segunda-feira, 16 de agosto de 2010

NA COREIA


Pois é... Coreia não tem mais acento (*saco*)

Minha sogra voltou do seu mês de viagem pela Coreia (Seul), onde foi visitar minha cunhada e sobrinhos. A sortuda ainda deu umas paradas estratégicas em Lisboa e Paris.
E o melhor - trouxe presentes maravilhosos!!

Ela me conhece beeem - me deu um colar de prata, com um pingente de quartzo rosa, a coisa mais linda!
E uma blusa fashion de uma loja famosa por lá (grandona, linda, boa pra usar com legging).
Agora, mais impressionante foram os produtos de beleza que ela trouxe, e as histórias que ela contou.


Ela disse que Seul é muito moderna e legal, e que é uma cidade interessante - limpíssima, o povo educadíssimo, não se vêem pobres na rua, todo mundo bem vestido... qualidade de vida inacreditável, a frota de carros novíssima...
E que as coreanas são obcecadas por serem... BRANCAS!

Falou que o cuidado com a pele lá é bizarro, e que todas são muito magras e tem umas peles de boneca!

Que as mulheres andam nas ruas de viseiras ENOOOORMES e sombrinha, pra não pegar NA-DA  de sol.
Umas usam até umas máscaras, tipo aquelas cirúrgicas, sabe????
E luvas! (minha sogra adorou a moda, e comprou uma sombrinha também, hehe)

Olha que coisa.
Ela conta que chegou num shopping e foi logo perguntando por Lancôme e Dior, mas uma das vendedoras conseguiu comunicá-la que lá não havia (nesse shopping especificamente, pois eles amam grifes!).
E ela achou a vendedora tão linda, com uma pele tão boa, que começou a fazer mímica, perguntando o que elas, nativas, usavam (a moça não falava nada de inglês, e minha sogra não fala coreano, hehe).

E aí ela descobriu uns produtos coreanos ótimos!
Esse aí acima, é tipo um "leite" clareador (viu a coisa com a pele branca???!)


E esse é um peeling.... CLAREADOR!! rsrsr
E mais - os produtos todos tem conceito de "skin food" (alimento pra pele, cheio de vitaminas e tals).
Achei tudo uma maravilha!!

Eles passaram uns bocados com comida, pois existe um motivo pra todos por lá serem magros - eles não usam AÇÚCAR. E nem SAL. E neca de GORDURA.
Minha cunhada tem de comprar comida importada, nesse quesito.

Bom... nem tudo podia ser perfeito, né? ;)

7 comentários:

Ariane disse...

Já tinha ouvido falar de algum lugar onde as mulheres tinham essa "obsessão" em ser branca, mas não sabia que era por lá!

E bem... me surpreendeu saber de como é a Coreia, porque eu jurava que devia ser ruin... rs (Não pergunte o motivo... sei la, coisa da minha cabeça)!

E tipo... nada de açucar?? E TPM como fica??? ahahaha

(Só um ultimo comentário... adoro peças em prata com rosa, acho super feminino)

bjas

ni disse...

Tão certas elas de se protegerem do sol... nao entendo essa obsessão ocidental por ser bronzeado. Eu sou branca-amarela sim, com muito orgulho! Previno câncer de pele e rugas, OI.

disse...

Posso estar errada, mas acho que Coréia continua com acento. Se não me engano, nomes próprios e de cidades e de países continuam com o acento. Veem é que não tem mais acento. Mas como eu disse, posso estar errada.
bjoss

Elise Machado disse...

Mudou sim, chérie.
Infelizmente.
Espia aqui no novo manual do acordo da Abril http://www.abril.com.br/reforma-ortografica/ditongo.shtml

Eu tou tendo que praticamente decorar essas regras novas...
Bjas.

Cici disse...

Ai amei. Eu adoro a pele das coreanas e japonesas. Acho lindo pele bronzeada, porém, só do pescoço para baixo hehehehehe... tbm tenho obsessão por pele pálida tipo porcelana, acho que combina mto com meu cabelo preto e com meus olhos. Vou ver se acho esses produtos para comprar.

Paloma Peruna disse...

Elise, essa questão é muito, muito séria. Na India, as pessoas, especialmente as mulheres, vivem loucas, tentando todo tipo de tratamento para CLAREAR a própria pele simplesmente porque ODEIAM A PRÓPRIA COR. nos países orientais se tem notícia de montes e montes de cirurgias para "ocidentalizar" o rosto, a maioria delas para "aumentar o olho" (diminuir o puxadinho dos olhos). E nós, mulheres, somos sempre as maiores vítimas dessa indústria q eu considero nojenta. O machismo infelizmente não atinge apenas o Brasil ou nossa querida América Latina. Podemos lutar contra isso!! De geração em geração somos doutrinadas por uma cultura machista a odiar nossos corpos, a odiar aquilo q somos de verdade. E a quem isso interessa? Quem lucra com essas idéias absurdas? A maioria das mulheres (eu inclusa) passamos a vida inteira na busca de nos encaixarmos em um padrão q alguém inventou q era bom (e q a gente comprou como sendo bom). Daí qdo eu vejo indianas fazendo tratamentos mirabolantes para ficar brancas e fico chocada; eu percebo q também é absurdo uma mulher se mutilar pra colocar uma prótese de silicone nos seios apenas para "se sentir melhor", "se sentir bem com o próprio corpo". Ora, quem foi q fez com q ela se sentisse mal com os próprios seios?!?! Enfim, divago...
Não sou contra maquiagem (uso), tratamentos estéticos (não condeno quem faz, apenas não servem pra mim). Aliás, nem posso julgar porque sou negra e ainda não consegui parar de alisar os cabelos. Mas vc não acha no mínimo estranho uma sociedade inteira querer ser mais e mais branco? Não seria preconceito racial? Por que será q vc achou "tudo uma maravilha" sem nem se incomodar? Qdo tiver tempo, pensa nisso. Bjo

Elise Machado disse...

Paloma, entendo o que vc quer dizer. E nem tiro a razão.
Mas tb acho que as pessoas tem que fazer o que for pra se sentirem bem.
Se são influenciadas pelo que é imposto pelos outros e se odeiam,bom, são umas idiotas.
Por que vc pararia de alisar o cabelo, se acha mais bonito? Só pra ser autêntica?
Sei lá, acho besteira.
Bjas.