quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

O TAXISTA

Ontem, estava tendo um dia daqueles. Na reunião que fui, tudo muito legal e divertido. Mas ir e voltar de lá, sem carro (está na revisão), foi lenha. O bairro onde moro não é notoriamente conhecido por ser de fácil acesso.

Em dado momento, peguei um táxi. Eu adoro táxi, óbvio, pq odeio ônibus e van; mas o táxi tb tem seus problemas - a conversa.

E, putz, ontem foi dia. Peguei um senhor que, mal abri a porta e dei o endereço, já avisou:

- Ó, eu levo, mas se der a hora da novela, eu vou ter de parar pra assistir. Onde a gente estiver!

Eu, com cara de bunda. Ia falar o quê?????

Taxista tarado na novela da tarde.... eu mereço. E ele não tinha vista a tal Alma Gêmea antes, então fiquei tentada a contar que todo  mundo morre no final, só de sacanagem. Mas meu lado evil perdeu.

Depois ele ficou falando da família dele, da mulher e da amante! E de como tinha acabado de almoçar com a amante, e a mulher era uma chata e nem desconfiava...aff!

Eu tentei fingir falar no cel, tentei fechar os olhos como se estivesse dormindo, não respondia E NEM ASSIM O VÉIO DOS INFERNOS PAROU DE FALAR!!!

Devia ter ganhado desconto na corrida, a título de psicóloga.

PS: a novela começou assim que cheguei no meu destino. Ele nem saiu com o carro quando desci - abriu um cooler, tirou um refrigerante, e ligou a tv no console. QUEM SÃO ESSAS PESSOAS????!!

7 comentários:

Carol disse...

Nossa!!! Que coisa hein!? Também odeio motorista que puxa assunto porque isso quase sempre acontece quando não estou com vontade nenhuma de falar com os outros. Pior do que isso é quando dizem que estavam indo pra casa quando pararam para nós. Caramba! Então por que param? Beijos

Maela disse...

Acho que vou p/ inferno por fazer isso e ainda por dar dica, mas já me sinto condenada mesmo, então vamos lá.
Eu entro no taxi e já digo, tom de voz muito baixa " me leve p/ rua tal, nº tal e rapidinho por favor porque estou doente, com muita dor de cabeça que se um prego cai e fizer barulho eu vou gemer de dor!"
Ou vou com ipod e fico com ele nos ouvidos, até cantarolo alguma coisa....
Pq teve um indivpiduo que uma vez até parou o taxi p/ me mostrar a foto do terreno que ele iria construir em 2011 e blá blá bla´.....

Ana Barros disse...

esse cara deve ter sido abduzido na infância !!!!!

Anny disse...

Elise, também odeio, eles vivem querendo saber onde, porque e como da vida da gente. P... é pra prestar um serviço e não fazer terapia. Faço cara de concha totalis. bjas
PS: como bloquearam na empresa o Salada, o jeito é acessar pelo celular.

Silvia Maria disse...

Precisava você existir para que ele sobre-existisse, ou vice-versa, ao contrário, sei lá!
Hahahahaha
Parar a conversa para ver novela. Mas, se vale a pena ver de novo... por que não no meio da corrida?
Bjks

Juliana disse...

Preciso dizer que não gosto de socializar, quase nunca.

Quase nao pego taxi na minha city e nem em Sampa, até pq nao é facil de achar como no Rio, não é só ir na esquina e estender a mao e eles param, se for morre seca, fia. Precisa ter telefone deles, ou catar na rodoviaria pq os pontos de taxi ficam jogados as traças!!!
E eles nem conversam, e eu nem gosto, e acho ótimo.

Daí que 3 anos atrás, quando comecei a namorar carioca, catei o taxi e fui... Bastou dizer: pro Méier pra conversa começar, lógico que inspirada pelo mei érre. E foi assim o tempo todo, cansada de esperar voo atrasado, transito na estrada e eles falam mesmoooooooooo, Elise, é muito engraçado e as vezes chato.

Daí que essa ultima vez catei um que tenho CERTEZA que era irregular e o cara era bandido, fia, ele nao trocou uma palavra comigo. Morri de medo do inicio ao fim!! Saudades dos tiozões falantes. O engraçado deles é que nao entendo uma duzia de palavras o caminho todo, mas fico sempre respondendo: "ah é?", "nossa!", e umas risadinhas, e a conversa flui nisso tudo sem que eu saiba ao menos do que eles falaram.

Elise Machado disse...

Meda do tiozinho do táxi!!! rsrss