quinta-feira, 24 de março de 2011

VIBRADORES E VIBRAÇÕES


- Filha, não fica dizendo no blog que tem chicote.....
(risos) - Ah, mãe.... por quê?
- Não pega bem. O que as pessoas vão pensar?
- Mãe, mas é um pequeno... de brincadeira. E não tem nada demais; hoje em dia isso é super comum. Todo mundo tem essas coisas. É só de farra...
- É?
- Por exemplo, a fulana (que ela conhece), tem coleção de vibrador. Todo mundo tem uma coisinha!
- Coleção??
- É... ela usa com o marido, eles acham legal. Bacana, né?

Outro dia, tendo essa conversa com a minha mãe, cheguei à conclusão que o problema devo ser eu - eu é que acho a maioria das coisas sobre sexo tão natural.
Só pode.
Devo ser eu, né, porque nego encana com umas bobices... (não você, mãe! Nem contei no diálogo que depois você ficou interessada em saber da coleção de vibradores, rs).

Nesse mesmo dia, estava assistindo um episódio do "Papo calcinha", quando de repente uma das meninas começou a contar que nunca se masturbou.
Péra lá!
Caceta, a mulé com mó cara de rodada (grosseiro, mas verdadeiro), e me manda uma dessas?
Uma coisa básica assim??

Sei lá se acreditei, ou se era combinado na pauta, pra dar assunto.
Pô, como pode a mulher com quase 30, sexualmente ativa, que nunca....

Daí lembrei como essas coisas de sexo são confusas pra algumas pessoas, e como pode acontecer esse tipo de coisa: mulher casada há anos que nunca gozou, mulher de meia idade que não gozou nunca, não sabe nem como é, outras que sonham em serem comidas de quatro (história verídica! Triste que algo tão básico seja o sonho da vida de alguém!) e por aí vai...

Sabe o que eu acho?
Que deveria ter terapia sexual (na verdade tem né, mas ninguém vai, rs)

Eu faço terapia com as amigas, rsrs
É mais barato.
Quando alguém faz alguma coisa diferente, sabe de algum causo estranho, bota na roda.
Se alguém tá com algum estresse sexual também.
A gente até brinca, que nosso grupo mais íntimo de amigos é a maior putaria - todo mundo sabe quem come quem e como, rs.
E os papos sempre acabam em cu, hahahahaha.

Mas é bom, sabe?
Respeito quem não é de falar no assunto, claro (embora ache que há algo errado se a pessoa tem pânico de sequer tocar no assunto)
Mas é bom não se sentir sozinho no mundo, nesse departamento.
Saber que outras pessoas às vezes se angustiam com as mesmas coisas.
Ou que você está dando importância demais a coisas bobas.
E até pra saber o que tá rolando de novidade, hehe.

Falar sobre alguma coisa com quem você confia, tira o peso dela.
Banaliza (no bom sentido).

Então, eu posso não ter a coleção de vibradores (rs), mas é bom saber de quem tem.
É ótimo saber que as possibilidades existem e estão aí para serem experimentadas.
Porque, como diria a Vani, no filme dos Normais, a gente vai envelhecendo e cada vez mais vai caindo a frequência do sexo
(é triste, mas verdade!! rs. Não existem muitas velhinhas de 80 anos taradonas! rs)

Então, não desperdice! rs
Que o que se faz hoje seja bom!
Bom não, espetacular!

Cada dia melhor!
E que se explorem todas as possibilidades.
Já pensou que você só ir lá e...  , fazer de qualquer jeito, pode não ser suficiente??
E você nem saber o que está perdendo????
Que pode existir muito mais sexo sensacional "entre o céu e a Terra do que sonha nossa vã filosofia"?? rs

40 comentários:

Anônimo disse...

eu tenho dois vibradores, mas não tenho nem marido nem namorado. é necessidade mesmo! kkkkkkkkkkk

Carol Monteiro disse...

Eu e as colegas tbm costumamos fazer "terapia sexual"juntas, o papo sempre é divertido, e as vezes a gente até permite que os marido participem, fica ainda mais engraçado! Essa história de trocar experiencias sempre é boa. bjoo

Aline disse...

Tenho a maior vontade de comprar um vibrador, para ver como é, ms morro de vergonha de entrar em sexshop, comofaz?!

Thiago disse...

Cherrie, esse post vai bombar!! haushashaush

Sabia que no fundo no fundo os homens falam pouco sobre isso? Eles contam muita VANTAGEM e falam das putas que pegam, mas nenhum conta as experiências à vera.

Babi disse...

Eu amo meu vibrador rosa!! \0/
Meu namorido tb!! hahahahaha

Anônimo disse...

Pois é... há vezes em que 'julgamos' comum o que para nós é... mas acredite, h´q mulheres casada, que parecem pessoas descoladas, mas na vida íntima com o marido, trasam mecanicamente, e não conversam NUNCA sobre com eles. Tenho uma amiga que achou super espetacular quando conversei coisas do tipo 'oral', 'toques'... para ela o lance é pá-pum. Agora é bem verdade que EU MESMA sou um tanto travada para iniciar uma conversa (com eles) ou propor novidades, porém tive(tenho) sorte de estar com pessoas que souberam direitinho fazer a 'iniciação', depois disso 'tô em casa'... rsrs. Iara.

Ju R. disse...

Sexo sensacional... tenho pensado e vivido (tks) muito isso nos últimos meses, mas após me questionar o porque só agora, cheguei a conclusão de que isso não está nada ligado à homens lindos e sarados, um pau grande ou com altas performances... tem haver com envolvimento, confiança e respeito, que te deixam a vontade pra curtir, se entregar, brincar e explorar. Explorar a si e ao outro. Quer coisa melhor do que pedir o que lhe passa pela cabeça, sem a preocupação com o julgamento?... Infelizmente a receita não é simples, é uma soma de fatores que parece transcender a razão... há de estarem ambos disponíveis, há de ter química e há de estarem muito bem resolvidos com seus valores e desejos... E vamos combinar que se pra um estar assim já é difícil, imagine dois? Mas pode acontecer, basta estar atento e não se apegar a pré conceitos... experimente se livrar deles...
Beijos a todos!!
Ju R.

Silvia Maria disse...

Olha, não me surpreendo de uma mulher de 30 anos NUNCA ter se masturbado. Nossas mães sempre disseram que é feio. É feio falar de sexo, é feio se entregar, é feio isso, é feio aquilo... uma merda. E, para se lebertar de tanta "feiura" é foda (ops, isso tb é feio!).
A mulher tem que ser casta, perfeita, recatada... PUTAQUEPARIU!!!
Mas é o que acontece, infelizmente.
Tenho 39 anos e me libertei dos jargões "isso é feio", "uma moça do seu nível não faz isso", "o que os outros vão pensar" (esse é o que eu mais odeio).
Sou super a favor de uma terapia para aquelas pessoas que não se libertam disso.

Rafinha disse...

Tiago, eu concordo com vc. é muito mais fácil ser mulher nesse aspecto. Os homens não podem compartilhar essas coisas, como vcs.

A gente sempre aprende das piores formas possíveis e nunca sabe se está agradando, se o que gosta é normal. e nem seus amigos vão querer falar sobre isso com vc. Ou vc vai ter medo de ser sacaneado. É foda.

Michelle disse...

Chérie, o casal tem que ter química, intimidade e confiança, se vc tem isso, vc faz e acontece!E vamos combinar que é uma delícia...
Também faço terapia com as amigas e com a irmã, aliás... é quase uma organização criminosa. rsrrs
Fica tudo entre os mais íntimos, e aí danou-se...pq é todo mundo amigo, as mulheres e os respectivos namorados. Uma zona!!!!
Óbvio que certas coisas (detalhes sórdidas, rsrsrs) ninguém sai falando, fica entre o casal, mas no geral a gente sempre bota na roda.
E qndo os homens tão no meio, eles que pedem p/sair, pq mulher falando de sexo é foda!

Anônimo disse...

hahahahaahahhah!
Fiquei querendo um vibrador!!

Melissa disse...

Lise, conta aí do seu chicote!! rsrsrs
Como vc faz?????

Juliana disse...

Não tenho vibrador.
Assim, pra mim, é caro e desnecessário. Mas tenho um zilhao de coisas.

Infelizmente é super normal mulher nao se masturbar, a gente aprende desde cedo, nas familias mais chatinhas, que colocar a mão na vagina é feio, é sujo, é pecado; que nao pode deixar ngm tocar... E daí nasce a mulher frigida, mulher que nao se toca, nem se deixa ser tocada.

Óbvio que há exceções, tipo eu haha
Mas prefiro nao falar com minha mae sobre isso por conta de uma série de fatores que nao vem ao caso, mas converso MUITO com o namorado e amigas.

Aime Chiquini disse...

Hahahahahaahahah
tenho duas graaaandes amigas...
E principalmente com uma delas, o assunto sexo rola SOLTO!!!!!!
Nao temos vergonha nem pudor de NADA!
Morremos de rir das nossas trapalhadas....
Nos divertimos contando e passando experiencias!!!
"tenta assim e depois faz isso"
"compra nao sei oq e faz assim"

A outra já é mais quietinha, fechada...
Mas de vez em qd a gnt faz ela abrir o jogo!!!rsrs

Eu qd solteira conversava abertamente com minha mãe sobre sexo. obviament que performance dos meus pais estava fora de cogitação saber... EWWWWW!
mas em casa sempre foi tranquilo conversar...
Mas sempre foi errado EU fazer! hahahahahahaha

Anônimo disse...

Juliana, tô contigo, guria! Tb acho que vibrador é caro. Tenho dedos, ué!! hahahahahaha.
Suzana

Milene disse...

Que caro nada meninas! É investimento, bobas rsrsrs

Não cansa a mão e lavou tá novo ;)
Praquele dia que você tá no osso, mas tá sem saco.
E nem precisa pagar boquete antes! hahahaha

Vocês deveriam experimentar. E o seu bofe pode até usar em você, é exitante

michelle disse...

Vibrador é un negócio meio tenso...o namorado de uma amiga, detesta! Se recusa a usar com ela e fico puto qndo ela usa. E os homens acham o que? Interagem de boa com o vibrador ou não?

Ariane disse...

Acho que a qualidade do sexo depende da afinidade, intimidade e confiança com o parceiro (para você sentir-se bem e se soltar)!
Não tenho problema algum para falar sobre sexo... na verdade adoro! rs Sempre conversei sobre tudo com minha mãe (claro sem detalhes sórdidos kkk), mas acho que esse diálogo ajuda muito na maneira como cada um vê o sexo!

Só não tenho um vibrador... ainda!!!

Renata disse...

Eu fico até meio triste pela pessoa quando vejo que é muito fechada ou que não experimenta nada novo...fico achando que tem tanta coisa boa que a pessoa ta perdendo. Tenho uma amiga assim, mega certinha, não gosta de falar no assunto e imagino que a coisa lá deva ser um tédio! Falar no assunto é bom demais, sempre maior "risadaria".
Essa semana tive um sonho erótico com uma amiga, morremos de rir os 4 (eu, marido, ela e marido dela) quando contei....rsrsrsr!
beijos, querida

Aime Chiquini disse...

Eu tb acho Ariane que eh tudo coligado....
pode ate rolar uma puta foda boa sem tudo isso...
Mas a cumplicidade de uma boa transa, relax e gostosa pra mim precisa ter esses 3.... afinidade, intimidade e confiança;
sem o tripé, a relação sexual fica meio manca!!!!rs

tb no tenho vibrador!!!!rs

Maela disse...

Outro dia uma amiga me liga, nem diz oi e fala :
- Que cor é sua vagina? E seu c*?

Sem nem pensar muito mandei :

- Roxo.. eu acho!

E ela suspira aliviada!
- Que bom! Outro dia fiquei vendo filmes e TODAS AS buc* tas e anus eram rosinha!! Qualé!

E eu arrematei !

Filme sueco é uma merda!

Rubinha disse...

Tenho mó vontade de comprar um vibrador!! rs

Andréa disse...

Eu ando meio cabisbaixa em relação a sexo,deve ser a porra da anemia.
Mas converso muito com meu marido sobre,acho legal,a gente se encaixa.
Se encaixa tanto que ele tá sendo super legal e compreendendo minha fase ruim.
Mas preparem-se todos,pois eu tô tomando ferro na veia uma vez por semana,então acho que logo logo o negócio vai bombar.haha
Quanto à vibradores,eu não tenho,mas juro que morro de vontade de ir à um sex shop,preciso só perder a vergonha.
Chérie,sua mãe é impagável.
Beijas.

Mirella de Oliveira disse...

Concordo, chérie!!
Eu ADORO falar de sexo! Não mais do que fazer, lógicooo!!
Só que infelizmente minhas amigas e até as colegas de trabalho são muito, digamos... tímidas pra falar disso! Sériooo... geralmente converso mais sobre o assunto com o namorado, quanto estou namorando. Ou com vocês, por aqui mesmo! hahahaha
Mas é isso ai, é muito gostoso falar, saber das experiências do outro, experimentar coisas novas!
Delíciaaa!!
Ahh, tbm não tenho um vibrador... mas morro de curiosidade... um dia, quem sabe!!
hahahahaha
Beijas

Flávia A. disse...

HAUIAHiuHIUHaiuhiuA,pq será que os papos de putaria sempre terminam falando de cu?? Incrível! hauihauihaiu,me identifiquei!


Bjo,Elise!

Pati Chocolate disse...

Não devia ser tabu algo tão natural, tão instintivo. Nascemos disso, ué.

Rick disse...

Elise:

Saudades de você!
Como sempre, me divirto muito, com seus posts e com os comentários!
E olha que tenho várias amigas por aqui!
Rs...

Beijos!

Caroline® disse...

Ainda bem que meus amigos e amigas são todos largados e desbocados! A gente fala mesmo. Outro dia, as garotas interrogaram os caras pra saber como era um p*teiro. Sempre tem umas conversas bem doidas assim. Repressão é uma merda. Coisas como masturbação, oral e posições diferentes ficam parecendo coisa do outro mundo, de filme pornô, e não de gente "normal". Felizmente eu sou bem-resolvida pra caramba.

Daniel disse...

Bom... como fugir de um assunto tão prazeroso? Ou como deixar de ser longo no comentário?

Não deu...

Primeiro, mulheres falam mais de sexo com as amigas, falam da lista de caras qeu comeu (porque estéticamente quem come é a mulher né?) e como é feito, se o cara tem pau torto, se chupa bem e tudo mais, correndo até o risco em casos extremos de fazer propaganda alheia ou queimar um amigo...

Homem fala também, mas menos do que as mulheres, os caras tem receio demais de serem julgados, de serem pouco comedores... Participo dum forum de Futebol Americano e lá é putaria, nego fala onde vai quem come e como... E ainda troca contatos, endereço de suingue, dicas da chupada master e tudo mais. É louco pois tem os moleques que acham que comer várias é o que há e os outros que acham que FODER BEM é o que há. Meu lema é "FODER BEM, para FODER SEMPRE". Me esforço mas devo ter sido enganado algumas vezes.

As mulheres se masturbavam menos (espero que isso esteja mudando) pois sempre foi dito, na nossa cultura, que "menina não pode por a mão na periquitinha", as mãe ficavam temerosas que a filha sentisse um frissonzinho sequer. Não é estimulado o nú masculino, se bem que mulher imagina mais (os melhores filmes pornôs são dirigidos por mulheres). Mas a mãe da menina não fica falando no shopping (pelo menos não ficava) olha que menino gostoso... no máximo "olha que gatão" ou que "gracinha de rapaz". Já o pai não fala pro muleque "olha só que bunda...", cutuca o filho e diz "essa ta turbinada". Poucas mães (e me corrijam por favor) disseram "olha só a bagagem desse dai..." ou "esse eu dava até precisar de hipoglos". Então é de se esperar que homens se masturbem mais que mulheres e falem mais de sexo.

Mas quando a mulher dá para falar de sexo tem HOMEM QUE CORA, que fica até com medo.... Cagões, grandes Merdalhões.

Mulher tem que ir em Sex Shop, tem que comprar brinquedos (mais um sonho calcinha com controle remoto) para provocá-la naquela festa chata de bodas de prata da tia... Isso é muito louco. Creminhos, calcinhas comestíveis (ainda irei esperimentar), bolinhas, dildos e tudo o mais... Ahhh e o tal do Anel masturbatório que as atrizes e divas gringas estão usando também deve ser BEM INTERESSANTE.

Abaixo aos hipócritas.

Sexo,
to fora,
to dentro,
to fora,
to dentro,
to fora...

Beijos do Saladeto Taradão,
Dan

Daniel disse...

E como diria Maela, Sexo até quando é ruim é BOM.

Henrique disse...

As pessoas seriam muito mais felizes se fossem mais livres nesse terreno.

Quando eu tiver uma filha, vou incentivar ela a se masturbar.E ver isso tudo como algo normal.Disse em incentivar filha porque a gurizada já manipula seus pênis muito cedo e se deliciam com a dose de prazer que a masturbação prorpociona.


Será que ao falarmos tanto sobre sexo no fundo não demonstra que ainda somos um tanto quanto repressivos nesse campo? E ao menos no discurso nas mais variadas formas seria uma forma de saciar esses desejo? No fundo fala-se mais de sexo do que pratica?

Abraços

Mirella de Oliveira disse...

Olha, lendo o comentário do Henrique me deu vontade de falar. Meus pais NUNCA falaram de sexo comigo! E eu até hoje não me sinto nem um pouco à vontade pra falar disso com eles, pelo fato de eles não terem me dado essa liberdade... E minha mãe tem, sim, essa mentalidade de não deixar a menina mexer na "periquita" porque é feio e tal... E eu descobri a maioria das coisas sobre sexo por mim mesma. Em revistas de adolescentes, com amigas... e sozinha. Me masturbava e gozava desde criança, e nem sabia o que era aquela sensação... só sabia que era bom e eu fazia sempre... escondidinha! E nossa, como isso foi importante pra eu descobrir a minha sexualidade e o meu corpo. E não fez de mim uma "vagabunda", nem sai por aí dando cedo e pra vários caras (sim, minha mãe pensa dessa forma). Serviu pra que eu descobrisse meu corpo. Também creio que vou falar abertamente com meus filhos sobre isso. E não sei se vou estimular, como disse o Henrique, mas jamais vou reprimir.
Porra, existe coisa melhor no mundo?? QUASE NADA!
Beijas

Dita Panul disse...

Gente, não tem como negar que a energia sexual é uma das mais poderosas, vc sente no astral uma pessoa bem resolvida neste assunto. As mulheres falam sobre isso,mas não é todo mundo, o que acho estranhíssimo são homens que literalmente sentem-se inibidos com mulheres que assumem sua sexualidade,seu gosto pela coisa.Relaxem e aproveitem.Beijo.

Anônimo disse...

Bora Daniel, passa o telefone! Quer dizer deixa lá... tô tão longe, que o telefone só vai piorar as coisas... rs.

Henrique disse...

Mirela,

que bom que você descobriu isso por você mesmo.

Na verdade, eu acho que me expressei mal.Você disse o que eu queria dizer.É isso mesmo. Não reprimir.Incentivar pode ser também uma forma de repressão porque a coisa não se manifesta de forma livre.

Mas em ela ou ele sentindo esse anseio, terá meu apoio nessa descoberta.Muito díficil alguém não se encantar com essa energia sexual.O foda que na verdade é uma anti-foda são algumas implicações que isso acarreta, por exemplo, o discurso religioso ( cristão-judaico principalmente) que coloca o sexo como sinônimo de pecado.O que tem a nos dizer o mito de Adão e Eva ? Quem é a culpada da história?

Acho que será bacana o dia que a mulher perceber que ela pode assumir várias faces. Ser mãe, safadinha, amante, amiga, dama, lady, taradinha...

Porque parece haver um corte, uma cisão em algumas mulheres.E o pior é que tem cara que diz " fulana é pra casar e sicrana para sexo"...rs. Por que não pensarmos que fulana pode ser pra casar e podde ser para o sexo tb ? Não seria algo mais completo? Algo maior?

Por isso, acho que todos temos que evoluir, seja homem ou mulher.

Abraços

Mirella de Oliveira disse...

Olha Henrique, eu to pouco me lixando pro discurso religioso. Eu tenho a minha FÉ, eu acredito que alguém (algo, sei la), criou isso tudo que temos no universo. E ponto. Sexo é pecado? Se for, sou a pecadora número 1. Não fazendo mal a ninguém, temos mais é que ser felizes e f%#er muito! E caras que pensam que uma é pra casar e outra é pra sexo são deprimentes. E passam LONGE de ser homens e honrar o que tem entre as pernas. E desses quero distância!
Concordo que eu, vc e toda a sociedade temos muito o que evoluir ainda. E iremos...
Beijas
Mi

Aime Chiquini disse...

No quesito sexo em família (nao... em casa nao rolava suruba...)
Meu pai sempre foi extremamente fechado e minha mae sempre foi aberta ao assunto... POREM... ela abria espaço pra conversa, contava da vida sexual (sem detalhes claro) com meu pai... SO que quando eu iniciei minha vida sexual o comportamento dela mudou...
Ela não queria que eu fizesse SEXO!
hahahahahahaha
Teve até uma vez que ela me perguntou "mas vc vai transar sexta, sabado e domingo? Pq?"
hahahahahahahahahaha
FODA!!!!!!
Isso dá um post lá no blog até!!!!hahahahaha

QD o assunto são os pais acho que pra eles a conversa é mais facil que saber que as filhas começaram a fazer tb!!!rs

Fernanda Fernie disse...

Eu acho super normal mulher se masturbar, tenho uma roda de amigas sexualmente ativa..mas acredita q elas acham um absurdo..tipo: o q? vou nada perder meu tempo me masturbando! perder tempo? Eu perco tempo qd pego fila de banco pra pagar conta, amiga! Mas enfim, cada um com seu dilema..nao tenho namorado, tenho uns casinhos aqui, outros acolá..e qd estou só, chego estressada ou apenas me dá vontade, me masturbo MESMO! Assim conheço melhor meu corpo e fica mais fácil de ir "guiando" o parceiro nos pontos que me dão mais prazer!
Tem um amigo q ama a namorada mas, desabafando, disse q ela n fica de 4, q acha coisa de puta! Ok, então meu nome é Puta, porque ô posiçãozinha que me deixa maluuuuuuuuuuuuuuuca!
Ganhei da minha prima um vibrador, q apelidei carinhosamente de Frotão (alexandre frota feelings, é brega, eu sei..rs); não uso com tanta frequência, acho ele mega grosso, mas pensei em comprar um q é em formato de soldado britânico, a prima da minha amiga tem e disse q é lindo, deixa como enfeite de cabeceira..haha
Já falei demais, mas é q o assunto sexo sempre rende ;)
Mas Elise, conta aê o q vc faz com o chicote :P

erica disse...

maela=hahahahahahahaha

Monica Loureiro disse...

Adorei este post!