sábado, 10 de abril de 2010

PISS OFF!


Essa aconteceu ontem com o B. Eu fiquei meia hora passando mal de rir.

Conta ele que tinha ido a uma reunião no Rio Sul - final do dia, e uma cervejinha antes de voltar pra casa.
Só que o Rio anda um caos - ainda estava chovendo, o trânsito mais lento e confuso do que o de costume.

E passa hora, e passa hora... e nada dele avançar muito. E a cerveja começou a fazer efeito no corpo dele: UMA VONTADE LOUCA DE MIJAR foi se instalando.


Depois do que ele disse que pareceu um século e meio, ele ainda não tinha nem chegado na Barra! Já começava a doer, ele nem prestava mais atenção ao trânsito e nem sinal de posto ou lugar que desse pra parar pra um pipizinho na próxima meia hora. Nem no acostamento, por causa da chuva.
O que fazer?!

Daí ele lembrou de mim: há um tempo atrás, não lembro em qual situação semelhante, eu tinha sugerido (meio de brincadeira, né??!) que ele fizesse xixi numa garrafinha de água vazia.

Pra quê?! rsrs

Acontece que tinha um COPO vazio daqueles de mate, que o sócio dele tinha deixado no carro pela manhã, e ele começou a ter ideias. O que o desespero não faz, rsrs.

Ele pensou, "bom, o carro tem um meeega insulfilm pretão, não dá pra ver nada do lado de fora. Como o trânsito tá parado, boto o "cidadão" pra fora disfarçadamente, faço devagar no copo e , jogo fora." (nesse ponto do relato, eu já estava rindo PARA CARALEO! rsrsr)

Decisão tomada, preparativos feitos, lá vai ele. No primeiro minuto, o alívio, e ele todo satisfeito da ideia de sobrevivência brilhante estar dando certo.
Só que.

O copo começou a encher.
E encher.
E não parava mais.
300 ml de xixi, e não parava.

Foi dando o desespero. Nem ele sabia que estava com tanta vontade.
Tentou segurar o xixi, não deu.

O copo ameaçava transbordar dentro do carro.  Ele ficou sem saber o que fazer. O líquido balançando perigosamente, e ele diz que só pensava nos bancos de couro! rsrsrs (nesse ponto, ele teve de dar uma parada na história, pq eu estava sem fôlego de rir)

Imagine o dilema:
uma mão segurando o copo, a outra segurando o pinto (que não parava! rsrs). Se ele soltasse o pinto pra abrir a janela e esvaziar o copo, ia esguinchar feito uma mangueira aberta. Se não, o copo ia transbordar no colo.
E os carros buzinando atrás.

No desespero de não derramar o conteúdo do copo, ele soltou a mão rápido pra tentar abrir a janela.
Só que não adiantou nada - o negócio parecia ter vida própria, e começou a fazer xixi pra todo lado! Ele ainda tentar aparar os jatos, e o copo deu uma meio derramada mesmo assim, srsrs.
Muito puto, ele esvaziou o copo, fechou a janela, e tentou conter o "amigão", mas já era tarde.

Porta, bancos, roupa, vidro, console! TUDO mijado, rsrs.

Ele chegou em casa cabisbaixo.

Preciso dizer que o programa de sábado à tarde vai ser levar o carro pra lavar?????? rsrsrs

14 comentários:

Lele disse...

HAHAHAHAHA!!! Cara tadinho dele mais não tem como não rir dessa história.
Beijos

Gabriela disse...

Caramba coitado do B!Mas rir muito com essa historia!
Beijos!

Philomena disse...

Hahahahaha!
Que situação...

Anônimo disse...

HAHAHAHAHA!!Cherrie, eu LITERALMENTE me mijei agora de tanto rir da cena!!Pois consegui quase que visualizar a cena, lendo teu relato! (sempre fui assim, qualquer coisa que eu leio já vou vislumbrando tudo em detalhes na memória! as vezes isto se torna um grandicissimo problema! hehe)
Pobrezinho!!!mas não tem como a gente não rir!!
Beijokas!
Cris

Patrícia Magrinha (louca por uma boa forma) disse...

Não tem jeito.....homem não aguenta segurar xixi de jeito nenhum, né.....só mulheres têm essa capacidade!

almighty yellowphant disse...

AHAHAH que cena! Eu nem sei o que fazia se fosse comigo...

lioness disse...

Hilário. Mas veja pelo lado bom: quantas pessoas ele não fez feliz com essa história?

Jussara disse...

Hahaha, Elise, engraçado demais! As partes "a outra segurando o pinto (que não parava! rsrs)" e "o negócio parecia ter vida própria, e começou a fazer xixi pra todo lado!" são hilárias!!

Só não entendo uma coisa: enquanto ele abria a janela, ele não podia ter dado aquela "prendida" na urina como nós mulheres fazemos?

Só imagino o (mau) cheiro que ficou no carro...rsrs. Aliás, pra mim, urina tem cheiro de cerveja quente. Por favor não me batam, rs, mas descobri isso uma vez em que eu estava no supermercado numa época de final de ano; mta gente, filas, etc. Nisso, comecei a sentir o fedor de urina e pensei: urina aqui no mercado? "Ni quí" olho de lado vejo aquelas embalagens de cerveja em lata e algumas tinham sido derramadas. Pronto, desde então associo o cheiro de urina à cerveja quente (urina de homem, diga-se de passagem, que costuma ser mais forte).

Na próxima deixa no carro um copo daqueles gigantes de refrí de cinema, que aí não vai ter perigo, rsrs.

Síl disse...

Coisas que SÓ acontecem com Pacepa mesmo, hahahahaha!!!
Pior é conseguir "ver" a criatura nessa cena lendo o seu texto :P

Maela disse...

Bob fez isso no avião, ele começou a soltar o xixi e deu uma turbulência, ele contando é de chorar de rir! Resumindo, ele e o banheiro totalmente molhados.

Anônimo disse...

Esse povo não sabe beber... é nisso que dá! Não sabe o limite da bexiga .... KKKK!!

Brincadeirinha, Elise!
Mas que foi super engraçado, foi!

Bj. Mari.

Lili Bolero disse...

Kakakakakakakakakakakakakakakakakakakaakakakakakakaka....amore tá lá na cozinha perguntando porque eu não paro de rir...kakakakakakakakakaka!

Anônimo disse...

Se o cara ta apertado mesmo ele devia de saber q 300ml nao da nem pro cheiro... rsrsrsr

Bel Rocha disse...

hahahaha coitado! ainda mais depois de você expor essa história constrangedora no blog! se eu fosse ele, enfiava minha cabeça num buraco kkkk
Elise, você não existe! Beijas!