terça-feira, 21 de setembro de 2010

TO WRITE LOVE ON HER ARMS


"Quando conheci Renee ela tinha 19 anos. Estava cheia de cocaina em seu organismo. Não tinha dormido por 36 horas e não dormiria por mais 24 [...]   Ela tinha conhecido uma dor muito grande; tinha passado por pesadelos quando criança, estava lutando contra a depressão e o vício, e tinha tentado o suicídio. Seus braços estavam marcados por lâminas, quinze cicatrizes que falavam das feridas auto-inflingidas. Seis horas após conhecê-la, ela estava se sentindo presa [...] Todos dormiam. O sol se levantava. Ela deu um grande gole em uma garrafa de bebida, pegou uma navalha na mesa e se trancou no banheiro. Ela se cortou, usando a lâmina para escrever "FUCK UP" grande através de seu braço esquerdo [...]"


Essa história deu inícío à criação de um movimento e uma ong. 
O TO WRITE LOVE ON HER ARMS ("Para escrever AMOR nos braços dela").


O movimento que queria substituir o desespero escrito nos braços de Renee por amor. Amor como solução, como cura. Amor por si e pelos outros. Amor pela vida.
Queria dar suporte a pessoas desesperadas com depressão e/ou perdidas. 





Hoje o movimento vende camisetas para arrecadar fundos. E conta com o apoio de gente famosa.
E oferece consolo, apoio e esperança a milhares de pessoas sem rumo, que acham que chegaram no limite de sua existência.
E mostra uma alternativa ao suicídio.


Recebi essa dica de uma leitora, a Fernanda, e achei a história, o movimento, o site, a ideia... tudo lindo.


Ela achou que vocês gostariam de saber disso, e eu concordei.
Mexeu comigo, como sempre fazem as palavras.

Não deixe de ir lá ver o site
E fique feliz de estar vivo hoje.

7 comentários:

Ariane disse...

Linda atitude dessas pessoas!
Merece muita atenção!

Hoje infelizmente é tão difícil as pessoas pararem de olhar o próprio umbigo e tentar ajudar alguém!!!

Que não acabe essa ideia, a vontade e a pureza dessas pessoas!!

Maela disse...

Não entendo depressão, o mecanismo disso.. mas acho muito bacana a atitude de ajuda ao próximo.

Gabriela disse...

Muito bacana essa dica da Fernanda,achei a causa,o movimento e a atitude super bacana.

Obs:Cherríe desculpe a minha ausência nos comentários,a faculdade anda me consumindo,mas assim que der,tudo se normaliza.

Beijos1

Renata Mel disse...

Adorei a iniciativa, adorei o site, adorei tudo!
E obrigada a você por partilhar a informação com os leitores.

Bjo

Duda disse...

Tô dentro !!!!
bjos

fernanda disse...

Eliiiise, olha eu aqui!
ficou excelente o post querida, como sempre
obrigada. significou muito pra mim ter descoberto isso, e agora você ter feito o post.

;*

Tati disse...

Lindo, Elise, mesmo.
Depressão é um troço foda e se não se tem apoio é complicadissímo sair.
Super apoiado!