff disse...

Tem razão Filé! É DOUM e ele só é reconhecido nas religiões afro-brasileiras...É o caçulinha...rs
bjks

Ice Ice Baby disse...

hahahaha...bezerrinho...eu sou uma mulinha adorável né?!

Geovana disse...

Eu te entendo porque também fui criança e aqui na Bahia a fé no santo é forte. Tem carurú de 07 meninos que é uma festa! Até comentei sobre isso: saudade de comer um carurú de Cosme e Damião (com pipoca e cocada) com um monte de crianças cantando e brincando.