quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

DE PÉSSIMO HUMOR

(imagens: Elise Machado)

Meu humor tá uma porcaria.
Anteontem à noite, dia que teve o vendaval (o melhor seria dizer FURACÃO), o caos se instalou aqui em casa.

Moro num andar alto, no último e bem na quina do prédio. Exatamente entre o mar e a montanha, então normalmente venta horrores por aqui.
O vento castigava forte nessa noite.

Estava tão forte que arrastou tudo que havia na varanda: mesa e cadeiras de madeira, bancos baixos de plástico, churrasqueira de ferro, trampolim... (foto acima)
E arremessou um dos banquinhos pelo ar, lá embaixo.

Nessa hora vi que a coisa era séria.
Ouvi um barulho no meu quarto e fui olhar - o vento tinha arrancado as bordas do arremate do ar-condicionado na parede, e entrava furioso no quarto pelas laterais.
Vi o teto abaular, catei os caninos e corri pra sala.
Foi só o tempo de ouvir o estrondo!

Meu teto rachou e... caiu!


Dá pra ver a laje.
Várias placas de gesso caíram (na foto só mostra a parte mais central, mas ele tá todo rachado até as quinas)

Não foi assim, nada divertido, rs.

Mas o que tá me aporrinhando mesmo é o seguinte:
não posso ficar no meu quarto.
Não posso trabalhar no ar-condicionado, com o note no colo, comodamente posicionada na cama.
Estou dormindo (mal, muito mal!) no chão do quarto da criança.

E isso está me irritando sobremaneira!!!
Grr!

A construtora já se responsabilizou (o condo mal tem 2 anos!), e vai fazer o conserto.
Mas quando, né?
Tipos, hoje à noite ainda não vai estar pronto.
E isso me deixa furiosa por antecipação de outra noite péssima!

Eu sou um ser que trabalha e vive em casa. Quase não saio durante o dia.
Então minha casa é toda ajeitadinha pra ser o mais cômoda possível pra mim.
O quarto interditado, o medo de entrar lá até pra pegar uma roupa.... tá me tirando do normal!

Acho que vou ter de começar a praticar yoga de novo, fazer meditação, pensar em coisas cor de rosa, sei lá, porque te digo: tá foda!

Então não esperem nada muito sparkling de mim esses dias, ok?
Pelo menos até tudo entrar nos eixos de novo...

13 comentários:

Hellen disse...

Gente, Elise. Que babado.

Mas que bom que nada de mais grave aconteceu a ninguém. Que tudo se resolva logo.


Beijas.

Greice disse...

Aiii Elise, que horror isso!!
Mas foi forte o negócio, hein!
Que bom que nada pior aconteceu!
Sorte aí pra vcs!
Bjas

Anônimo disse...

Me preocupei foi com esse banquinho arremessado lá pra baixo, ele caiu onde?
Ass: ni

Elise Machado disse...

ni, sei não. Deve ter caído em algum canteiro, foi achado pelos seguranças.
Por sorte não tinha ninguém ao ar livre, por causa da chuvarada.

Adriana Pereira disse...

Menina!!
Que coisa horrivel!! Eu não vi esse vento todo não, deve ter sido ai perto da praia, eu moro em frente a Baia de Guanabara (na Ilha) e mal caiu umas gotas d'água.
Total apoio ao mal humor...
Beijos

Patrícia Nunes disse...

e pq o teto rachou?
algum engenheiro já disse algo sobre a segurança do prédio?

ai, q medo

Anônimo disse...

sei bem o q vc tá passando, no meu ap foi bem pior, pra vc ter uma ideia uma janela de 4m caiu carregando cortina e tudo no play..ainda bem q por causa da ventania não tinha ninguem no momento..

Mundo da Fer* disse...

Nossa Elise que tenso isso viu!Na hora dessa chuvarada toda eu estava dentro do metrô enguiçado no Maracanã,caos total né.
Boa sorte e melhoras no seu ânimo viu.

aime disse...

Noooossa... Q HORROR!


Totalapoio seu mal humor...
no seu lugar tb estaria querendo arrancar os olhos d qm viesse me criticar....

Trabalho em casa e sei o quanto esses problemas atrapalham....

Faz meditação mesmo!! Ouve mantra... Soca o travesseiro! Nessa hora tudo é valido

Le disse...

É para arrancar os cabelos de tanta raiva. Putzzz, dá a maior dor no coração ver uma coisa assim acontecer na casa da gnt.
Pega mesmo no pé da construtora.
Sorte que ninguém ficou ferido.

Luciana Leal disse...

Calma, amiga, AMANHÃ TEM ANDERSON SILVA!!!!

Carol Monteiro disse...

Caceta... Ainda bem que não aconteceu nada com vc e o resto do povo da sua casa... bjoo

Carol disse...

Gente, quando foi isso que não vi esse vento nem essa chuva?