sexta-feira, 19 de novembro de 2010

MEUS DOIS VIZINHOS BARULHENTOS

Estou com dois vizinhos novos: um me deixa feliz, o outro me dá nos nervos.


Acho que o moleque que tomava aulas de flauta voltou à ativa.
Só pode, porque, mermão, quais as chances de existirem DOIS moleques flautistas ruins no mesmo condo?????

Eu nem sei se é um moleque ou moleca. Rezo que não seja adulto, coitado, rs.
Tá, eu sei que aprender flauta é difícil e tals, e que violino também é chatinho de se ouvir pra caramba e eu deveria ter compaixão.
Compaixão minha virilha!
Porra, se esse moleque não aprendeu caceta nenhuma desde a última vez que eu reclamei dele aqui no blog, há quase um ano... só aprende a tocar se nascer de novo!

Vai dando 6 da tarde e começa o fué-fué.
Pensa que o infame toca trancado no banheiro???
Nããão - ele vai pra varanda!
Normalmente é a hora em que dou uma pausa no trabalho pra relaxar.
Mas só fico ouvindo o débil assassinando o diacho da flauta! Soprando o canudo como se não houvesse amanhã, ou se ele estivesse anunciando um ataque de zumbis!!

Tou vendo a hora que vou chegar na varanda e gritar pra mãe dele pedir o dinheiro das aulas de volta, rsrs.


Já do outro vizinho, estou gostando.
Fico torcendo para ouví-lo.

Peeps, parece impressionante - eu moro em um lugar bem urbano. Tá bom que é perto da praia, mas é urbano. Meu condo de apartamentos é no meio de outros prédios. Numa das mais maiores e mais movimentadas avenidas. Em frente a um shopping.

E... toda madrugada eu escuto um GALO cantando!!
Da onde saiu esse galo??!!

O engraçado é que ele não canta de manhãzinha, como no clichê.
Ele canta entre 3 e 4 da matina.
Vira e mexe eu tou acordada ou indo deitar nesse horário.
E fico toda feliz em ficar ouvindo ele.

Aqui é muito silencioso, quase não se ouvem nem carros. Agora estou num quarteirão bem mais longe da praia e não escuto mais nem o mar.
Mas escuto o "meu" galo.

Acho tão.... reconfortante. Lembro da casa da minha avó, quando eu era criança. Ela criou galinhas muitos anos.
E mesmo sendo essencialmente urbana (tu consegue me imaginar em mato e trilha?? Pois é, rs), eu acalento o sonho de ter uma fazenda.
Eu adoro fazendas!
É esquisito e incompatível comigo, eu sei, mas... não dá pra explicar.
Não ria de mim! Você está falando com uma ex-estudante de Jornalismo e Letras que quase, QUASE cursou Zootecnia na Rural!
Tá bom, foi só quase mesmo. Eu teria surtado em um mês, hehehe.

Mas, enfim. Eu adoro aquele galo.
Eu fico deitada na cama namorando a "música", até ele cansar da cantoria e parar. Aí durmo.

Ainda descubro de onde ele é...

PS: putz, me ocorreu agora. Tomara que ele não seja de alguém que está engordando ele pra panela!! Brrr!
Não, né?!
Me diz que não se comem galos!!
Será que vou ter de resgatar o galo??!! rsrs

14 comentários:

Tamires disse...

Elise,
fica tranquila, pq segundo meus pais (que foram criados na roça) ninguém come galo pq a carne dele é dura.
Já ouviu a expressão "fulano tá cozinhando o galo", que significa que ele está pensando muito numa coisa, ou antes de fazer uma coisa? Pois é, vem do fato de que, se um dia alguém quiser comer um galo vai ter que deixar cozinhando horas e horas pq a carne é dura.
Então acho que seu amiguinho está a salvo das panelas =)

Beijos!

Katz disse...

Te compreendo,Elise!
Tenho um vizinho que as vezes toca bateria,mas nem posso reclamar muito dele,pois como disse,ele só toca de vez em quando,acho que ele já se conformou com a falta de habilidade na batera dele.kkk

Regis..."amocorrer" disse...

Nossa..do meu lado tem uma menina de uns 13anos que acha que toca violão..apenas acha! qdo canta junto então...ai penso..melhor ouvir isso que ser surdo..rs..qdo ela acompanha a musica do Bon Jovi, ninguem mereçe.abcs.seu blog é mto bom.

Alessandra disse...

É aquela velha história: sempre leio e nunca comento, mas agora não me contive...li essa cronica há algumas semanas na vejinha e me lembrou muito da sua história....veja (perdão pelo trocadilho)
http://vejasp.abril.com.br/revista/edicao-2182/galo-nas-colinas...
Beijo grande!
PS: "Me acabo de rir com as suas histórias e de sua 'turma"...qdo estou pra baixo é pra cá q eu corro!"

Thatiana V. disse...

Sem querer te desanimar Elise, mas lá na roça onde nasci o povo adora ensopado de galo. Francês tb se amarra (Coq au vin, rs). Então, sendo humilde ou sofisticado o seu pobre amiguinho vai acabar na panela, rs. Vamos ter que organizar resgate pra ele, ou te dar um de presente no Natal ;)

Sil disse...

Eu tambem amo esses barulhos "do interior" :)
No meu caso eu levanto todo dia na mesma hora, e assim que chego na cozinha pra fazer o cafe eu escuto o apito do trem passando - e adoro :)

Beijo!

Lais Rizzato disse...

E se eu te disser que eu tenho um casal de pombinhos (as aves, viu?) como vizinhos de janela?
Na frente do meu prédio tem uma palmeira grandinha, cujos galhos dão bem pra janela da minha sala. E foi num desses galhos que os bichinhos resolveram fazer o ninho deles...Até um ovinho eles já têm.
Será que eu vou ter a chance de ver um pombinho-bebê? hehehe

ni disse...

Será que esse galo não é um rádio-relógio não? hehehehehe
Pô, também já vi um ninho de pombo, isso é uma das coisas que dizem que ninguém nunca vê, como cabeça de bacalhau e enterro de anão. Mas eu detesto barulho de pombo, ô coisa irritante! Quando eu dormia na casa de meu pai sempre pousava pombos no vão do ar condicionado, do lado de fora, e ficavam fazendo aqueles barulhinhos toscos... eu tinha que levantar, pegar um facão, enfiar na fenda do ar pra espantar os malditos e conseguir dormir. Nenhum pombo saia ferido, era só pra espantar mesmo.

Elise Machado disse...

Caceta, Thatiana!
Agora se o galo ficar sem cantar um dia vou ficar imaginando que virou ensopado!! hahaha

Ni, certeza que é de verdade o galo! rs

E, gente, será que alguém finalmente vai conseguir ver um filhote de pombo??? hahahha

Thielly Zamorano disse...

Hahaha ninguem come galo Lise eles tem a carne ruim...

Atras do meu predio tem um terreno grande que eu achava que era um estacionamento e tem umas 20 galinhas e uns 5 galos, pensa as 5 da matina a cantoria.

=oD

aime disse...

Ahhhhhhhh.... Meu avô comia galo!!!!!!
hauiahaiuhauiahuia


Tadiiiinho do seu galo!!!!
CERTEZA q ele vai virar ensopado!


Tadinho.... RESGATA ele!!!!
Argh....

Fora que nojo, carne de galo!!argh

Ruiva disse...

Eu vi um filhote de pombo!!!
=D
Tinha um ninho de pombo justo na janela da minha sessao eleitoral. E eu bem vi um filhote! Eh feio, viu?! rsrs

Mas, oh, reclama do teu vizinho flautista nao, fia. Os meus ouvem funk. Tipo agora, ouvindo no volume 30.
Prefiro um aprendiz de flautista.
rs

Jéssica Oliveira disse...

Cara, fico numa saia justa pq hoje, aos 18 anos, resolvi aprender a tocar violino e acredito que os vizinhos estão sofrendo, mas não tanto quanto a minha família, que dá graças a Deus quando eu o deixo guardadinho na mateta. hehehe

Mas acho que a piada do "devolve dinheiro" não vai fazer mal nenhum, pois afinal, o que é um peido pra quem tá cagado, né? =D
--
Ah, eu não sei se vc já fez uma postagem sobre, mas eu queria saber se a Memmé lê o blog - se existem posts que vc faz questão que ela leia e outros que vc evita. O que ela acha? Como ela vê o fato da mãe ser "famosinha" na internet, com centenas de leitores que acabam por participar um pouco da vida particular da família dela?

Beijas.

Rubinha disse...

Nem vou falar de vizinho! pqp!
Tem um no prédio do lado que tenta tocar flauto, outro que arranha um violino e no meu prédio uma fdp que fica fazendo escalas no piano!! Ninguém merece!!

Elise, sou do interior apesar de não ter morado na roça. Mas galo não canta de manhãzinha não. É por volta desse horário mesmo. Fora os galos loucos que cantam lá pelas 2! haha

Bom, e quanto a comer galo...
Uma vez meu pai inventou de criar um galo de raça diferente no quintal de casa (deu a loca no véio, nunca mexeu com isso, mas ele é mto mimimi), o galo era gigannnte, tipo esse dessa foto aqui http://www.minimeadowsfarm.com/images/breeds/3_Buff_Brahma_2.jpg
aí mamão ficou p. da vida com aquele galo (que adoooorava cantar debaixo da minha janela!! E eu tb adorava! Not!) e fez meu pai botar na panela.
Enfim, se carne de outros galos é dura, esse era uma delícia! Sério! Melhor que qualquer galinha que comi! Mto saboroso.

Nuss... ficou gigante