terça-feira, 30 de novembro de 2010

O "KANI DE FRANGO"


Aqui no Rio, a Rica é uma empresa bem conhecida e conceituada. Não sei se está presente em outros estados.
E ela vende frangos e produtos à base de frangos. Sempre consumi muito os produtos da Rica, até porque a fábrica é em Jacarepaguá, perto da casa da minha mãe.

Enfim.
Um belo dia, no mercado, me deparo com um KANI da Rica.
Achei aquilo tão estranho!
Kani de frango?
Eu, na minha tontice, pensei desligada como é que estava ultrapassada, e como deveria ser moda o tal Kani de frango e eu nem sabia...

Aí, outra vez no mercado, não resisti e peguei pra ver melhor.
Claro que não era de frango porcaria nenhuma! Onde já se viu, Kani de frango?! rs
Mas mesmo assim fiquei encucada: não é estranho uma empresa que só lida com frango, de repente fazer Kani? Como se a Sadia de repente começasse a produzir... pão.
De onde tinha saído o peixe? Ou o caranguejo, sei lá!
Fiquei mega desconfiada.

Eu lembro que quando era criança via o caminhão da Rica passando, deixando a rua fedorenta, com aquele monte de frango vivo...

Depois de um tempo, acabei comprando o diacho do Kani - era muito mais barato que a marca que eu estava acostumada, e eu tinha que provar! Curiosidade é uma bosta.
E o Kani é... ok.
É bom. Nada demais, nem de menos.
Normal.

Te confesso que fiquei decepcionada.
Sei lá.
Eu, na minha fantasia conspiratória, fiquei esperando encontrar um gostinho de frango escondido lá no fundo, hehehe.

12 comentários:

Thielly Zamorano disse...

Elise,
mas a Sadia faz pão...

pão de queijo... só compro sadia...

Renata R. disse...

Lise, Thielly tem razão: Sadia produz pão de queijo! É estranho mesmo. rs

ni disse...

Kani é um treco borrachudo e meio sem gosto, mas até que eu gosto! na salada fica bom. Mas não entendo o sucesso que ele faz.

tatiana disse...

amo kani.rs

Mari Paes disse...

Sua impressão com o Kani Rica foi tipo a minha com a Marilia Gabriela em novelas e séries de TV, sempre fico esperando ela começar uma bateria de perguntas!! E fico frustrada, pq prefiro ela perguntando do q atuando hauhaua

Só seu post pra tirar o ranço de uma tarde chuvosa no ABC de SP! *rs
Bjo, Elise!!

Ale Quejinho disse...

Nossa, estou amando seguir seu blog. Muito criativo. Tambem estou tentando fazer um, mas não tenho muita disciplina, estou tentando postar minha última viagem, depois faça uma visitinha que ficarei honrada.
abraços,
Ale

Anônimo disse...

Kani com gostinho de frango...
Essa foi ótima!
Bjas!

Licele Faial disse...

Elise, frango não tem gosto de nada (lembra de Matrix?), é por isso que vc não percebeu.
Leva pro laboratório pra confirmar!

Maela disse...

Kani não é soja aromatizada de peixe?

Maela disse...

Na década de 70, o Japão começou a industrializar o kani, que rapidamente se tornou popular no mundo inteiro. Tendo como base a receita dos ancestrais, hoje o principal componente do kani é o surimi – massa feita com carne de pescado. Para seu preparo são usados peixes de carne muito branca, provenientes dos mares mais gelados. A carne é moída e lavada em água doce gelada.
Ao surimi são acrescentados extrato de caranguejo ou lagosta e ingredientes como amido de trigo, clara de ovo, açúcar, extrato de algas, sal, vinho de arroz, proteína de broto de feijão e glutamato monossódico. Essa pasta é moldada em finas camadas, que são enroladas até ficarem com 1,5 cm de diâmetro. Em seguida, a massa é tingida com corante alimentício vermelho, embalada em plástico a vácuo, cozida na própria embalagem e cortada dentro do plástico em bastonetes com 7,5 cm e 17 gramas cada. Estão prontos para serem congelados.

Tata =) disse...

E kani tem gosto de alguma coisa definida?

Nice Oliveira disse...

Elise, certas marcas estrangeiras preferem entrar no pais em sociedade com uma empresa de marca conhecida. Deve ser isso.
Bjs