terça-feira, 19 de outubro de 2010

DANDO UM CALDO AINDA, RS


O B tinha uma reunião no Shopping Leblon, e eu aproveitei pra ir junto e ficar saracoteando por lá.
Bom, né? Lá tem Starbucks e eu estava na vibe de olhar vitrine e tals. E se o tempo desse, depois a gente iria pegar um filme.

Só que a tal reunião durou hooooras, e eu vi cada vitrine umas 54 vezes, e ainda deu tempo de tomar sorvete no Mil Frutas, olhar Vogues e Elles importadas e afins.
Tudo bem; estou andando toda distraída, quando um cara bloqueia minha passagem.

Antes dele abrir a boca, eu já sabia que ele não era brasileiro. Só pelo tipo e pela roupa (ele estava clean e fashion, com calça jeans, camisa branca e tipo uma palestina amarrada no pescoço).
Aí ele me vem com um papo em italiano, nitidamente me pedindo uma informação.
Fiz sinal com a cabeça que não estava entendendo nada, já que meu italiano se resume a tiramisu, polpetone, e outras coisas gastronômicas, e perguntei se ele falava inglês.

Ele sorriu e disse que "mais ou menos". 
Acabou que o inglês dele era bem MACARRÔNICO, mas dava pra entender.
E ele me perguntou que horas as lojas abriam. Eu respondi que as lojas não abririam, pois era feriado do comércio e tals, e ele fez uma cara de desolado e agradeceu.
Eu já tinha mandando um "de nada" e já ia saindo quando ele vira e pergunta se, já que ele não tinha mais como ir a nenhuma loja se eu não queria ir tomar um café com ele, e COMEÇOU A ME CANTAR, sorrindo e fazendo charme, senhoras e senhores!!!! 
Me chamou até de "Molto bella" (ou sei lá que catzo, mas sei que era elogioso, hahaha)

Só que aqui é que entra o porquê da minha surpresa, empolgação e o porquê de eu estar contanto a história: ELE ERA UM TREMENDO GATO!!

Tipo, não era o pedreiro desdentado aqui da rua, nem o vizinho coroa do outro bloco, nem o pai divorciado de alguma amiguinha da criança, nem nenhum nerd ou coisa e tal (os nerds me amam, rs).
Era bem branquinho, assim, com as bochechas meio coradas, cabelo e olhos castanhos, um nariz bem reto e bem masculino. Devia ser só um pouco mais velho que eu. Só não era muito alto.

Desculpa aê se você que está lendo isso agora é cantada a 3 por 4, e isso é super banal na sua vida, mas na minha não é, eu confesso! rsrsr
Não assim!
Primeiro que eu não saio muito, menos ainda desacompanhada.
Segundo que não tenho mais 20 anos.
E quando algum cara se engraça comigo, normalmente eu falei alguma coisa, fiz um charme, o cara começou a me achar interessante e tals.
Assim, só de ME OLHAR, é meeega raro, vocês sabem (ou está ficando, ao longo dos anos, rsrs).
Ainda mais um cara naquele nível, saca?? Sinal de que ainda DOU UM CALDO, hahahahaha.

Verdade que sempre só saí com caras bonitos, mas... enfim, como eu disse, anda cada vez mais raro esse tipo de cantada.

Aí eu fiquei tentando segurar o riso IDIOTA, pra não parecer uma retardada completa, agradeci e expliquei que estava esperando meu marido.

E saí saltitando feito um SMURF, hahahahahahaha. Quando finalmente encontrei com o B, estava sorrindo de orelha a orelha.
Chéries, vou te contar.
Fiquei a noite toda me olhando no espelho e me sentindo, feito uma boba.
Como faz bem pro ego uma coisa dessas, meu pai! Eu tava esquecendo! Alguém que não se interessou por você porque você é legal, maneira, inteligente ou engraçada. Não! Alguém que só... olhou e gostou.

Super recomendo receber uma cantada assim de vez em quando pra animar a vida, viu?
Não podia ser sempre? Hein, hein?
Ou pelo menos uma vez por semana????
Ai, ai...

20 comentários:

Ariane disse...

Receber uma cantada dessas deveria ser obrigatório! Faz tão bem!!!!!!

Mas e o B o que disse???

ni disse...

Ah, fale sério que vc acha que os olhares diminuiram pela idade, vc não parece que tem mais de 30 jamás. Deve ser porque vc sai mais com sua filha do lado, aí o povo saca... rs.
Mas sim, é bom pro ego demaaaais, até hoje eu lembro com sorriso coisas assim que aconteceram há anos. Como eu acho que ainda tenho a mesma cara, não lembro com melancolia, tipo "ai como era bom quando eu era bonita". Deve ser mó ruim!

Val- Coisas da Val disse...

Ai, que inveja!!!!!!! A última vez que um cara bonito me deu uma cantada eu era recém casada! Tem uns 10 anos isso! Agora nem os pedreiros mais! Ainda bem q meu marido me acha uma gata, senão, cortava os pulsos, rsrsrsrs!Aproveita o momento, poupa anos de terapia!

Camila Monteiro disse...

hahahaha Quem nao gosta né?
Ainda mais um italianoooo. Madonna Mia!!!!

O B nao tem ciumes nao?!

Anônimo disse...

Ahhhhhhhh que delícia !!! rs

Bjaaaaaaaaas

Mariana

Elise Machado disse...

Dessa vez o B ficou mordido sim, rsrsr.
Mas faz parte, né?
E vcs tem razão - ô terapia barata!!! hahahahaha

Mariane disse...

Hahahaha adoreei o post hahaha
Receber uma cantada melhora o ego de todas as mulheres né? hahaha
Beeeijos

Brenda disse...

É bacana demais receber cantada assim rsrs todo mundo que lê o post vai relembrar seus tempos aureos hahaha

Elise, faz um post das piores cantadas que você já recebeu. rsrs

beijo

Maela disse...

Da última vez que levei uma paquerada( 2 anos atrás... afffeee ) foi uma coisa globalizada, eu brasileira, fui abordada por um colombiano no restaurante japonês.

E o Juan era loiro, olhos verdes, em torno dos 38 anos, cheiroso e dono de fazenda de café e estava fazendo um curso aqui na Bolsa de Café de Santos.....

Bob ficou uma semana de bico... kkk

Maela ficou uma semana com sorriso bobo na cara

Gabriela disse...

E o que o B achou disso heim Dona Elise!rs.
Ah,receber cantada é sempre bom,principalmente se o cara for gato,fashion e ainda por cima italiano!ganhou pra semana inteira gata!rs.Beijos!

Indira disse...

Eu estive na itália em março e posso afirmar que lá existem bem mais "machos alfa" que aqui..

Afffffffffff, eles cantam mesmo, na maior cara de pau (e olhe que eu viajei com meu pai e minha mãe). Mas o que achei mais legal é que a cantada é classuda, sabe?! Não é nada dessas coisas de pedreiro que a gente costuma ouvir por aqui..

Voltei tão bem de lá. Pena que o efeito já passou, (infelizmente) voltei à realidade dos homens metidos aqui de Natal.. :/

Anônimo disse...

Mas vc é muito chic mesmo, hein?! As pobreas mortais se contentando com um "e ai princesa" seguido daquela sugada asquerosa e vc ai ganhando cantada de um italiano bonitão!!

beijo

Luci

Elise Machado disse...

Luci, sou chic não, rs. É justamente por isso que fiquei feliz - isso não acontece NUNCA! hahah
O "e aí princesa" já estava bom pra mim ;)

Anônimo disse...

Elise, Elise você não da um caldo não: Da uma sopa inteira, das melhores!
(com todo respeito B... só o anonimato permite esses meus elogios)

Ricardo Aguiar disse...

Eu li o seu post e me deparei com uma dúvida que às vezes me deixa sem saber o que fazer. Qual o elogio sobre a aparência que deixa a namorada/companheira/esposa com a auto-estima mais elevada: a do namorado/companheiro/marido, ou a de um homem estranho e bonito?

Desculpa encher o saco com essa pergunta, mas você vai estar ajudando a mim e a uma legião masculina que tem essa dúvida.

Elise Machado disse...

Ricardo, não enche o saco não - a pergunta foi muito interessante.

Bom, posso responder por mim, mas acho que a maioria das mulheres vai concordar que o melhor elogio vem daquele que você deseja atenção, ou seja, normalmente é o namorado/marido/companheiro.

O elogio de estranhos faz bem ao ego pois é inesperado, e diferente. Como... provar uma comida que você não come com frequência.

Mas elogio daquele que te conhece e ainda assim te elogia é ainda melhor ;)

Mas também, depende dos elogios, né? Elogiar é uma arte.
Prefiro mil vezes só um elogio eloquente e específico ou até diferente (tipo "você me dá vontade de te dar uma mordida!")
do que 20 elogios banais do tipo "você é linda" ;)

milly disse...

Elise, vc me mata de rir! Eu pensando q se eu falasse pro meu marido q ganhei uma cantada seria morta... e se espalhasse então, tsunami total!!!
Mas só de zoação pra melhorar o moral do B.: ele é gatíssimo! com todo respeito!
bjs

Elise Machado disse...

Mily, pode elogiar, rsrs.
Eu não ligo e concordo inteiramente contigo - ele é um gato! ;)

Soraya disse...

Olha, já poupou uns meses de terapia... Mas é isso aí: as vezes a gente quer ser só um rostinho bonito (e gostosa, óbvio!).

Anônimo disse...

ai ai Li, é bacana mesmo né? rs

o respectivo tb fica todo metido a bravinho qd eu comento uhaeuheuheheuheheuheuh mas é sempre bom mostrar q ainda damos caldo e p/ eles estarem sempre na linha, né? ;)

hahaha a última cantada q ELE levou, na minha frente e tudo, foi de um viado no carnaval UAEHUEHUUEHHUEUEHUHEUHEUHEUHEUHUEH ele tem um olhão verde maravilhoso de lindo, o viadão soltou um "aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii mas que olhoooooooos!" uhaeuheuhuehueuehuheu eu morro d rir até hj, ele fica puto :P