quinta-feira, 27 de maio de 2010

OOPSY DAISY!


Nota mental: sempre-sempre-sempre colocar calcinhas novas quando for de vestido ao centro da cidade!

A pessoa não tá acostumada a andar na rua, né?
Daí passa serelepe, com vestido esvoaçante, em cima de um daqueles respiradouros na rua.
E o que acontece?
A saia sobe tanto que bate no seu rosto, e roça no seu cabelo atrás.
E paga calcinha BONITO no meio da Rio Branco.

Ainda bem que por inspiração divina, hoje eu estava usando uma nova.
Preta.
Bem bonita, rsrs.
Quem viu, viu.
Quem não viu....;)

PS: é muito cansativo andar na cidade pra mim - eu não pego aqueles papeizinhos que as pessoas tentam entregar, mas minha educação me impede de simplesmente ignorar as mãos estendidas.
Eu digo "não, obrigada".
Só que depois de andar um quarteirão, eu já estou exausta!

14 comentários:

Rosana Cecilia disse...

Eu sempre pego os maleditos papeizinhos, fico com dó das pessoas, para depois tacar no lixo, que besta, né?

Agora esse lance da saia subir nunca aconteceu, mas onde eu morava tinha que atravessar uma passarela e ficava um monte de marmanjo embaixo só para ver a calcinha da mulherada.

Bjo!

Ariane disse...

Elise Monroe! uhuuuu

Cele disse...

Nossa! Mas tem muita gente mesmo entregando papeizinhos no Centro do Rio! Eu fiquei impressionada... Uma multidão de gente!

Maela disse...

Ignoro papeizinhos e valorizo calcinhas! ;)

Anônimo disse...

hahahahhahah e o B? achando esse exibicionismo todo no centro da cidade bonito?

meu namorado já ia ficar fazendo beicinho...só de charme, mas ia uheauheuheuheuheuhaeuh

Elise Machado disse...

B nem viu! Eu já estava sozinha, rsrs.
Mas ele sabe a mulher tonta que tem, rsrs.

Hellen disse...

Já fiz isso umas duas vezes. E já caí de quatro (LITERALMENTE) no meio do Largo da Carioca. De saia. A saia veio parar na nuca e os babacas não sabiam se me ajudavam ou se olhavam e não sabia se levantava, se abaixava a saia ou se socava a cara dos idiotas... rsrsrsrs.

Eu tenho ÓDIO MORTALLLLLLLLLLLLL desses distribuidores de papeizinhos. Tens uns que são abusados que só a gota: quase fazem a gente engolir essa bosta.

Anônimo disse...

Perdi! =/

Gabriela disse...

Eu já cair de vestido na Rio Branco,e acho que deu pra ver até o útero....kkkk
acontece!

Bia Bomfim disse...

Eu tb falo "Não, obrigada. Não, obrigada.Não, obrigada.Não, obrigada.Não, obrigada.Não, obrigada.Não, obrigada.Não, obrigada.Não, obrigada." Cansa, mas é mais forte do que eu.

Renata Mel disse...

Dona Elise Monroe abalando as estruturas do Centro do Rio!!!

Esse negócio da calcinha nova me lembrou a minha vó, pois quando era criança ela sempre dizia eu precisava usar calcinha nova para sair de casa...

Agora eu q tenho essa mania! Sempre separo cuecas novas para meu marido quando tem viagem a trabalho ou coisas do tipo (vai q acontece algum incidente! rs) e ele tira o maior sarro da minha cara dizendo q as amantes vão adorar a cueca nova!!!

Juliana disse...

Antes eu não pegava pra não colaborar com isso, mas dizia: não, obrigada.
Depooooooooooois, eu comecei a pegar pq ficava com dó.
Depois peguei um puta ódio mortal desse povo que fica fazendo aquele barulhinho passando um papel no outro, e quando são duas pessoas, uma de frente pra outra que estrendem a mão e fecham seu caminho; ou então aqueles que encostam em você.

Poha, não encosta em mim não, cara!

Ignoro e faço cara feia, hunpf

Carol Demunno disse...

Aconteceu parecido com uma amiga...não foi e vestido q levantou e sim uma bata "vaporosa" q ela estava usando...só q na hora passou um cara q virou pra ela e disse "Adoro verão!"Não conseguimos segurar a gargalhada!!!
Agora eu tb não pego esses panfletos e me acabo de dizer não obrigado. Só q cansa! rsrsrssss

Anônimo disse...

HAHAHA, eu tbm falo "não, obrigada". amo seu blog, Elise. tenho 17 anos e sei q a maioria aqui é mais velha q eu, mas me amarro ;D