quinta-feira, 7 de abril de 2011

APAIXONADO POR ELA


Mais um causo da vida real (eu ando atraindo eles, hehe)

Esse seria um dramalhão mexicano.... mas tá mais pra shakeaspeariano.
Um amigo meu está apaixonado.
Perdidamente.
Avassaladoramente.
Por uma amiga dele.
Casada.

E antes que alguém faça alguma gracinha, não, não sou eu, rs.
Eu até a conheço.
Normalmente essas histórias tem dois fins - ou os dois tem um caso e foda-se (por mais que eu não aprove, é a realidade do mundo), ou ele iria curtir uma fossa tremenda por umas semanas, esquecer e sair com a primeira que aparecesse.
Daí é que complica.

Ele jamais teria um caso com ela. E nem ela com ele.
Os dois são íntegros demais.
Ela, porque está casada há só 2 anos, e apesar do casamento ser monótono não está ruim a ponto de se tomar uma providência (ainda meio apaixonada pelo marido, mas vislumbrando que em longo prazo só vai se deteriorar mais a situação deles, que é meia-bomba).
Ele, porque é um amor de pessoa, e jamais tentaria acabar com o casamento dela.
E traição não está no vocabulário dele.

Ele não se declarou, porque ela é assim, tipo a melhor amiga dele, e ele não quer estragar tudo.
Mas ele acha que ela corresponde.
E ele tem certeza que eles foram feitos um pro outro.
Inclusive tem certeza de que se a tivesse conhecido antes, ela nunca teria se casado com o outro.
Tou falando aqui daquelas coisas do tipo "a mulher da minha vida", olha só que tenso!

Eles passam mais tempo juntos, e dividem mais, do que ela com o marido.
Eles tem mais em comum.
É ele quem socorre ela em todas as situações, quem a apóia emocionalmente (inclusive ficou ao lado dela quando ela sofreu um aborto), e os dois se divertem horrores juntos.
Concordam, discordam, mas se respeitam e admiram.
É como química.
Como ímã.

Mas...
Ele jamais pediria a ela pra deixar o marido.
Ele vira e mexe namora, mas nunca se envolve.
Está sempre de sobreaviso por ela.
Não consegue se interessar por outras mulheres - acha todas chatas, superficiais, grosseiras... comparadas a ela.

Então, o que fazer? - me pergunta ele.
Ele me disse rindo e brincando "posso torcer pro cara morrer??!", rsrs
Porque ele não vê os dois se separando.
O marido gosta dela, e ela se vê meio amarrada a ele (não é tão fácil sair de um casamento, por menos feliz que seja. A vida muda muito, e nem todo mundo encara).
Eu falei que ok, ele podia torcer pro cara "bigodar"... desde que fosse só torcida, rs.

Pior - o tal marido tá botando uma pressão pra ela engravidar de novo.
E ele fica desesperado, pois sabe que se isso acontecer, aí é que ela nunca vai separar dele mesmo!

Olha que complicado.
Amar loucamente uma pessoa que não se pode amar, por motivos práticos.
E a solução do caso não estar nas suas mãos.
Não sei se digo pra ele se declarar - daí se ela continuar com o marido, pelo menos teve a opção de saber que escolhas reais tinha.
E ele vai sentir que pelo menos tentou tudo que podia.
Mas e se isso azedar a amizade deles?

Eu perguntei o que ele faria, se ela ficasse solteira e ele estivesse namorando.
Ele disse que largaria quem quer que fosse pra ficar com ela.
E que não deixaria ela escapar por nada - "convenceria" ela a namorar, casar... o que fosse pra ficar com ela!
Pra você ver o nível do negócio.

Amores impossíveis.... quem nunca teve um??

35 comentários:

Roberta Micropigmentadora disse...

Nossa é verdade Elise, acho que isso acontece o tempo todo por aí né... não direi mais nada pra não me comprometer aqui kkkkk, mas é muito complicado mesmo, eu entendo ela e entendo ele... realmente é um grande dilema.
Beijos

Silvia Maria disse...

Ai, que lindo!!!!
Tomara que o maridón arrume outra e se mande!

Claudio Barretto disse...

Tá muito filminho isso; muita energia fraterna e pouca energia erótica - consideranto que ele vê correspondência da parte dela tb. Preocupante.

Nelson Rodrigues seria categórico e daria 2 porradões na lata dele em substituição ao tapa de luvas.

Hoje no mercado o cara do açougue disse uma interessante: "é melhor comer e passar mal do que ir dormir com fome"

Andréa disse...

Nossa,seu papel nessa história é bem complicado.
Ele tá em pânico,então vai fazer aquilo que vc disser.
Mas que é lindo,isso é.
Eu queria amar assim um dia,não que eu não tenha vivido isso com o Antonio Banderas por um tempo,mas queria mesmo.
Chérie,vc tá em maus lençóis.
Sucesso aí com o amigo.

Anônimo disse...

Que situação horível!!!!
Ele tem que se declarar e deixar que ela decida se quer ou não terminar o casamento. Se ela engravidar ele vai ficar se remoendo pensando "e se..." pro resto da vida...

Aime Chiquini disse...

EU nunca tive um AMOOOOOOOOOR impossível de verdade... E quando não era possível, não era amor na verdade.

Eu nao sei se foi bom ou ruim... Pq por mais lindo, romântico, shakeaspeariano que seja pra quem assiste, pra quem ve deve ser torturante, desesperador, agoniante.
Eu prefiro ter amores possiveis ainda!!! hahaha
Como se amor envolvesse apenas preferências neh!
Mas eu sou da opinião q em situações que não temos controle e dependemos da atitude de um 3º, temos que falar!!! Take what it's hurting out of the system.
Pq dai vc da pra outra pessoa a opção que ela tem.. Enquanto ela nao sabe do que acontece, ela nao sabe que tem opções, que a vida não está restrita e que ela só pode aquilo.
Se ele se declarar, pode ser que a amizade nao seja mais a mesma, mas ele vai poder dar a oportunidade dela definir se quer ou nao. Ele vai estar SE dando essa oportunidade.

Sei la. Mto complexo!rsrsrs
Sorte pra ele!!!! Mta calma!

Renata disse...

Ai que lindo. Eu AMO histórias românticas assim.
Se fosse EU no lugar dele, não me perdoaria não ter tentado tudo o que podia. Preferiria conviver com a rejeição do que ficar sem saber o que poderia ter sido.
E amizade, sinceramente...ela a ama de outra forma e se ela prefere realmente o marido, não acho que seja saudável que ele mantenha essa "amizade", pois enquanto ela estiver por perto, ele nunca se dará a oportunidade de realmente se envolver com outra pessoa.
Fácil opinar, né? Difícil é estar na pele dele...
Boa sorte pra ele!
beijos

Anônimo disse...

Meu Deus Elise, é exatamente o que esta acontecendo comigo, só que meu amigo se declarou, gosto muito dele,temos muito em comum, acho que até correspondi a algumas investidas dele, mas amo meu marido, mesmo o casamento sendo meia-bomba, cara é uma situação realmente complicada, e sinceramente não sei o que faço... Então não tenho como ajudar seu amigo... Ah! a relação com meu amigo não mudou muita coisa depois que ele se disse apaixonado por mim, agora eu só sei das intenções dele para comigo, rs, mas continuo tratando do mesmo jeito, até mesmo porque se marido desconfiar de alguma coisa o coitado ta morto... hahaha

Anônimo disse...

Tem que ver até que ponto esse amor é tão intenso assim.
Muitas vezes as pessoas amam (ou acham que amam)o que é impossível, mas quando têm esse "amor" nas mãos o encanto se perde, não tem mais graça.......

Anônimo disse...

Situação complicada, hem? Na minha opinião é melhor abrir o jogo com ela. Melhor arriscar! Agora se for prá ficar na dúvida eterna é melhor se afastar da moça. Radicalmente! É isso!
Ou se declara ou sai fora definitivamente. Enquanto ele tiver essa relação mal resolvida, não conseguirá se relacionar com ninguém plenamente. Bjs, Mari.

Renata disse...

Elise, eu aconselharia ele a falar com ela...esse negócio de "não querer estragar amizade" mas que mané amizade, colega? O que ele sente por ela não é amizade nem aqui nem na china, se fosse amizade não tinha problema nenhum! Mania q as pessoas tem de misturar tudo rs...

GARANTO q viver pra sempre com o "e se..." na cabeça vai ser mt pior! Vê a cálega anônima aí q não me deixa mentir q não vai mudar tanta coisa assim na relação deles...e vamos combinar q ela deve desconfiar, sentir q alguma coisa é diferente...ninguém tem 10 anos d idade nessa história, são adultos vividos...

Eu se fosse ele, repensava bem essa história de "não querer estragar tudo", afinal a situação q pode se "desmanchar" nem é boa pra ele, não o faz feliz...pq esse receio todo? Ele deve analisar se na verdade não é falta de coragem de encarar as possibilidades depois...a vida é uma só e o tempo passa rápido demais pra vc ficar preso num dilema inútil q não vai levar a nd se vc não tomar uma decisão!

Boa sorte :)

Jaque disse...

Diz pra ELE que tem uma leitora aqui do blog que consola ele, caso queira! hahaha
Uma com tanto e outra sem nenhum... =\
Ooooo vidão...

MAS, se eu fosse o cara, declarava o amor...
Ou ele fica com ela, ou pode perder a amizade, mas é mais um dos riscos que temos que passar na vida. Se ele não tentar, vai se lamentar eternamente.

Eu já passei por algo semelhante... E me ferrei =\ Fiquei sem o bofe querido e sem o namo... Paciencia. Hj tenho a amizade dos dois e sou feliz! =D

Patric disse...

A decisão é simples (sim, existe soluções simples!!!)... Ele "se declara" p ela... Td vai depender da forma como ele vai fazer... Nada d parecer desesperado senão ela foge como Diabo foge da cruz... Ele tem q mostrar no mínimo uma certa segurança...
Amizade estragar? Quer coisa melhor do q vc estar c sua melhor amiga? Ela sabe como vc pensa, gosta, sente etc.. Ela melhor do q ninguém vai saber lidar c vc... E vice-versa...
Cara e coragem... Assim ele vai mostrar q existe coisa melhor fora do casamento "meio-bomba"...

Renata disse...

Odeio quando eu releio meu comentário e vejo que escrevi errado. Preferir um "do que" outro me irritou profundamente....desconsidere, please!!!
beijo

Anônimo disse...

Puuuuuuuuutz.
Bão, quando eu era noiva do meu ex-noivo (a coisa já tava de mal a pior), tinha um amigo que me fazia tremer as pernas, mas ele era (é) mulherengo, infiel, não gosta de compromisso, ai não trocaria o noivo por ele (hj vejo que podia ter curtido, mas iria me apaixonar por ele e quebrar mto a cara depois).
Beleza, continuei noiva e esse status pesava pq não gostava mais do meu ex-noivo, até que num belo dia conheci meu marido, qdo o vi, senti aquele frio na barriga e pensei, ainda vou ter alguma coisa com esse homem, foi tesão a primeira vista (olhei ele de baixo pra cima, parei o olhar no lugar estratégico, ai me deu calor no corpo).
Pois bem, eu continuava noiva e vidrada em outro homem, agonia era o que eu vivi todos os dias, não conseguia terminar o noivado pq havia segurabça, estabilidade blá blá blá, menos sexo bom e paixão.
Mas um belo dia, meu ex-noivo terminou comigo, chorei pq eram anos de convivencia, mas assim que entrei na porta do condominio agradeci a Deus pq eu rezei para que ele terminasse comigo.
Enfim, to casada com o homem que foi tesão a primeira vista, continuo convivendo com aquele amigo que de vez em qdo me visita em sonhos (achei uma soluçao)feliz da vida.
Contei tudo isso pra dizer: acho que ela sabe das intenções dele, mas é mto dificil tomar a decisão de romper algo concreto e iniciar algo com quem vc só conhece como amigo. Ser amigo é diferente de ser namorado.

beijas

Ana Cristina - Curitiba/Pr

Anônimo disse...

Elise, pior é quando se encontra um amor desses quando vc é casada e o outro tb é! Quando vc tem filho e ele também tem, inclusive com a mesma idade, e ainda vizinhos de prédio...
É tudo muito complicado. O seu casamento é morno, e o dele também, até então estão passando a mesma fase juntos de filhos pequenos, falta de sexo, falta de tempo, de carinho de tudo.
E de repente se encontram e se gostam, mas vivem eternamente um amor platônico. Não é fácil! Mais ainda quando 400 mil pessoas ficam falando que o seu marido é gay e você é a única pessoa do mundo que não sabe disso. Ou sabe, ou desconfia, mas prefere fazer vista grossa e não fuçar demais a história. E o vizinho lá do outro prédio , aquele que vc conheceu, virou sua válvula de escape, como ele disse outro dia: Vc é o meu alento. O que se faz? Ninguém consegue sair dessa situação, ele lá e eu cá...no outro dia eu perguntei: Será que vamos ficar assim anos? Será que nada disso vai mudar? Coisas que só o coração pode explicar...

Natasha disse...

Eu tava pronta pra vir dar meu palpite, mas depois de ler os comentários fiquei até com preguiça, porque a maioria já falou o que eu ia dizer... hehe
Eu acho que é melhor se declarar sim.
E outra, sobre ele achar que ela corresponde, quando a gente tá apaixonado, qualquer coisinha que o outro faça a gente pensa que tá correspondendo, né... Então, vai saber...

Beijo!

Anônimo disse...

Elise
Tô é torcendo prá sua amiga ler o post, sacar que é dela que vc está falando e ficar com o amigo!!!!!!
Tô recém separada e te digo que prefiro milhõoooooes de vezes o frio na barriga, o tesão, e outras cositas más do que aquele casamento xexelento, morninho, tedioso.... Pq se tá assim com 2 anos, honey, vai ficar pior ainda, depois que nascerem filhos e etc...
Fala pro seu amigo que eu tô torcendo mesmo por eles!!!! kkkkk
Beijas
Clau

Jackie disse...

Tirando alguns detalhes (tipo eu tinha uma filha pequena, era bem jovem e minha família de padrões morais muito rígidos...) eu passei por isso. Só que por maior integridade que vc possa ter, e não querer magoar o marido (que sim, vc ama mas tem dúvidas do lá na frente) e ter medo de enfrentar uma sociedade ainda preconceituosa (isto há 20 anos atrás) e também a família, eu me permiti. Ele me amava, eu me apaixonei e juntos transformamos o impossível em um amor lindo. E só aconteceu porque ele não aguentou mais me ver indo embora dos lugares com outro, "saber" que podia dar certo e que se ele continuasse com esse receio de saber se eu correspondia eu poderia um dia ir embora pra sempre. E aí ele me contou...Sabe aquele silêncio de minutos que parecem horas? Eu sabia, mas achava que não e vice-versa. Mas foi tão bom saber e decidir. Foi dureza o que aconteceu depois, mas fomos absolutamente felizes por 13 anos e depois acabou porque nem todo amor por mais lindo que seja é pro resto da vida.
Enfim, acho que seu amigo deve se declarar,porque viver no e se... é horrível.

beijo

Anônimo disse...

Eu nunca amei desse modo.

Gostei bastante mas não o suficiente para ficar assim doendo.

Maela disse...

Ele deveria se declarar.... sofrer a vida toda não vale!

Paola disse...

"Tem que ver até que ponto esse amor é tão intenso assim.
Muitas vezes as pessoas amam (ou acham que amam)o que é impossível, mas quando têm esse "amor" nas mãos o encanto se perde, não tem mais graça......"

Eu acredito que na maioria das vezes é assim, agora saca o cara tem quantos anos?
Por q ele nao se declara? o q tem a perder???
O cara fica o tempo todo perto da menina e o marido corno? por onde anda?
Q historia heim Elise...
Outra coisa, cara nao tem como estartotalcrazy por uma pessoa q vc nao sabe o gosto da pele, nunca sentiu o corpo, o beijo...
Amor platonico o dele...será q nos dias de hj isso ainda existe? rs
O que falta é atitude, ele chutar o pau, e pra todos os efeitos tentar, né?
eu heim...cada doido, acho q isso é gente muito muito carente...

AMOR impossivel foi o meu...uma judia casar com um beato. ;P

Seu amigo deve ser algum canceriano (romantico) com baixa auto estima,(inseguro) por q é melhor se agarrar ao que nao se pode ter,(segurança) do que se arriscar pela vida e sofrer...(atitude)nao é mesmo?

#Attitudechangeseverything!

bj

Daniel disse...

Amigo da Elise, se declara.

Se é Amor mesmo, a amizade pura e simples vai acabar. Porque com Amor, com vontade, não há amizade que aguente.

Se declare, bota a boca no mundo. Se ela vai ser feliz ao seu lado meu amigo, você tem certeza disso e pode garantir para ela isso. Não viva uma mentira. Se declare, Ame de verdade.

Ou tome logo a porrada de um NÃO, um NEM FUDENDO e vá para outra.

Sofrer por Amor indefinido não dá.

Um pouco de realidade é sempre bom.

Dan

Lia disse...

Cara, diz pra ele ouvir "If It Kills Me", do Jason Mraz. Trilha sonora perfeita pra essa fossa!

Amanda Pepplow disse...

Só digo uma coisa: preciso de um homem desse urgentemente! Cadê? Hahaha Adoro seu blog, Elise!

Rubinha disse...

Tinha pensado em escrever um monte de coisas...

Mas depois da história da Jackie (linda!).
E da opinião da Paola, que, de certa forma resume o que eu penso, não tenho mto a acrescentar...

Ele pode estar mtooo apaixonado ou estar fantasiando toda uma situação, pra ele mesmo! Colocou esse possível relacionamento num pedestal e não faz nada!!

Não tem coragem de se declarar a ela (desculpa a sinceridade, mas depois que vc tem uma certa idade, não fica pensando com tanto receio, quero dizer, isso de amor platônico é coisa de adolescente! Adolescente que gosta de fantasiar. Se ele é adulto, faz alguma coisa fio! Só me veria com tanto medo assim na adolescência. Hoje, com 28 anos, penso que a gente tem que tentar ser feliz e agora, bom, e se der tudo errado, vc vai sofrer pra caramba, mas vai passar...)e nem tem coragem de se permitir amar outra pessoa.

Amigo da Elise, pare de se esconder atrás de uma ilusão! Pare de assistir a sua vida passar! Atitude djá!!

Anônimo disse...

"A mulher que sabe ser o melhor amigo de um homem, tem esse cara pelo resto da vida na palma da mão.
No dia que as mulheres descobrirem isso, elas dominarao o mundo."

Nads disse...

"amores impossiveis sao eternos"

LauraM disse...

Elise, ele TEM que contar pra ela! Ja passei por isso (nao era casada, mas tinha namorido) e pelo menos tive a opcao de saber que havia alguem que daria o mundo, a lua por mim. Optei por continuar no relacionamento furado (e o amigo virou so amigo msm...ate perdemos um pouco o contato pra ele poder ter outras oportunidades com meninas bacanas) e qdo o tal relacionamento chegou no ponto do dá-ou-desce, desci e pude avaliar as oportunidades boas que perdi...Mas preferi saber das que perdi do que nao saber que elas existiram!
Beijo!

Anônimo disse...

"amores impossiveis sao eternos"

(2 membros) rsrs


SUPER concordo!

Luciana Leal disse...

Eu acho que o cara foi um pouco mané por não ter se declarado pra ela ANTES do casamento...

Mah disse...

Eu acho que falar sempre é válido.. ele devia chegar nela e se abir e aí ela vê o que faz.. quem sabe ela não sente o mesmo e resolve ficar com ele? O que não dá é pra viver no 'e se..' e se tivesse dito, e se tivesse dado certo, etc etc etc.. chega, fala e ponto final! Pelo menos a história já se resolve, ou rola ou não rola ;)

Beijos!

Elise Machado disse...

Obrigada, peeps!! Ele com certeza está lendo as opiniões!!

Lú, ele a conheceu já casada.

Leo disse...

Q Paraíba...ele se sujeita a indícios d q ela corresponde... Q viagem...o não vc já tem......corre atrás do sim. Agora integridade? Ele não sabe o q e isso desejar mulher do cara... Ele já tinha saído fora....

karla dani disse...

elise, ha tempos nao comentava aqui, apesar de continuar lendo, mas dessa vez nao deu: vivi uma historia identica, com o detalhe que ele tb era casado. há 6 meses, mas de um relacionamento de 11 anos; eu casada ha pouco mais de 4 anos.

meu amigo se declarou pra mim, foi um choque, mas percebi que nossa afinidade era gigante, maior do que tinha com meu marido (casamento tb meia boca). nos separamos os dois e hoje estamos juntos e mto mto mto felizes.

bjos!