terça-feira, 29 de março de 2011

O ARREBATAMENTO

(imagem: reprodução)

(Calma, apesar do título dúbio, te juro que não me converti a nada, rs.)

Conversava longamente com um amigo querido, e falávamos sobre o de sempre, e que move o mundo: relacionamentos.
A coisa homem-mulher, pegada, machos-alfa, o que querem as mulheres, o que querem os homens e tals.

O papo foi enveredando pra relacionamentos problemáticos - com brigas, vai e volta, drama - e sobre porque algumas mulheres se metem nessas histórias complicadas.
E aí eu tive um insight.

A culpa é do arrebatamento!!!

Sabe aquela pergunta sobre o que querem as mulheres? Pois é isso.
Não é a pegada.
Não é o macho-alfa.
Isso são caminhos pra se conseguir o arrebatamento.
Aquela sensação.
E algumas vezes, o caminho que leva ao arrebatamento pode ser meio errado....

(Porra, Elise! Dá pra explicar o que você quer dizer com arrebatamento, caceta?!!!
- Calma, eu ia chegar lá, rs.)

Por que você acha que a maioria das mulheres assiste filmes românticos, lê livros água com açúcar, ou fantasia com os caras mais estapafúrdios?
Por que elas ficam obcecadas com homens com pegada, ou com supostos machos-alfa?
Você acha que essas coisas não tem correlação entre si?
Engano número um!
Claro que tem!

Até a mulher mais cínica (oi!), mais pé no chão, menos melenta e romântica tem lá sua fantasiasinha secreta!
E essas fantasias todas levam ao anseio pelo arrebatamento.
Vejamos os significados (não bíblicos! rs) da palavra:
"estado de enlevo. Ser tomado de assalto, repentinamente. Deixar-se dominar. Perder-se para a empolgação."


A palavra já diz: é ser envolvido (física e emocionalmente) de forma contundente.

E é esse o "X" da questão.
Porque as pessoas reclamam dos relacionamentos mornos (mesmo os bons)?
De virar "amiguinho"?
Falta esse enlevo, esse acelerar de coração, esse ser preenchido completamente pelo outro!
É a emoção do toque, é o efeito "ímã"

E, claro, algumas pessoas (principalmente as mulheres) confundem isso com o "drama".
Com o desgaste emocional (mas que gera alguma fagulha).
Algumas confundem com violência. Com ser submetidas de outras formas.
Algumas confundem com o desejo puro, e se envolvem com cafajestes.

Então, cuidado!
Cuidado pra não deixar essa carência reger a sua vida!
Sentir-se arrebatado e/ou desejar isso é ótimo.
Ficar namorando/casado com alguém por quem se tem uma atração "mediana", "morna", banal, pode ser frustrante sim.
Mas sair com o primeiro "Zé Pilintra" que aparece pela frente, só pra sentir alguma coisa emocionante também não é a solução!
Voltar pro namorado que te embolacha, só porque depois tem o sexo furioso de reconciliação (que é bom, claro!), não é a solução!

Agora, ficar a vida toda sonhando em se sentir assim, e continuar com o zé arruela do teu marido também não é, viu!
Achar seu namoro bem "marromenos", e continuar só pra não ficar sozinho, também não é.
Viver à base de sexo burocrático, idem.

A vida é curta pra você perder tempo num relacionamento boring, só por acomodação, medo de ficar sozinho e tals.
Ainda mais se te corrói a vontade de sentir algo mais.

Você sabe do que eu tou falando.
Quando sua boca fica seca, e seu coração acelera de uma forma quase dolorosa, e você quase sente um embrulho no estômago de nervoso.
Ao mesmo tempo em que precisa colocar a mão na pessoa, ou fazer ela rir.
Quando o cheiro dela te deixa maluco, e a voz dela te provoca arrepios.
Quando você esbarra nela, e parece que levou um choque de mil volts, e seus pelos do braço se eriçam.
E você começa a se sentir com calor, e quente nos lugares mais inapropriados.
E quando ela te segura... seus ossos parecem ter virado borracha, e você se transforma em argila macia nas mãos dela....

Arrebatamento.
Recomendo ;)

19 comentários:

Anônimo disse...

Arrebatamento e todas essas sensações de choque elétrico e etc são muito bons, a questão é, quanto tempo dura isso? Não acredito que toda essa tensão sexual dure muitos anos. Por isso que, a meu ver, tentar construir um relacionamento com base nisso (o que muita gente faz) muitas vezes acaba em fracasso.

ni

gisele disse...

uhuh arrasou.rs.bj.

Ana T. disse...

Mto bom o post :]

Michele P. disse...

"Pois olha" Elise... sou suspeita para falar sobre o assunto, afinal, não faço parte do grupo de mero mortais...rs Assim como você (e esta deve ser uma característica dos piscianos...rs), eu gosto muito de tudo o que novo, fabuloso. Eu preciso/necessito estar em constante arrebatamento.
Não sei viver com metades, neutralidades etc e tal!
Tudo deve e precisa ser sentido intensamente.
Portanto, é redundância dizer que adorei o texto, né?

Show!

Bjs!

Paola disse...

Acho lindo, mas nao funciona, prefiro ter um sexo normal e um dia a dia maravilhoso, q ter um sexo foda e um dia a dia problematico, mesmo por q sou muito exigente com homem...rs ja estou no 3 casamento...rs, e só tenho 33 anos! hahaha, nao enche meus olhos, arrebatamento dá e passa...prefiro viver no conforto da conformidade de uma vida mediocre e feliz! #prontofalei!

Elise Machado disse...

Ah, si. Nem tanto à Terra, nem tanto ao mar - só arrebatamento não dá. É isso que eu digo no começo.

Que a obsessão por isso cria relacionamentos ruins.

Mas... eu quero é tudo ;)

Paola disse...

Com certeza seria o melhor dos mundos...eu tb ja quis tudo, mas optei pela PAZ. Não troco a harmonia do meu quarto nesse momento por nenhum arrebatamento, rs ;) é a idade, envelhecer é foda, vc perde o desejo de lutar...pelo que la no fundo realmente vc quer...
bjo boa noite!

Paula disse...

Paola, eu já nasci velha, porque penso assim desde os 15 anos. hehehe
Prefiro mil vezes uma vida feliz tranquila, o arrebatamento passa rapidinho, pelo menos em 99,99% dos casos... não conheço ninguém que depois de anos juntos ainda sinta essas emoções que são típicas de início de relacionamento, de desbravamento do semidesconhecido... não tô falando que necessariamente o tesão acaba, mas o que a Elise relatou no post é aquela paixão-atração mortal do começo mesmo. Sim, não tô falando que não existem casais antigos que sintam isso ainda, mas deve ser a coisa mais rara da face da terra.

Ass: ni

Anônimo disse...

ops, saiu com o perfil de minha irmã, sorry
Ass: ni

Aime Chiquini disse...

Acho q não existe no mundo coisa mais deliciosa que esse estado de incerteza dos fatos.... Esse início esse ARREBATAMENTO!
Não eu não acho que arrebatamento como o do início de um relacionamento dure a vida inteira, não vejo como isso seria possível, sentimentalmente falando... Pq depois de um certo tempo esse arrebatamento que pra mim nada mais é que o mistério sobre o outro, o mistério sobre o sentimento do outro, o q ele quer... etc... O tempo passa e vc já tem algumas certezas, alguma noçao, algum fato.
Acho que esse arrebatamento qd o casal já está ha anos juntos ele surge novamente com o primeiro carro comprado juntos, o primeiro imóvel, o primeiro filho principalmente, a primeira viagem em família, as primeiras datas festivas. Acho que o arrebatamento ele continua com outros formatos e por outras razões, não mais pelo misterio que envolve o relacionamento.
Acho sim, que a paixão pode ser duradoura, mas paixão e arrebatamento pra mim são diferentes.

Mas q eu sinto saudades imensas do meu arrebatamento pelo namorido... AHHHHH se sinto!!!! coisa mais deliciosa!!!

Elise Machado disse...

Eu sou a favor do meio termo - calmo... mas com emoção, rs.

Assim, não acho que o arrebatamento tenha a ver só com inícios não...
No início é mais intenso, é mesmo. Mas pode perdurar.

Sem fazer média (vcs sabem que eu não faço mesmo, e se alguma coisa está uma merda, eu falo), mas dá pra sentir isso depois de muitos anos sim!! rs

Pode não ser igualzinho ao começo (claro! E ainda bem, pois o começo além do arrebatamento tem a ansiedade), mas meu coração ainda dispara... e eu ainda me arrepio ;)

Paola disse...

Elise, isso é por q vc encontrou a pessoa CERTA. É o tesao ao cubo, fisico, emocional e intelectual, eu desenvolvi essa teoria...rs e constatei q o tesao mais importante é o intelectual, o dialogo é importante demais no relacionamento, tem q ser alguem intelectualmente compativel, humor parecido, esse tipo de coisa...alguem q vc AME conversar, entao... no meu caso o tesao fisico é bom ( nao é coisa de outro planeta), mas a sincronicidade intelectual é tao tudo, q fica perfeito. agora vou dormir! bjos boa noitee

Aime Chiquini disse...

Ahhhhhhhhh... Eu tb acho que o arrebatamento dura....
Mas não acho, pelo menos não no meu caso, que o arrebatamento de por exemplo o estomago virar pedra de gelo qd vc está indo ver o amado... Ou então a sensação de enjo de quando vc vai encontrar ele pela primeira vez.... É disso que eu falo....
Tipo eu não tenho enjoos há um bom tempo mais quando vejo meu namorido.... Ou então não sinto mais meu estômago formigar quando vou encontrar ele em algum lugar...
Mas senti meu estomago gelado quando ele me trouxe um presente de aniversario no meu primeiro aniversário morando com ele....
Tipo o arrebatamento existe, mas pelo menos comigo.... Já não é intenso e ansioso como era no início...
Até pq haja adrenalina....
Nos primeiros 2 meses PELO MENOS toda vez que a gnt ia se ver no primeiro dia do fds eu me sentia akeles bonecos de vento de posto de gasolina!!!! Na hr q ia chegando perto de encontrar com ele.... Vix!rs

Anônimo disse...

Já passei por isso, mas não dura muito tempo não, pelo menos comigo, da mesma forma que vem, vai...mas que é bom e é gostoso sentir é...
Hoje em dia nem sei mais o que é isso rs tb já to casada há séculos e meio que virou mesmo relação boring, morna, acho que acontece nas melhores famílias...

Camila Monteiro disse...

Eliseee senti tudo com essa descrissão tua!!! Concordo ocm cada palavra!

Maela disse...

Arrebatamento dura no máximo 3 meses ( em um relacionamento novo )

Depois de 13 anos de casamento arrebatamento é quando as crianças estão na avó.... kkkk

Le disse...

Ai que saudades do começo do namoro...
Claro que anos depois ainda é bom, mas as sensações mudam.

Aime Chiquini disse...

Me sinto mais normal vendo q eu no sou a unica q nao sente mais constantes arrepios na espinha....rsrsrs

André P. disse...

Elise, vc conseguiu achar até no dicionário o nome dessa emoção espetacular...
Só quem sentiu sabe o q é o ARREBATAMENTO...e eu tô nessa!
Obrigado, só vc...bjs.