quarta-feira, 26 de novembro de 2008

MÃES IMBECIS


Se tem uma coisa nessa vida que eu NUNCA vou ser, é MÃE DE PORTA DE ESCOLA.

Eu odeio com todas as minhas forças aquelas mulheres que se arrumam pra ir buscar os filhos na escola, e chegam meia hora antes, pra bater os papos mais imbecis do mundo, com outras imbecis de porta de escola (e nem tou na TPM, hein?!).

E é um campeonato de mediocridade, pra ver o filho que faz o cocô mais bonito, e coisas assim. (rsrsrs)

Mas pior do que mãe de porta de escola, é mãe de porta de ESCOLA DE BALLET (sim, a Memée faz). Tem que ver como elas competem!!!

Como não vale à pena, deixar ela lá e buscar depois, tenho de ficar na sala de espera com as TOP 10 mulheres mais descerebradas da humanidade.

Eu, cretina e esnobe que sou, sempre levo um livro e morro pra humanidade em volta, por 50 minutos.

Mas.... às vezes uma conversa ou outra escapa. E, mermão, vale à pena nos dias que vc quer se divertir.

Uma dessas "madames" (pra mim é tudo madame, pq quem tem trabalho e vida ativa, não tem tempo pra ficar falando tanta abobrinha), estava conversando com a filhinha, antes da aula começar.

Uma menina pequena, menor que a Memée, uns 5 anos vai. E a menina estava toda emburrada (pra mim ela tava era constrangida!) pq a mãe conversava sobre o peso dela com outra mulher ao lado. E falava os maiores absurdos: quanto ela comia, e o que comia, e a "luta" dela pra filha comer bem, e que criança gordinha sofria (a menina era gordinha, mas uma fofucha).

Daí na hora de entrar na aula, a menina começa a dizer que não queria ir, que estava sentindo uma "dor" no pé (coisa de criança, quando tá enrolando, hiper normal).

E a anencéfala:

-Ah, tá com dor, é?? Tudo bem. A gente vai no médico, E ELE VAI TER DAR UMAS INJEÇÕES, e já já passa.

Vontade de dar um tabefe na estúpida. Nem só pela falta de tato e psicologia não. Mas pelo simples fato que essa imbecil está complicando a própria vida. Quando ela PRECISAR que essa menina tome uma injeção, vai ter aturar o monstro que ela criou (o medo que ela criou!).

E aposto que a idiota ainda vai dizer "não dói nada" pra filha. CLARO que a menina não vai acreditar - mensagens confusas.

Odeio mãe (e pai) que incute medo à toa em filho!!! E que enrola e mente pra criança, pra benefício próprio; por preguiça. Odeio.

E aqueles que criam medo só pra ter controle?? "O LOBO VAI TE PEGAR se vc for no quintal"; "o cachorro vai te morder, se vc fizer festinha nele" (só pq não quer que a criança se suje), essas coisas.

Impressionante como até pra dirigir tem que fazer prova, MAS QUALQUER IMBECIL PODE SER MÃE.

13 comentários:

Drica Menezes disse...

e o pior é q tudo isto vc vê professoras q são mães fazendo com os próprios filhos....e ainda se dizem "educadoras"....ahhh vc nem imagina como o magistério pode ser terrível! hehehe!

Mary disse...

Eu acho que tem gente que não sabe andar a pé, quem dirá guiar carro! Filhos, então? Deveria ter vestibular... e com questões discursivas!
=)

Mary disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata Sabino disse...

Aplausos!
Minha filha entro na escola agora e me sentia meio esquisita por não me juntar ao grupo de mães, por ter que deixar ela na escola e ir trabalhar, até que percebi que eu não era " mãe de porta da escola" e fiquei mega feliz!
Concordo plenamente com tudo o que vc falou! Uma pena isso ainda existir!

helen disse...

Miga, ajuda a gente na divulgação da campanha? Linka um bannerzinho no Salada... rsrs

beijo!

Renata disse...

Olha, meu filho ainda é muito bebezinho e eu não gosto de julgar pq cai na testa, sabe? Mas eu tb ODEIO mãe que fica colocando medo nos filhos à toa. Não vai lá no escuro pq tem bicho papão...que ódio. Depois cresce uma criança insegura e medrosa e os pais não sabem o motivo. Me irrita muito.
beijos, querida

Daniely Novo Kamaroff disse...

TEM CERTEZA DE QUE NÃO ESTÁ NA TPM FILÉ?...RS

flavio disse...

O ministério da saúde adverte:
mães de porta de escola ,são prejudiciais a quem queira educar seus filhos com pés no chão...sem tatibitati,sem paparicos e fricotes. EDUCAR de verdade,pois é nosso dever.Criar é mole ,quero ver EDUCAR.

Elise disse...

Drica, sei bem como é o magistério...rsrsrsrs

Dei muita aula - as mães ainda esperam que as profs. eduquem o que elas não educam; duro de engolir.

Cinthya Rachel disse...

concordo e muito com tudo isso. pelo mesmo motivo odeio ir ao salão, esse papinho de meu filho é isso, meu amrido é aquilo, aca.

Caroline disse...

Oi Elise, há algum tempo venho curtindo seu blog. Confesso que não mexo mto nisso, mas estive atrás de umas notícias e mexendo em um e depois em outro... acabei achando o seu, li, me identifiquei e confesso que sempre levo um pouquinho daqui pra minha vida, já comprei quase td da farmácia, o blush líquido...e enfim, está no meu Favoritos. Me identifiquei também com esse texto, pois tenho uma filha de 5 anos e nunca fui ativa na porta da escola, mas confesso que já sofri horrores com fofocas maldosas sobre todos os tipos de assuntos possíveis. O incrível disso tudo é que falam mal uma das outras e está tudo numa boa. Não consigo ser assim!

lolo disse...

Existe mãe de porta de escola? Que se arruma para levar filho na escola??? Mentira! Hihih, super por fora, ne?

Maela disse...

Bom, lá estou eu comentando de novo, mas ontem mesmo, conversei com uma amiga ativa ( Juíza e com 2 filhos ) sobre mães de porta de escola. Além de fazerem mal aos próprios filhos, elas tentam transferir o veneno para nós, sempre ouço um comentário do tipo... olha, seu filho já saiu, tá sentadinho lá faz uns 5 minutos.... sozinho....
DETALHE : meu filho estava correndo brincando de pega-pega e tive uns 10 minutos tentando tirá-lo da brincadeira.