sábado, 8 de janeiro de 2011

ENTRANDO NA FACA


- Ih, Elise.... o sinal cresceu. Vai ter que tirar...

Isso foi a minha dermato (que eu adoro) falando comigo.
Acontece que eu tenho um sinal no couro cabeludo.
Eu só lembro dele quando o cabeleireiro esbarra com o pente, ou quando vou lavar a cabeça no salão e tenho que avisar à mulher do shampoo: ó, isso na minha cabeça que você vai sentir é um sinal, não um carrapato, ok?

O B tem nervoso dele (*fresco* rs), então evita fazer cafuné do lado da minha cabeça onde ele fica.
E fica implicando comigo, chamando de VERRUGA, grrr!!

Enfim, vai ser bom tirar a parada.
Ai a dermato me encaminhou pra um cirurgião plástico, e eu fui conversar com ele (ele não é brasileiro - deve ser russo ou coisa assim. Então imagina o diálogo dele com um leve sotaque meio como o coronel "skavurska" da Net, ok?? rs)

Ele me explicou o procedimento todo, e depois eu perguntei da anestesia:
- Vai ser anestesia local?
- Sim, não se prrreocupe, vou usarrrr uma anestesia muito simples. Igual àquela do dentista.

E sorriu, achando que estava me tranquilizando.
Mermão, aquela anestesia do dentista DÓI PRA CARALHO!
Pior que eu acho que devo ter feito cara de desânimo, pois ele tentou me tranquilizar mais:
- Não uso nem o tubo todo que o dentista usa, vou usarrrr só meio tubo...

Aí eu interrompi rápido:
- Não, não! Pode usar bastante anestesia, por favor! Não quero sentir nada - pode usar muitas drogas!

"Drogas pesadas!", pensei, mas não disse nada, pois ele já começou a sorrir e eu achei que não era nada esperto deixar o cara que vai operar tua cabeça achando que você já tem problemas mentais, rs.
Tudo bem que no meu parto eu dizia que "contração era o caralho" e que queria drogas pesadas, mas a obstetra já me conhecia bem e achou engraçado.

Por fim, ele me perguntou se eu tinha alguma dúvida sobre o procedimento, e eu fiz que sim com a cabeça:
- Quando vou poder lavar a cabeça?

Ele sorriu meio surpreso - tenho certeza que esperava alguma dúvida sobre internação, método de remoção ou coisa assim.
Obviamente ele não se acostumou ainda com as prioridades meio distorcidas das mulheres, rs.

- Hum, não tem prrrroblema lavarrr, pode lavarrr logo em seguida...
- E... eu vou ficar careca???

Aí ele riu mesmo.
- Carrreca?? Não, vou raspar só um pouco em volta; nem vai darrrr prrra verrr.
- Ufa! E... quando vou poder fazer minha escova marroquina?
- Escova marrrroquina? - com cara de confuso - É química? Ah, essa vai terrr que esperrrarrr um pouco mais...

Então é isso.
Tá marcada a remoção do sinal da cabeça.
E eu tou preocupadíssima....

.... de não conseguir marcar de fazer meu cabelo antes!!! rsrsr

15 comentários:

Maela disse...

amadora...humph!

kkkkkkkkk

Se mire no exemplo da louca!

Marca peito e no dia de pagar inclui lipoescultura até nos braços e joelhos e mini abdo

Anônimo disse...

A unica coisa que pensava enquanto lia esse post era:

"Chamando dr. hans chucrute...dr. hans chucrute...chamando dr. hans chucrute!"

Patrícia Nunes disse...

minha irmã tem uma pinta dessa na kbça tbm...uma vez ela me mostrou e me deu nervoso tbm....arrrghhh!!!

eu tinha uma pinta no rosto do lado do olho direito...eu tirei...nem era tão gde, mas eu não gostava dela ali do lado do meu olho.

Silvia Maria disse...

Vai dar tudo certo. Se começar a doer canta uma música. Quando eu era criança, minha mãe dizia para cantar Terezinha de Jesus que a dor ia embora. Hahahahha... eu cantava e achava que ia mesmo...

Claudio Barretto disse...

Musicoterapia aplicada. Mas tb pudera a pobre da Terezinha já começa a música caindo :P

Sei não heim Elise mas tô percebendo uma pontinha de atividade do Sistema Medroso em ação.

Relaxa; o procedimento será simples e o Dr Kalashnikov vai cuidar bem de vc. o/

Jussara disse...

Nunca tinha visto pinta na cabeça, só vc mesmo. rs
Eu já tirei uma do rosto, não doeu nadinha, anestesia local e o médico nem era plástico (mas era amigo da família, o que aumenta a confiança). Eu tava me pelando de medo, mas deu tudo certo.
De outra vez, qdo tirei um caroço da perna, fiz com um cirurgião super recomendado e ficou igual à cara dele. Um turco-grosso-imbecil.
Enfim, na cabeça deve ser super tranks, o couro cabeludo é bem menos sensível que a pele do rosto ou whatever.

Anônimo disse...

tava crente q era uma cirurgia de VERDADE fala sério .
aff...
frescura tem limites ok???
volta a postar sobre moda q era bem mais interessante.

Elise Machado disse...

O blog é meu, falo sobre o que eu quiser. Não gostou, o "X" no canto superior do seu monitor é serventia da casa.

Paula disse...

Aiiiii!!! Eu tenho um caroço enoooooorme na cabeça e tenho que tirar também! Confesso que morro de medo e tinha a mesma dúvida quanto ao "ficar careca"!! hahahahahahaha
Adoro seu blog, venho sempre aqui... ;)

Beijos!

Roberta B. disse...

Só passando pra contar que achei seu blog hj e passei mais de 4 horas lendo.
Um ar frsco e bem humorado no meio de tantos blogs de moda!!!
Há mto penso em escrever um também, mas faltava incentivo... Quem sabe agora?!?!
Parabéns, aqui é uma delícia!
Um beijão, já foi pro Google Reader!

Anônimo disse...

o blog é NOSSO,vc mesma quem digitou.cabecinha de vento.pedindo um web,lembra???
hahhahahahahahahhahahha
tudo q ditares poderá ser usado contra vc.fikdik ;)

Débora Rodrigues disse...

hahahahahahhahahha Elise o bom é que o seu é só 1 sinal.Semana passada tive que tirar 4 sinais... 4 anestesias locais,imagina só hahahahha E minha cirurgiã plástica disse a mesma coisa: "é igual a anestesia de dentista" hehehehehe To com os pontos ainda.Mas é tranquilo,relaxa :)

Bia disse...

Elise, eu já tirei um sinal da cabeça (que nojinho, né!) e ó...nem lembro se doeu! Então acho que não deve ter doído! A dermato nem deu ponto, tirou com o bisturi elétrico, um minutinho e pronto, nada mais de ter que avisar o cabelereiro ou ficar com medo de cafuné! Se bem que mesmo sem pinta eu não gosto muito de cafuné, só consigo imaginar macaquinhos catando piolho...rsrs
Bjo e boa sorte!!!

Juliana disse...

Meus parabéns, pq tenho duas pintas no pescoço que cresceram e não consigo tirar essas merdas, simplesmente pq nao consigo tocar, nem deixar que ngm toca nessas porcarias.
Primeira e unica vez que tentei mostrar pro dermato o maldito já foi com aquela mão cheia de dedos, no impulso agarrei o pulso dele com as unhas, e ele ficou meio puta.

Ninguém toca nessa porra!!!

andreia_coutto disse...

Sei que a situação é séria, mas a maneira como vc a descreveu, me provocou boas risadas!!!
Boa sorte na retirada do 'pseudo carrapato'!!!!
Bjas.