quarta-feira, 7 de julho de 2010

AGNÓSTICA SIM, PREPOTENTE NÃO


Como é sabido pelos leitores antigos, esta que vos fala é agnóstica.
Só que em virtude dos atuais eventos, andei agradecendo pensamentos positivos, rezas, promessas, pedindo todo tipo de macumba que pudesse ajudar a minha canina a sair do hospital e coisas assim.
E fui questionada por isso.

Bom, vocês sabem que eu não sou grande fã de ficar me explicando, ainda mais nesse assunto, porque, LET'S FACE IT - dá merda. Eu respeito e tolero, mas tenho muita pouca paciência com assuntos religiosos.

Então que fique claro - eu sou agnóstica. Não estúpida. Não prepotente. Não arrogante.
Se houvesse QUALQUER coisa nesse mundo que ajudasse a Ginger agora, eu faria. Fosse novena, rezar, simpatia, promessa... e acho que qualquer um que tenha alguém que ama muito nessa situação, um filho por exemplo, faria o mesmo.

Leia o texto acima, e tente entender.
Eu não nego a existência de nada. Eu sou aberta a possibilidades, mas isso não rege minha vida.

Agora, se tem uma coisa que eu VENERO no CORPO HUMANO, é o JOELHO.
Sabe por quê?

Porque a gente tem joelho é pra dobrar, sabe? É pra praticar a humildade. A humildade de dizer - não sei.
A humildade de se humilhar se preciso for. Repito,  A GENTE TEM JOELHO É PRA DOBRAR.
Seja pra pedir perdão, ajuda, socorro; seja pra assumir a própria insignificância, seja pra se submeter ao destino. Mesmo preferindo de uma forma geral levantar e agir, do que ajoelhar e pedir.

Não, eu não faria nada que me parecesse ridiculamente ineficaz, e fosse contra o que acredito. Mas aceitar a boa vontade dos outros - ou seja, reza, oração, bem querência, pensamento positivo, corrente? Sem pestanejar!
O que nos é oferecido de boa intenção, mal não faz. Bem só gera bem, é nisso que acredito.

Eu jamais deixaria que o bem estar de um amado fosse prejudicado por orgulho das minhas convicções. Por isso eu digo - a gente tem de saber a hora de se submeter.
E isso não é incondizente com a minha crença.

Então, meu joelho se curva ante o inexplicável. Se curva ante o que for, se eu achar que a hora é de aceitar, de calar, de receber. Seja como for.

Use seu joelho. Dobre-o e aprenda a se humilhar, se a necessidade surgir.
É um ótimo exercício de humildade.

12 comentários:

Maria Helena disse...

Sabe Elise , se metade do mundo tivesse a sua humildade, e aceitasse e principalmente respeitasse a vontade dos outros, esse mundo hoje seria bem melhor... Muita força nessa luta com a Ginger, e meus melhores pensamentos sçao de vocês... Um beijo enorme... E apenas para esclarecer o povo que adora comentar anonimamente, eu tenho religião, mas não preciso ficar impondo-a a todo mundo, a fé é minha e me basta...

Licele Faial disse...

Isso tudo porque todo mundo tem mania de rotular tudo e todos.
A vida seria tão mais fácil se ninguém precisasse dar títulos aos outros e cobrar que eles permanecessem dentro de seus títulos.
A vida é feita de nuances, e é aí que ta a graça de tudo.

(Pois é, eu lembrei no dia que era feriado, mas nem me liguei que poderia não ter true blood. O jeito é ouvir o cd novo da trilha sonora que acabou de baixar... rs)

=****

Anônimo disse...

Concordo com a Maria Helena...
Elise, se todos mundo tivesse um décimo dessa compreensão e educação, que mundo bom que teríamos!

Continuo aqui, mandando muita energia boa e pedindo pra São Francisco ficar bem perto da tua gordinha!

Bem só gera bem... Fato!

Beija bem grande!

Patrícia Magrinha (louca por uma boa forma) disse...

"O que nos é oferecido de boa intenção, mal não faz. Bem só gera bem, é nisso que acredito."

boa....disse tudo.

Carolina disse...

Namorido me explicou exatamente como você como é que funciona a fé [ou seja lá que nome tenha] dele...
E sempre que penso nisso lembro de um dos meus tios, que sempre diz que é "ateu, graças a Deus" e dá aquele risinho enigmático... =)

Estou sumida, mas sempre visito o blog e faço minhas rezinhas pela Ginger. Todo tipo de energia boa está valendo, certo?

Força, Elise! E lembra sempre que São Francisco tá com a Ginger no colo!

=***

Gabriela disse...

Sou agnóstica também Elise, e quando as pessoas ,e perguntam sobre isso,as vezes sinto certos olhares tortos em mim,assim como vc,sou aberta a qualquer tipo de manifestação positiva.
Beijos!

selena disse...

sabe uma coisa que me impressiona? a pessoa resolve escrever um blog, para compartilhar seus pensamentos, alegrias, tristezas, sei lá, qq coisa. Lê quem quer, se tiver tempo, apreciar, concordar (ou não concordar...). Enfim. Daí voce posta alguma coisa e (alguns - minoria) leitores parece que ficam esperando uma situação qualquer para querer te mostrar, a voce, autor do blog que não pediu pra ele te seguir se não quiser, que voce se contradisse.
Vamos combinar, né? ser humano é assim mesmo, tem hora que a gente acha "a", tem hora que a gente acha "b" porque é mais conveniente, e tem hora ainda que a gente nem sabe o que acha. Querida, não precisa ficar se explicando . Rezou ou não rezou é problema (ou solução) seu, ninguem tem nada a ver com isso. E se Ginger melhorar, com oração ou não já valeu.

bjs

Anônimo disse...

Cherrie,só você mesmo para fazer um post tão consciente assim!
Tá vendo porque tanta gente te admira?
Eu tenho minhas crenças, e procuro respeitar sempre a opção religiosa das outras pessoas,respeito para ser respeitada também! Só saio do sério quando me ofendem sem que eu tenha feito nada para isto, aí sim minha humildade "vai pro espaço!"(e admito que não sei me dobrar tão facilmente mesmo quando estou errada, tenho altas tendências a prepotência).
Namorido e eu somos diferentes, eu sem muita fé em religiões tradicionais mas sim mais chegada na parte mistica e ele maçom, e nós vivemos/convivemos em perfeita harmonia graças ao respeito que cada um tem pelo outro.
Ginger vai sair dessa!!Estou pensando positivamente para vocês duas!!
Beijos!
Kris G.

Daniely Novo Kamaroff disse...

USA ESSA MELECA DESSE JOELHO E CORRE PARA ACENDER UM INCENSO NESSA CASA E MANDAR ESSAS NEGATIVAS PARA PQP FILÉ!!!! BJKS E MELHORAS PARA CANINA!!!

Jackie disse...

Que lindo! Amei este post, vc é uma fofa!
Não curto dogs, nem cats, nenhum bichinho, mas desejo de coração que Ginger fique bem.
Só acreditando em Deus para eu poder continuar acreditando no ser humano.
beijo

Anny disse...

Post MARA!!!! Que inspiração lindíssima!!!! Muitas energias e pensamentos positivos pra Ginger e você.
bjukas,

Maela disse...

No creo en brujas, pero que las hay, las hay...