quinta-feira, 30 de setembro de 2010

ENCONTROS E DESENCONTROS


- ... daí que ele não ligou. Mas tudo bem. Porque a gente tinha ficado, mas não tinha sido assim óóóóó, que maravilha. Quem ligou foi aquele outro carinha, que eu conheci na (nome da boate). Mas ele me ligou pra ir na casa dele já era... sei lá... umas 10 da noite. De sexta. Fiquei imaginando se....

Nesse ponto eu interrompi o telefonema.
- Booty call.
- Hein??
- Booty call... você sabe. Ele só ligou porque queria uma trepada. Ele não quer nada com você. Se te ligou na sexta a essa hora, é porque não conseguiu programa melhor.

Ela mastigou a minha grosseria um segundo. Também, né, me azucrinar com isso no meio da TPM, tava pedindo (ouviu, né, chérie?? ;))

- Eu não ligo. Eu também estava a fim. (uma pausa pra pensar melhor) O saco é no sábado à tarde ou no domingo... eu não aguento mais ir ao cinema com a minha tia!

Eu suspirei.
- Você precisa conhecer um cara legal.
- VOCÊ conhece algum cara legal, por acaso?

Eu franzi o nariz.
- Claro, porra. Conheço montes de caras legais, ué.
- Solteiros?
- Bom...
- Elise, não existem caras legais solteiros com mais de trinta! E se eles são solteiros com mais de trinta, ALGUMA COISA ERRADA TEM!

Eu parei um minuto pra pensar, antes de responder:
- Se você começasse a conhecer caras sem ser na night, conheceria algum cara legal. Quem é que conhece alguém que preste na night, PELAMOR??? Não dá nem pra CONVERSAR nesses lugares!
- Ah, é? E onde a sabichona iria pra conhecer alguém?

Como eu não penso nesse tipo de coisa desde, tipos, a ERA MESOZÓICA, fiz o que faço normalmente. Pedi um tempo pra pensar e responder depois.

A verdade é que não sei.
Eu diria que o ideal são lugares onde você tem um TEMPINHO pra conhecer a pessoa. E não num lugar impessoal.
Então eu listei uns lugares como sugestão.

- através de amigos em comum (não é possível que seus amigos não se reunam em casa, ou num barzinho, com outros casais e gente solteira também). Conhecer alguém através de um amigo em comum é bom - você já começa sabendo alguma coisa da pessoa.

- na faculdade. Ou num curso de pós, se você for formado. Ou num curso de especialização. Ou de inglês. Diabos, sei lá, num curso, ok? Pelo menos ali as pessoas tem algum interesse em comum com você. Conheço vários casais que se encontraram em cursos, na facul ou em pós.

- na academia. Ok, não é o melhor dos mundos, pois tem muita gente besta e sarada. Mas, já é um começo. E tem constância, você sabe que vai ver o cara lá mais vezes.

- pela internet. Não ria. Eu sei que isso é insólito e cheira duvidosamente. As pessoas quase nunca são como aparentam virtualmente. E não estou só falando de fisicamente não. Eu mesma sempre achei que conhecer alguém através da internet era coisa de LOSER. Mordi minha língua. Conheço mais de um casal (casado) que se formou pela internet. Daí perdi o preconceito.

- em livrarias. Bom, talvez isso seja uma coisa minha. Tudo bem que eu me perco em livrarias, e automaticamente tenho muita simpatia por quem as frequenta. Mas acho que conhecer alguém num café de livraria, por exemplo, é um começo promissor.

Bom, eu não sei como se conhecem pessoas legais hoje em dia. Eu estou fora do mercado há muito.
Mas me parece que seria isso que eu faria, se fosse solteira.
Se bem que, lembrando dos meus exigentes tempos de solteira, talvez eu não fizesse era caceta nenhuma, e ficasse esperando uma pessoa legal cair no meu colo, humpf!

(e aí, chérie, minhas dicas foram boas? Depois me liga contando. Agora vê se pára de tentar arrumar namorado em boate, ouviu, mala??!!)

21 comentários:

disse...

Elise, olha, só, também sempre tive o maior preconceito com conhecer as pessoas pela Internet. Até que tive que pagar a língua de maneira monstruosa, porque conheci meu noivo assim.
Aliás, se você quiser ler como foi que ele me pediu em casamento, fiz um post contanto aqui no meu blog ( http://fernandaconvida.blogspot.com/2010/05/master-novidade-fiquei-noiva.html ), porque foi tão bonitinho...
Ou seja, digo para a sua amiga que dá certo, sim.
beijo

Ellen Giese disse...

Oi Elise, também conheci meu noivo pela internet e num site de xadrez. Outra dica para sua amiga, invista nos caras com menos de 30!

Anônimo disse...

Acho que, quando estamos abertos a um relacionamento saudável, acaba aparecendo alguém, seja lá como for.

Conheci meu namorado pela internet tb! E eu era mto preconceitusa com isso, assim como a Fê *rs

Bjos

Jô Sousa disse...

E tua amiga tem quantos anos?! mais de 30 e tá solteira... o cara deve pensar, mais de 30, solteira, gente boa..algo de errado tem...rsrsrs
ou seja ela tambem ta sendo preconceituosa...

Elise Machado disse...

Peeps, menos de 30 é complicado, pois ela tem mais de 30...
E vcs tem razão - poderia-se dizer que ela tb tem problemas por estar solteira depois dos 30, rs.
Mas é que, na situação atual, pra mulher isso é menos suspeito que pro homem, não acham?

Legal ver tanta gente que se deu bem pela internet!
bjas.

Ariane disse...

Eu conheci o namorado na faculdade, mais precisamente, na van da faculdade!!!!
E foi super legal!!! Mesmo eu pensando que iria curtir todas e aproveitar a facul solteira... não deu! ahahaha

Mas assim que comecei a ler o post imaginei o café da livraria!!! ROMÂNTICO!! rsss

Mas balada é só pra ficar mesmo!

Anônimo disse...

Lise,

E você, conheceu o B. onde?

Conta ae...rs

Ana disse...

Concordo com vc! Se ficar solteira amanhã não sei mais onde encontrar pessoas legais.
Ana Karina

Fabi disse...

Engrossando o coro pra saber como vc conheceu o seu B!!!! kkk
Conta os detalhes!!!

disse...

Eu também sempre tive preconceito contra conhecer alguém pela internert, na verdade isso ainda me parece coisa de Loser e fico tentando perder esse preconceito bobo, vai ver que é pq não conheço nenhum casal bacana que se formou pela internet. Mas encontro às escuras tbem é coisa de loser, não acham? E foi assim que conheci meu atual namorado.
Eu nunca tive muito tempo de procurar namorado, estou no meu terceiro namoro e todos eles foram longos, sempre que comecei os namoros eu não estava procurando um namorado, pelo contrário, o momento em que aconteceram eram justamente momentos nos quais eu estava curtindo a solteirice e nem pensava em arrumar um namorado, mas acho que isso seria diferente se eu ficasse solteira agora, que já fiz 30 anos.
Enfim, meu atual namorado, com quem estou há qse 2 anos conheci através de uma amiga em comum. Ela trabalha com ele e sempre achou que a gente tinha tudo a ver, que combinávamos mto, ela passou mais de 4 meses falando isso p mim e p ele insistentemente., Mas como ele e eu tínhamos acabado de terminar nossos namoros, não ficamos assim tão interessados (por isso os 4 meses de insistência dela), até que um dia, do nada, ela me liga dizendo que ele queria me conhecer e que viriam pra minha cidade pra jantarmos juntos (moramos em cidades diferentes porém próximas, 35 km). Aí que ela chegou com ele, nos adoramos instantaneamente, e nunca mais nos separamos, 1 semana depois já começamos a namorar. Adoro a nossa história! E sou eternamente grata a nossa cupida, que é minha melhor amiga desde a infância.
E eu tbem quero saber com detalhes como vc conheceu o B.
bjo

Anônimo disse...

1. tentar conhecer namorado em baladas/micaretas e afins realmente não é lá um bom plano...assim, conheço um casal q só tá esperando as condições propícias pra casar e se conheceram numa micareta, mas, naquelas...pegue esse um caso q deu certo e divida pelo nº de pessoas q eles pegaram em baladas/micaretas na vida e vê se vale a pena investir nisso :P

2. qt à internet, conheci meu noivo por acidente no orkut, não estavamos em sites d relacionamento, nem tínhamos amigos nem comunidades em comum (ele é pernambucano e eu paulista)...foi coisa de destino msm, ou uma coincidência gigante pros q não acreditam nisso, pq, menina...ele parece q foi FEITO pra mim e eu pra ele, pq encaixa em tudo hehe...namoramos há anos, moramos juntos um tempo e temos aquele relacionamento ótimo, nem brigamos...a 1 ou outra pequena diferença q aparece a gente conversa, entra em acordo, sem briga, sem DR eterna...é um relacionamento leve e ótimo...minha única ressalva é q internet é internet né...defendo q se for algo em potencial conheça a pessoa pessoalmente o mais RÁPIDO q der, pq vc cria mt expectativa, é fato...e assim, nunca é demais lembrar, cuidado com os malucos né rs

3. meninas solteiras SAIBAM o q vcs querem e não fiquem pagando pau de nada...o problema é q tem mt menina pagando d moderna, q vai pra cama de cara, q não quer nada com nada e que não liga sendo q na verdade quer casar e ter filhos logo...veja bem, homens não ficam lendo nas entrelinhas se vc agir como se só fosse putaria, ele só vai encarar como putaria, não é q seja "errado" ficar com mts na balada ou dormir com um cara q vc mal conhece, CONTANTO q vc de verdade não tenha mais expectativas do q isso...agora, a menina a fim de algo mais sério q só passa a mensagem d q tá querendo se divertir, complica um pouco a própria situação...ela pode até achar um namorado no meio da balada, até casar com um cara q tenha dormido de cara (conheço história assim) mas a chance é minúscula, pois ela está passando a mensagem errada...

Bia Martins disse...

Elise eu conheci meu marido no Ano Novo, amigos em comum do parque da rosas alugamos uma casa em Buzios, Geribá e nos conhecemos na casa, estamos jutos há 10 anos e temos 1 bebê de 1 anos e meio.
como vc conheceu o B?

krikatauchen disse...

Elise, realmente acho meio complicado encontrar alguém legal em noitadas, mas nao impossivel.
Quanto a internet, posso dizer que existem pessoas maravilhosas, basta saber como conhecê-los. Tenho um círculo de amizades de 13 pessoas em que nos conhecemos em sala de bate papo e nossa amizade ja rende 7 anos. E se formaram 2 casais desse grupo que se casarão ano que vem, onde em um deles serei madrinha.
Boa sorte a sua amiga!

Rosana Cecilia disse...

Também conheci meu marido pela internet, estamos juntos há quase 9 anos.Também tinha preconceito quanto a isso, fui levada por uma amiga a entrar em um site de relacionamentos, mas tem que ter cuidado, aparece muita gente sem noção, sem falar nas pessoas potencialmente perigosas, né? Mas comigo deu certo, felizmente!

Bjo!

Renata disse...

Opa, mais uma que tem(tinha) preconceito em conhecer um cara pela internet. Sempre falei mal e também cuspi pra cima e caiu na testa. Já namorei com cara que conheci na net sim... vida que segue hehehehe.
E agora sou solteira e não faço ideia de onde se conhece homem legal gente, mas na balada nunca achei que fosse. Nem frequento mais e quando frequentava era pra curtir mesmo....
Elise, já me falaram isso tudo, cursos, cafés, amigos... acho que uma hora aparece alguém...

Bia disse...

Ai não, conhecer pela internet não dá...tira a naturalidade da coisa!
Olha, já conheci muito cara bacana na balada, viu...é aquela coisa, na hora vc nem dá muito pela pessoa, mas depois vai conhecendo melhor...
Bom, a verdade é que meu coração vagabundo quer guardar o mundo em mim, como já dizia Caetano, e ele não escolhe lugar pra apaixonar, não!
Siiiiim, a pergunta é como vc e o B se conheceram!!!

ni disse...

Olha, conheci meu noivo na internet, numa situação absolutamente surreal, e estamos juntos e felicíssimos há 5 anos... não sei como o povo ainda vira a cara quando se fala em conhece alguém pela net. É um modo como outro qualquer.

ni disse...

Bom, como falaram aqui várias meninas que conheceram o noivo pela internet e uma disse até que foi num jogo de xadrez (!!!) eu confesso que conheci pelo orkut, do nada, adicionei ele no msn e começamos a conversar... isso foi num ato impulsivo, eu esteva recém-desiludida amorosamente. Hoje em dia agradeço a aquele cafa que me fez sentir raiva e achar meu amor no orkut.
hahaha
agora, o detalhe mais surreal de todos, sabe qual é? que enquanto conversávamos no msn descobrimos que morávamos no mesmo PRÉDIO. Tipo, no mesmo prédio. E não nos reconhecemos.

Anônimo disse...

Com tantos relatatos,não tem como! vou desabafar minha experiência aqui, olha conheci meu marido pela net tb, num site de namoro!!! olha só, fiz um cadastro por causa de uma amiga, rs e fiquei durante uns e 2 meses me comunicando com uns carinhas, só q comecei a conversar com um doido, papo vai papo vem passou uns 15 dias e ele me ligou, ó tom indo ai...detalhe ele tava em BH,e eu aqui no rio, ele viajou 500km acabou q ele veio ficou 5 dias, voltou depois de 15 dias alugou apartamento e estamos justos ate hj, isso tem 3 anos....vida louca né? mas o amor é assim...nao pode esperar! bjos

Thielly Zamorano disse...

eu conheci o Felipe no Orkut =o)

Natty Oliveira disse...

Resumindo: Conheci um cara na internet, fiquei uns 3 meses com ele e descobri que na verdade era um FDP que namorava e tals. Mas nesse tempo conheci alguns amigos dele e um desses amigos é meu namorado hj. Estamos juntos a 3 anos.

Enfim, de uma maneira ou outra foi fruto da net rs

Beijos

@nattyoliveira