terça-feira, 9 de novembro de 2010

É MOLE??


- Pôxa, mãe... que pena que você não conseguiu ir no show do David Guetta...
- Pois é... nem sabia que você conhecia ele, criança...
- Ah, as músicas dele são legais... David Guetta é muito soda.
- OI???! Hein??!
- Soda, mãe. SO-DA. Ele é muito soda.

E ficou me olhando rindo com os olhos.
Ela não diz palavrão, nunca disse.
Tecnicamente, bom, tecnicamente isso não é palavrão. É o jeito que a geração dela achou de dizer foda, sem dizer.
Não dá nem pra brigar.
E agora?

Houston, we have a problem!! rsrs

10 comentários:

ni disse...

No meu tempo em que não podia falar palavrão a gente dizia "é flórida", eu acho que dizer o "F" é essencial, senão não é a mesma coisa... rsrs.. mas talvez seja uma coisa local.

Anônimo disse...

hahahahahhahahahahahah
eassa foi SODA Elise!
beijos austriacos!
lu

Juliana disse...

Não dá pra brigar, Elise.
Não dá pra impedir a criança de sentir a vontade de falar, sentir que é "soda". Pq mesmo que ela não possa falar, vai sentir.
Acha que ela não pensa: "porra", "caraleo", "filhodaputa"? Ela sente, mas é daminha e não exterioriza hahaha.

Tadinha, ela achou uma forma de exteriorizar sem ofender, deixa ela

Pety Nunes disse...

ixi
kkk

Pety Nunes disse...

acho q vou me fazer de adolescente e usar soda..pra não dar mau exemplo, sabe

Nathalia disse...

nossa!
quando eu tinha a idade da crinça (intimidade! haha) uma amiga minha falava BARALHO.

eu ficava puta da vida, falando q aquilo era pra esconder a vontade de falar a palavra certa e blablabla...

hoje, sou A desbocada e ela é evangélia da UNIVERSAL! haha

O mundo da vooooltas..

May disse...

aah, a criança daqui exterioriza tanto...hahaha. eu nem condeno. pq na boa, eu sou desbocada mesmo, então como vou dizer "faça o q eu digo, mas não o q eu faço"?? acho conflitante. Result: não raro, quando cachorra faz merda e alguém briga com ela, ele larga um sonoro: ninaaaaaaa, se fudeuuuuuuuu!!!

eu num guento, e morro de rir, escondida, claro... rs

beijo!

Anônimo disse...

Acho "uó" comentar como anônimo, mas não tenho conta no google nem vou fazer...nada relevante e tbém nada a ver com o assunto..rs

Cara como assim não conhecia seu blog !? :O

ADOOOOREI, mega engraçado, delicia de ler....deixa a gente se sentindo tipo sua melhor amiga de infância, e né vicia, já li vááááários posts, inclusive o que vc pede pra não ler por causa do livro..haha

Já tá nos meus favoritos.

BEIJA. (posso?)

Fernanda
Campinas/SP

Val- Coisas da Val disse...

Ahhh, aqui em casa, meu pequeno aprendeu a dizer "carai"! Aí eu disse que é nome feio, nome pra xingar, blá, blá , blá.
Agora, ele fala, "icarai". Se eu chamo atenção , ele responde "mãe, esse é o nome do nosso bairro, ué"!
O bairro, pra quem não é de Niterói, chama Icaraí, com acento no último i, mas ele adaptou. Fazer o que!

Jussara disse...

Acho feio criança que fala palavrão. E isso de falar soda e ficar rindo com os olhos não será pq é só um "disfarce"? E quem garante que ela não fale com as amigas? Ainda mais hoje em dia, onde elas estão cada vez mais precoces... Tecnicamente, como vc disse, não é palavrão, mas ...