terça-feira, 22 de março de 2011

ESTAR CERTO COMPULSIVAMENTE


Eles conversavam numa roda de amigos.
E discutiam (amigavelmente) sobre alguma coisa.
Ela defendia um ponto:
- Eu acho que a coisa é assim e assado, e tal.
Ele argumentou:
- Não, a coisa é desse outro jeito, por isso e por isso.

Ela parou e pensou um minuto.
- É... ok, você tem razão. A coisa é desse outro jeito mesmo, eu não vi antes.

Reparou que um amigo (que os via pouco) arregalou os olhos como pires.
Perguntou ao amigo espantado:
- O que foi?
- Ah, bom.... é que eu não estou acostumado a ter razão. Na verdade, minha mulher nunca me deu razão assim imediatamente, sem discutir antes. É estranho ver um casal chegando num consenso assim.

Ela ficou matutando aquilo.
Acontece que ela achava aquilo uma coisa tão banal, que ficou cismada de ter impressionado tanto o amigo.
Se você emite uma opinião, e outra pessoa te dá argumentos que te convencem imediatamente do contrário, de forma plausível, por que ficar argumentando?
Só pra ter razão?
Ou pra não admitir que o outro tem?
Ou que errou?
Ou será apego à própria opinião (ainda que equivocada)?
Ou pra não dar o braço a torcer?

Ela achou aquilo tão bobo...
Na verdade, continua achando.

As pessoas querem sempre tão freneticamente ter razão...

11 comentários:

Carol Monteiro disse...

Agora eu faço sempre isso, sempre que mnarido e eu discutimos por algo, dou razão a ele, mesmo sabendo que ele pode estar errado... Mas eu faço isso pq aprendi que discutir por bobagens é duro e toda vez que discordávamos de algo e ele conseguia me provar que eu estavaerrada ele me obrigadava (as vezes ainda obriga) a dizer a seguinte frase "Sim Senhor, senhor meu amor, vc tem mais conhecimento do que eu." Cara, isso é humilhante... ahaha... então pra não dizer mais, deixei a teimosia e a necessidade de estar sempre certa de lado e concordo com ele em tudo! Problem solved for now! bjoo

Daniel disse...

E como é difícil para certas pessoas deixar de ter razão. Se liberar de seus pré-conceitos mesmo diante de uma BOA argumentação.

Será que isso é coisa de homem?

Eu sempre quis ter razão, tá aí um bom defeito a assumir (se é que é bom ter defeitos, acho que sim, são eles que nos humanizam). Razão acima até mesmo das coisas emocionais... ou popularmente as coisas do coração (meio gay isso).

Sempre me questionam e eu mesmo me pergunto "É importante ser feliz ou ter razão?" sem contar a infinidade de correntes, minha RP (Resposta Padrão) sempre foi. "Sou feliz quando tenho razão". Desde discutir se o Dólar é uma moeda fraca ou forte até discutir qual o melhor Star Wars (e para mim sem dúvida o Retorno de Jedi empata com a Nova esperança) queria ter sempre razão e as vezes ainda quero, pior preciso.

Fato é que tenho me exercitado diariamente a abrir mão de coisas, principalmente das picuinhas. E espero mesmo que um dia eu possa parar de discutir se o copo está meio cheio ou meio vazio. E deixar a imagem de que "Um copo vazio está cheio de ar" - CB.

Beijos do Saladeto tentando ser Racionalmente Emocional.
Dan

Anônimo disse...

Tenho esse "necessidade" de ter sempre a razão, mesmo quando não tenho, não dou o braço a torcer... as vezes uma discussão boba acaba se tornando algo muito maior, pelo simples fato de eu ter que ter razão... sei que isso é prejudicial, mas não consigo!!! rs será que tem cura, Elise??

Elise Machado disse...

Bom, concordar por concondar tb não é legal, rs.
Chega uma hora que vc explode...
Meu ponto é - se vc efetivamentes e convenceu, porque bater o pé.
Ou mesmo se não estiver totalmente convencido - admita a POSSIBILIDADE d e estar errado, né?

Anônimo, claro que tem jeito! rs
É só questão de desapegar, de "largar o osso".
Nas primeiras vezes é estranho, mas depois é... libertador não ter de defender ferrenhamente as próprias opiniões SÓ porque são suas!

michelle disse...

Chérie, esse tipo de gente que quer ter razão de qq forma, me aborrece!
Vc tá certa, ok! Agora vc estar errada e não mudar de opinião ou não concordar com algo só p/ ser o "mestre supremo da razão" me aborrece e muito! Tenho vontade de levantar e deixar a criatura falando só...

Daniel disse...

Olha só...

Fiz um coments pelo celular mas acho que não foi... ou foi pro lugar errado.

Eu tenho esse defeito, gosto de ter razão. Sinto necessidade em ter razão. Mas não a qualquer custo, me sinto mal em errar, mas não em assumir o erro.

Tento ser racional e as vezes o racional é ignorante, não leva a emoção em consideração e SE FODE!

Acho que isso é meio doente, (doença masculina???), e tento me controlar, sim tento, bom pra falar em psico isso, criar um exercício diário.

E concordo que tudo são ecolhas então tento, pelo menos para as picuinhas, deixar de ter razão. Difícil, mas não impossível, mas começando a parar de discutir se o copo está meio cheio ou meio vazio acho que foi meu começo.

Sempre ouvi muito e de MUITA GENTE QUERIDA, "você quer ser feliz ou quer ter razão" sem contar o enorme número de correntes e Spams sobre isso, e sempre tive uma RP (Resposta Padrão) "quero ser feliz tendo a razão" mas realmente não é verdade e de novo SIM, nós homens demoramos muito, muito mesmo a dar o braço a torcer (medo de roubarem mais um osso talvez??? já levaram uma costela segundo uma das lenda...).

Mas fato é que quero muito ver com outros olhos e melhorar, e poder discursar sobre a beleza de "um copo vazio cheio de ar".

Beijos do Saladeto
Dan

Carol Monteiro disse...

Eu vejo isso não como concordar por concordar... e sim mudar o ponto de vista... hahaha, mas é só as vezes, quando ele teima demais que esta certo, pq sei que ele não sossega em provar meu erro, rs... Mas quando ele esta errado eu tm faço ele dizer a frase viu! bjoo

Anônimo disse...

É assim mesmo Elise, é tão raro ver alguém ceder e dizer: "é, você tem razão", sem ser irônico só pra fazer a outra pessoa calar a boca. Parece que a pessoa tem que ter sempre razão e estar certa, e mesmo que no fundo reconheça o erro fica mantendo a discussão, ou para de falar mas não dá razão a outra. Meu noivo, leonino com ascendente e leão, é assim... teimoso feito uma mula, e sempre tem que tá certo, ADORA uma discussão... se alguém discorda dele ele começa o blablablablabla até vencer a pessoa pelo cansaço... por mais errado que esteja nunca admite... hahaha. Um defeitinho dele.
Ass: ni

Mirella de Oliveira disse...

Ah, eu sou muito tranquila em relação a isso! Na verdade eu tenho as minhas opiniões, defendo com unhas e dentes os meus argumentos e sou MUITO TEIMOSA. Mas siim, existe jeito de me convencer. Adoro pessoas inteligentes que me fazem ver o outro lado e, até me mostrar que eu estou errada. Mas né fácil não, viu?? Porque, como disse, sou teimosa... Mas se acontecer de me convencerem jamais que eu continuo com a mesma opinião apenas pra não dar o braço a torcer. Vou lá e digo: "Sim, você tem razão, eu estava errada." Mas só se a pessoa estiver com a razão MESMO. Assumo e vou ser feliz, com a minha mente aberta... por que é que a minha opinião e o meu modo de pensar têm que ser sempre os mais corretos e os mais verdadeiros?
Beijas

Ariane disse...

Sabe que nunca reparei nisso?!
Sou bem tranquila, não é questão de assumir, a questão é errar! Lógico que eu erro, mas é que as vezes você acaba se perguntando "como fui errar nisso?!", mas se ele está certo, pq não dar razão!?

Aime Chiquini disse...

Eu sou uma pessoa que demora a concluir algo, demora a formar uma opinião certa sobre algo, eu não exponho minha opinião assim que conheço alguém, só pela impressão, por mais que na maior parte das vezes eu consiga reconhecer o perfil da pessoa... Evito expor até ter certeza que estou certo ou errada...
Uma vez que eu forme opinião, que consigo CONCLUIR que aquilo é aquilo mesmo. Mudar de idéia é só se alguém conseguir me apresentar argumentos sólidos e bem defendidos...
Porque senão eu não arredo o pé, não basta pra mim, vc chegar e tentar defender algo sem nem conseguir sustentar seu argumento.
Se vc conseguir me provar que eu estava equivocada, admito na boa, sem desculpas sem rodeios.
Mas é bem mais fácil eu conseguir te deixar na dúvida da sua certeza que alguém me convencer totalmente da minha dúvida.rs