segunda-feira, 5 de outubro de 2009

SINISTRO

Aconteceu uma coisa estranhíssima comigo nesse finde.

O fato de ser agnóstica, e ser descrente de religiões, não quer dizer que eu seja estúpida: eu sei que existem mais coisas entre o céu e a Terra do que compreende nossa vã filosofia. E eu super acredito em energia.

Pois bem.

Sábado eu tive o desprazer de conhecer uma pessoa. Embora necessário, foi terrível: o ser em questão era do mau. Simples assim. Não vou entrar no mérito do porquê, e como assim, mas resumindo é isso - uma pessoa estranha, beirando a psicopatia, que causou desconforto desde o momento em que chegou e começou a falar barbaridades.

Assim que ele saiu, minha nuca estava tensa, e minha cabeça começou a doer. Achei que fosse tensão por causa do encontro (desagradável), até aí, nada demais. De forma estranha, quando ele se foi, o B foi para o quarto "deitar". Sabe a sensação? Que tínhamos sido sugados. Mas ainda estava atribuindo à tensão do encontro indesejado e hostil.

Mais tarde fomos na casa da comadre Déia. E eu não estava no meu normal. Comecei a me sentir mal, um mal-estar tremendo, a cabeça parecendo que ía explodir. Pedi uma Neosaldina logo que cheguei. Contamos às pessoas lá sobre o encontro, e todos ficaram horrorizados com as coisas que tinham sido ditas.

Em determinado momento, ao descrever o cara, eu disse:
- Ele parecia... várias pessoas - (não sei porque), e a comadre Déia me disse depois que na hora estranhou e marcou isso.

Cara, eu não sou NADA impressionável, e sou ultra racional, a comadre sabe. Mas eu não estava bem. Eu comecei a querer ir embora, o mal-estar aumentando.

A comadre, numa inspiração me perguntou: "quer que eu te dê um passe?", e eu aceitei sem pestanejar. Embora não seja espírita, a idéia do passe, da energia, ainda mais vinda da boa vontade de uma pessoa que me quer bem, me parece benéfica. Qualquer ato de boa vontade e "bem querência" energética me agrada.

Fomos pro quarto, pra afastar da confusão, e quando acabou, ela estava toda arrepiada, e disse que sentia como se fosse uma "massa" sólida em volta de mim.
Eu não falei nada. Ela foi no escritório e voltou trazendo um livro. O Evangelho, de Allan Kardec. Eu já li esse livro, há milênios. Assim como a bíblia, o talmude.... e mais um monte de várias religiões. Ela me disse que abrisse numa página, e lesse uma prece, que mal não faria.

Repito, não sou impressionável. Nem espírita. E normalmente, nessa situação, teria feito alguma piada pra comadre, ou teria sido irônica. Mas na hora abri o livro, e dou da cara com "pelas almas sofredoras que pedem prece".

Novamente, arrepio por parte da comadre.
Voltei pra casa e dormi muito mal. Muito.

E aí, a cereja do bolo: acordo no dia seguinte, no domingo, e ao me olhar no espelho, o susto - 5 fios de cabelo branco! Do nada, e de uma vez! Bem na frente, 3 na franja e dois nas laterais!
Eu quase não tenho cabelo branco. Como aparecem muito raramente, e meu cabelo é naturalmente muito preto, eu arranco, para adiar a tinta. Eu arranquei os cinco com muita raiva!

Depois, mais tarde, ainda descobri mais dois no outro lado.

Eu não sei o que aconteceu. Eu não sei explicar, nem quero.
Mas me fez mal.
E me deu aquela sensação de esbarrar no desconhecido.

25 comentários:

Silvia Maria disse...

Olha Elise,
Eu sou católica. E digo a você: o mal existe. E existe perto de nós. Existem pessoas que sugam tudo o que há de bom, assim como os vampiros.
Peça a Deus (ou como você o chama) que ilumine o seu caminho e o caminho das pessoas que cruzam diariamente o seu. Reze para os anjos da guarda. Eles existem e são podeosos.
Bjks e bom dia!

Carol disse...

Isso é horrível mesmo. Eu passo muito por isso de me sentir mal na presença de algumas pessoas. O problema é que não consigo disfarçar a sensação desagradável. Logo procuro sair de perto (quando dá, né?). E sou espírita. Muitas vezes que não me sinto bem procuro o Evangelho para fazer como ela te pediu. Beijo

Adriana Pereira disse...

Menina!!! Que coisa esquisita!
Eu tenho pavor dessas coisas... Que pessoa é essa???
Beijos e fique bem

UNO photoART disse...

sinistro isso!!
nussa!

Gabriela disse...

Nossa Elise,me deu até um medo aqui sabia,mas vai ficar tudo bem tá.
Beijos!

Ana disse...

Oi Elise. Tem gente que fala em "vampiros sociais" ou "vampiros energéticos", que são essas pessoas que sugam a energia dos outros. Pode ter sido isso... Tem um texto legal que descreve pessoas assim em http://recantodasletras.uol.com.br/mensagens/507686
Beijo e melhoras!

Maela disse...

Uma vez uma pessa veio em casa, era 8 da noite. Eu tinha ganho do meu sogro uma linda pimenteira, dedo de moça, com várias pimentas gordinhas, vermelhas!
No dia seguinte, pela manhã a pimenteira estava morta. Totalmente morta. Como se tivesse ficado um mês sem água. Recomendo ( de verdd ) fazer o evangelho ( Kardecista ) por uns tempos na sua casa.

Nai Romero disse...

Credo, Elise! Tive vários arrepios lendo isso...

Bom, eu também costumo sentir com facilidade "energias" e nem sempre isso é bom, afinal, é péssimo quando sentimos energias ruins né.

Ore, reze, mantenha o pensamento positivo e tente não quero o mal dessa pessoa com a qual você encontrou (as vezes nem é de fato culpa dela)... Bom, não sei como você chama tudo isso, mas todas essas coisas, independente do nome que tenham para cada pessoa, são boas e mal não vão fazer.

Uma ótima semana pra você, cheia de boas energias ;)

=*

Anônimo disse...

Será que vc não ficou impressionada???
Desejo que a tua semana seja bem mais leve e tranquila!
Beijão

Andréa disse...

Eu sou kardecista,graças à Deus e sei que a pessoa em questão devia ser uma alma eternamente perturbada.
E prece feita assim,normalmente aberta em qualquer página é a melhor coisa que pode nos acontecer.
Eu acho que não é pra vc ficar bolada com essas coisas,mesmo pq se vc acreditar demais a responsabilidade é demais tbm(sofro isso na pele),mas o melhor é manter-se distante de pessoas com energias ruins.
E converse com sua comadre,quem sabe uma noite dessas,em que vcs quiserem bater um papinho gostoso,ela não possa vir munida do evangelho de Kardec e fazer o Evangelho no Lar,para dar uma super energizada na sua casa.
Fique bem.
Muito beijos.

Drica Menezes disse...

Nossa! Eu não sou uma pessoa religiosa, nao sou mesmo, mas gosto do espiritismo kardecista e acredito em energias negativas....ui me arrepiei aqui! bjks e fique bem!

Chacrete´s disse...

Sua mediunidade é maior do que vc supõe e imagina...e isso não é religião. Tente ler um pouquinho mais do Evangelho que vc vai entender!
Beijo grande e boas energias!!!

renata959 disse...

Ainda bem que a sua comadre Dani tava lá para te passar energia boa, viu?

Monica Vieira disse...

Cara,

Se a minha viagem for muita, sinceramente, me desculpe. Mas na hora eu me lembrei do personagem do seu seriado!!! Que está ótimo, por sinal.

Para mim, nessas situações, recorro ao banho de sal grosso. Fico até mais leve!

Beijo, fique em paz.
Monica

Ozenilda Amorim disse...

Oi Elise, também não sou de religiões, mas sou uma pessoa do Evangelho, acredito num Deus que é tudo e na vinda de Jesus Cristo à terra para nos salvar. Quando você falou que essa pessoa parecia ser muitas pessoas me lembrei de um endemoniado que Jesus curou quando andava na terra, ele perguntou ao opromido qual era o nome dele e ele respondeu: "Meu nome é legião, porque somos muitos". Essa história tá lá na Bíblia, no Evangelho de Marcos 5: 1-23. Leia que você vai entender a história.
Digo que achei interessante quando você falou que ele parecia muitas pessoas porque pode ter acontecido algo assim, ele deveria estar possuído por uma legião e acredite a energia espiritual dele contaminou você e a oração da sua amiga ajudou a dissipar isso. Busque orar da maneira como você entende que isso é possível, agradeça por quem você é por tudo de bom na sua vida, nem que seja a você mesma, isso vai lhe fazer bem. Um beijo carinhoso e melhoras.
Tô gostando muito do seriado.

Freda disse...

Eu hein, fiquei arrepiada, que história doida, quem era esse cara?!?! A CURIOSA!!
Elise, queria muuuito que você lesse no meu blog uma história que acabei de contar, algo que estou vivendo no meu namoro e não sei como agir, é uma piriguete que fica rondando meu namorado. Acabei de postar a história no meu blog, sei que nunca comento aqui, mas sou uma leitora assidua e queria sua opinião pq vc sempre encontra a maneira perfeita de agir!!
bjosss
Fre
www.vidapassadaalimpo.blogger.com.br

Carol Monteiro disse...

Elise, eu acredito nessas coisas sim, principalmente em gente invejosa, que por mais que ela não sinta (ou finge que não) suga toda a energia de quem esta perto e principalente da vítima invejada em questão.
Desejo boas vibrações para ti e sua família.

Cinthya Rachel disse...

vc sabe das minhas crenças. reze pra quem precisa, extamente o q saiu no evangelho. peça o bem para essa pessoa, mande energias positivas, tanto pro ser fisico, qto pro espiritual. beijos. tudo vai se resolver

Ana Paula Kordash disse...

Estava dando uma "passeada na net" e vi seu blog... mais precisamente sobre esse "post"..

Menina! Isso acontece mesmo.. eu mesmo tenho algumas histórias... quando isso acontece comigo eu tenho meu "namorido! que é o meu intermediário... pq a vontade que eu tenho quando sinto umas coisas dessas é falar um Palavrão!! um não! váriosss!!! e ele diz que isso não é bom...
Até...

Carolina disse...

Caramba... Tava até pensando aqui em fazer "muxoxo" por conta do "hoje só amanhã" do seriado, mas vou só deixar um abração!

Melhoras, viu?

=*

Juliana disse...

Elise, sou muito sensível a isso.

E lendo e ouvindo esse tipo de coisa consigo sentir, umas coisas (não tenho religião), meus olhos se enchem de lágrimas e arrepios e frio, muito frio. Senti isso desde o título do seu post.


Tem gente que faz mal pelo simples fato de existir. Vampiros de energia.

Paty disse...

querida, que coisa horrivel. Acredito no mal, mas acredito tbem que mtas vezes sao espiritos sofredos que ficam perto de outras pessoas. Reze, reze muito, do seu jeito, pedindo luz, energia. E acho que um banho de sal grosso nao faz mal nao...
bjs

marta disse...

Quando vc disse que a pessoa parecia "COM VÁRIAS PESSOAS"..,só pode ser... A BESTA, O CAPETA, DEMÔNIO, DIABO, SATANÁS. Não tem erro, é ele mesmo.

Aninha disse...

Eii, sei que vocÊ não acredita nessas coisas, mas tome um banhinho protetor, com arruda e com fé, é claro. Para que toda essa energia ruim não encoste mais em você.
Beijoooos

Renata disse...

Ai que horror. Faça o favor de NUNCA MAIS chegar perto dessa pessoa!!
beijos, querida