quinta-feira, 10 de setembro de 2009

AFRODESCENDENTE

O B chegou em casa ontem meio ressabiado.

- Bonita, você ajudou a criança a fazer uma pesquisa hoje?
- Não. Nem sei sobre o que é a pesquisa; ela pesquisou sozinha e te enviou as figuras pra imprimir sem eu nem ver.... por quê??

Ele começa a rir, chama ela, e me mostra as figuras.
O trabalho era sobre escravidão e tals. Tinha uma figura de negros na época da escravidão e curiosamente, a figura do modelo de passarela BRANCO acima.

- Filha, o que essa foto do modelo tem a ver com a sua pesquisa?
- Ah, pai.... a primeira foto é dos afrodescendentes na época da escravidão, e a segunda é dos afrodescendentes ATUALMENTE.

A gente esborrachou de rir! Como assim???? Será o efeito Michael Jackson na vida das crianças???

Ela não gostou muito do sarro que a gente tirou dela.

- Ué. Não é sobre afrodescendentes? Então... a mãe dele, ou avó não podia ter sido negra? Ele tem de ser preto pra ser afrodescendente?

Bobos somos nós, que subestimamos a criança...

Mas o melhor de tudo foi o texto que ela colocou no trabalho. Na parte que ela falava sobre os afrodescendentes atualmente, ela colocou que nos dias de hoje eles já podem ter eletrodomésticos e serem até modelos, hahahaha.

O que essa professora tá ensinando pras crianças, hein???!! rsrsrsr

PS: sim, claro que depois teve a conversa explicando a história direito pra ela. Mas acho que é difícil pra ela entender bem o processo, porque pra ela todo mundo é tão igual, ou melhor, tão diferente, que não faz sentindo. Se é branco, preto, azul, gordo, magro, bonito, feio, alto... felizmente pra ela não faz nenhuma diferença.

8 comentários:

Andréa disse...

Essa Memée é do balacobaco.
Esperta demais.
Ri um monte.
Beijinhos pra ela.

Titi disse...

Sabe fiquei de certa forma feliz por ela.
Desde que meu pequeno nasceu, fico pensando como vai ser a melhor forma de explicar sem radicalizar, que ele é um afrodescendente legítimo (vide blog "Minha vida"..., para ver: maridão negão + eu branquela- misturada de português,índio e espanhol= Augusto branquelão com traços meus e do meu marido.)
Então a Memé entendeu diretinho a "história".
É importante mostrar à sociedade, ainda tão hipócrita, que "já" somos "todos" ou "quase" todos afrodescendentes.
E que na verdade nem é isso que faz a diferença,né?

Carol disse...

Essas crianças estão cada vez mais espertas rsrs
Ri demais com a explicação simples mas inteligente dela.
beijos

Daniely Novo Kamaroff disse...

Essa é a nossa Memê...NA BOA, SE O MUNDO AGISSE COM A SIMPLICIDADE DE UMA CRIANÇAS AS COISAS SERIAM MUITO MAIS FÁCEIS...

Bianca Dantas disse...

Adorei!
Trabalho com crianças e sei muito bem como é isso. Eles vem com umas tiradas que nós mesmas não sabemos de onde vem.

Bia Bomfim disse...

Muito certa! Eu sou afrodescencente, mas sou loira do olho azul. hehehe Ninguém entende, mas é verdade.

Sempre passo por aqui, adoro seu blog! Beijos!

Karina disse...

kkkkk adoro o seu blog e esse post foi muito engraçadinho...Sou afrodescendente, mas sou branca (?) e tenho eletrodméstico =D

Anônimo disse...

Ainda bem que desde cedo a menina não tem preconceito, mesmo pq somos todos mesmos afrodescendentes com raras excessões no Brasil.