quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

A GORDINHA


Essa é da série "quem são essas pessoas??"
A história podia ser um conto de fadas, e quase virou pesadelo.
Mas até tem final feliz.
Bom, parcial, rs.

Pra vocês verem como tem idiota pra tudo nesse mundo.

Ela é.... gordinha.
Não gorda-rolha-de-poço. Gordinha, mas linda.
Com cabelo, pele, sorrisos lindos. Com cintura, sabe? Mas beeeeeem gordinha. Daquelas que curtem bem a vida - montes de amigos, cervejinha no meio da semana até tarde, não resiste a um quitute. Daquelas que riem gostoso. Dona de um repertório de piadas sujas que fariam corar um estivador.

Por uma dessas coisas do destino, começou a namorar um cara nada a ver com ela - saradão, bonitão, natureba total, praticante de esportes radicais, dos que dormem cedo na sexta e acordam cedinho no sábado.
Pois bem.
Só que, contra todas as probabilidades, o negócio funcionou.
Ele começou a ficar menos travado, ser menos rígido com horários e dieta. Começou a aprender a relaxar mais. Ela começou a andar mais ao ar-livre com ele.

E eles se entenderam horrores naquele outro departamento também.
Ele dizia espantado que ela era "a foda da vida dele", talvez por não ser cheia de frescura feito as patricinhas que ele pegava, ser descontraída e bem resolvida.
E ele contou em off pra ela que era a primeira vez que não tinha a sensação de estar com uma boneca inflável, ou um saco de ossos.
Ela riu.

Digo que namoravam porque ela era daquelas que namorava. Decidida. Deixou as coisas bem claras de cara.
Ele demonstrava estar um pouco surpreso de estar atraído por ela. Ela, naturalmente auto-confiante, achava nada demais estar com o bonitão.
E tudo foi bem por um tempinho.

Só que.

Ela começou a estranhar umas coisas.
Ele adorava estar com o grupo de amigos dela.
Inclusive insistia pra estar sempre com eles.
Ela achava bacana... mas estranhava nunca sair com a galera dele, e nem ao menos conhecer a maioria dos amigos.
E ele sempre inventava uma desculpa pra ir sozinho, quando o encontro era inevitável.

Com ela, ele era um amor, apaixonadinho... mas era só falar em conhecer os amigos e família, e ele desconversava.

Depois de muito cismar, ela meio que botou ele na parede, e brincando e rindo disse que ele devia estar com vergonha dela, por isso nunca a apresentava.
E... ele não negou, senhoras e senhores!!!

O queixo dela caiu!
Ele tentou sair pela tangente, falou que os amigos eram uns babacas, e não queria que a julgassem. Mas no final praticamente admitiu que não aguentaria a pressão da família e dos amigos que estavam acostumados a só vê-lo com beldades.

Felizmente, nossa protagonista não era uma trouxa.
Quicando de raiva (apesar de mega triste) botou o galã pra correr. Nem quis ouvir as desculpas esfarrapadas dele.

Pelo menos a história tem final feliz: ela agora está pra casar, e com um cara que só falta beijar o chão que ela pisa.
E soube-se que o "herói" marombeiro tomou um chifre homérico da nova namorada Barbie. Que foi pega com um amigo dele!!!

Fim.

PS: a historinha é verdadeira. Eu fico sabendo dessas coisas, e fico passada.
Toma, otário! Se prende a padrões idiotas e depois acaba sozinho.
Fiz questão de contar essa.
Só porque a mocinha (finalmente e pra variar!) não se fode no final :)

22 comentários:

Daniel disse...

Toma otário...

Eu ADORO Gordinhas... A-DO-RO. Fazer o que? Não que não goste de magras, saradas, (forte não... musculosa acho feio, mas se tiver um papo bom muda minha cabeça hehehe).

Mas as Gordinhas com estima são tudo de bom... Que coloca um biquininho, mesmo tendo aquela barriguinha.

Que num ta ne ai para apelidos maldosos e deixa chamá-las de "minha pururuquinha" (tá se ela não gostar nem falo).

Gordinhas METEM BEM DEMAIS... São as melhores, campeãs mesmo. E a vontade também é impar, geralmente querem sempre o que é EXCELENTE!!!

Bom, discuto muito isso, mas não namoro para desfilar, não me apego a detalhes, não pode ser um capitone de bunda, não ode ser uma coisa monstra como o filme pornô que você viu né Elise... Mas Gordinha, safadenha... é Uó..

Beijos do Saladeto nada diet.
Daniel

Lola disse...

Elise, tem dias, que sabe como é, né? A gente tá se sentindo um lixo (mesmo que não seja)... TPM feelings... Enfim, é nessas horas q ouvir uma história dessas deixa a gente mais feliz! hehehe

bjks

Burton disse...

Eu acho extremamente sedutora mulher que tem auto-confiança.E acho um barato quando a mulher é gorda/gordinha e tem seu charme.

Tenho uma amiga que é assim.Ela não tem esse padrão de beleza barbie, mas sempre tem caras no pé dela.Por que será ?Eu acho que auto-estima dela transparece tanto que isso se irradia.Essa parte adiposa dela é bem aceita.

Particularmente, acho broxante essa neura de algumas mulheres por emagrecimento, chá verde, chá de num sei do que...fico com a impressão de que a moça/mulher/menina ainda está muito ligada na embalagem.Tudo bem, que há muita cobrança por parte da sociedade em relação à mulher.Os padrões estereotipados estão aí para serem quebrados.Acontece que tem gente que segue como religião essas coisas e perde o melhor que é viver.

O cara se deu mal.Vai que essa moça era a MOÇA ?Aquela mulher que mexe nas estruturas dele.

Legal que sua amiga não cedeu a isso.Talvez algumas meninas se submeteriam a uma situação dessa principalmente se ela se sentir não merecedora de estar com um cara bombado por ser gorda.Isso tem a ver com auto-estima.

Abraço Elisa e os demais do blog.

Anny disse...

Parabéns pra mocinha!!! E a você por nos contar, viu? Também sou gordinha como ela, mas estou feliz com o meu namorido. E f... pra quem não gostar de mim...rs
bjukas,

Marcia G.M. disse...

Gordinhas ou não, este texto ficou lindo Elise! Td mulher tem inseguranças algumas mais outras menos, e sempre terão babacas no mundo, cabe a nós seguirmos em frente (mesmo q a principio magoadas) ou fingir que está td bem e seguir magoada o resto da vida.
Muito bom!

Lisse disse...

Achei uma graça a história. Isso vale para para todos os tipos de preconceitos, seja por aparência, cultura, dinheiro. Se vc tem a sorte de encontrar uma pessoa que combine com vc e deixar um detalhe como esse atrapalhar, é pq não merece ter ninguém. E o amigo fortão da história acha, com o seu cérebro do tamanho de uma azeitona, que vai ficar assim a vida toda. Que com 80 anos ele vai estar gostosão e ter uma gatinha do lado. Que pateta!

Val- Coisas da Val disse...

É isso aí! Auto estima é tudo nessa vida!

Aline Frare disse...

AMEI! Quem disse q gordinha só se fode e não arruma nada deveria ler esse post!

Aime Chiquini disse...

Eliseeee!!!!!!
Q máximo!!!!
Adoro qd fico sabendo de gordinhas bem resolvidas consigo e com o mundo!!!!
Sou gordinha, assumida, afinal de contas, td mundo ve!!! Nao adianta eu querer fingir que não vejo, justo eu que me vejo no espelho todos os dias!!!!
E quer saber de todas as minhas amigas magrinhas ,mignon metidas a gostosas eu A GORDINHA era a única que sempre tinha namorado, sempre tinha alguem atrás de mim, que era sempre bem tratada, que não se fodia na mao dos caras....
Eu acho que o preconceito contra a gordinha está na cabeça dela mesma sabe!!!!!!
Qd nós gordinhas nos vemos, belas e capazes de seduzir não existe limite, não existe inalcansável!!!!

Beijo e parabéns pra Gordinha!!!!


E pro gostosao metido a besta! Já enfeitou teu chifre pro Carnaval?! Pq pelo jeito ele só tende a aumentar....

Le disse...

Não é a aparência que mantém um relacionamento. Não é isso que garante a felicidade, o entrosamento, a parceria de um casal.
Lóooooogico que tem que se sentir atraído pela pessoa, isso é fundamental (e o cara sentia isso), mas ter vergonha pelo fato da pessoa não ser exatamente como muitos esperam que ela seja... é demais!!
Feliz da moça que deu um basta na situação e conseguiu um cara legal e que deu valor a ela.
Quanto ao babaca... ah, nem vale a pena falar dele. Já ganhou o que merecia!

Fernanda disse...

Comigo aconteceu parecido.
Sou uma mulher no padrão do Brasil, bundão, pernão, nunca fui magra. E daí que sempre fiz muito sucesso..rs Quando era solteira sempre tinha um casinho.
Conheci um dentista, todo natureba também, corria maratona e tudo, e nós nos divertiamos muito, o sexo era fantástico e ficamos por quase um ano. Quando sem mais nem menos ele aparece com uma namorada, sim senhoras e senhores sem me dar a minima satisfação, depois de um tempo ele me liga dizendo que era comigo que ele gostava de ficar, que ela era só pra fazer presença. Nossa eu fiquei tão puta da vida com isso, mandei ele se foder e não quis mais conversa. Nunca mais vi.Hoje sou casada e meu marido é maravilhoso, inclusive conversando com ele ontem a noite ele me disse que se algum dia a gente terminar, ele arruma outra gordinha, pq namorar é muito mais gostoso..Rá! Adorei..rs

Bjos

Carol Monteiro disse...

Adorei a história, parabéns pra amiga gordinha! Eu sempre fui a gordinha da turma, até mesmo quando estava "magra" (60kg) me chamavam de cavala, por ser grandona (muito peito e muita bunda) e sempre tinha um carinha no meu pé, namorei muito, inclusie carinha sarado que me apresentou pra família, amigos e ainda casou comigo... Tá certo que agora estamos os dois gordinhos (quem diz que casar não engorda é mentira)mas podem ter certeza, que somos muito felizes e resolvidos com isso. Sou gordinha sim e ainda consigo fazer homem olhar pra trás quando passo! bjoo

Priscila disse...

Eu acho que a ditadura da magreza, assim como outras ditaduras de costumes, é uma forma de manter uma minoria no poder. Porque todo mundo sabe que mulher magra é mulher que não come chocolate e não toma cerveja, e mulher que não come chocolate e não toma cerveja é um pé no saco. Logo, dizem que tudo isso é errado porque nós, mulheres que comemos chocolate e tomamos cerveja, nos tornamos excessivamente deslumbrantes e podemos dominar o mundo. Muahahahaha!
Mas, tirando a risada maligna, não é verdade?

Priscila disse...

Ah! E manda um beijão pra sua "amigona" e um apertão nos pneuzinhos dela pela gente!

Fernanda Fernie disse...

Que delícia abrir o blog e deparar com um post desses viu? Sou gordinha, e qd comecei a ler parecia que o texto era pra mim. Gosto de barzinhos, dou risada gostosa, ando cercada de amigas (que são lindas, magras e siliconadas), mas, na maioria das vezes (pq qd tô de TPM me sinto a pior das criaturas terrestres,rs)sou confiante, sabe? Sei que tenho meu charme, que me arrumo bem, etc; e me envolvi com um personal trainer, corpo perfeito..e não é que o cara se apaixonou por mim? Disse que eu transava mto bem, até pq me solto, se tá comigo na cama, é pq se sentiu atraído, então eu trato de mostrar o que a vida me ensinou ;)
Só que eu não me apaixonei por ele, por "n" motivos; hj em dia fico esporadicamente com ele, que me pede em casamento sempre que me vê..engraçado isso né? Ontem mesmo tava no barzinho com as amigas e ele chegou, todoooo se bolindo pro meu lado,mas n fiquei com ele. Resultado: me ligou 3 da matina querendo passar na minha casa.
Olha, podia passar o dia escrevendo coisas de gordinhas, porque do assunto eu entendo..
Ah, um detalhe Elise: AMEI saber que o saladeto Daniel adora gordinhas, gosto tanto do jeito q ele escreve, acho sexy ;)
Outra coisa: tem como vc escrever um post sobre como chegar em um carinha? Porque geralmente é o oposto, e qd me interesso fico meio com cara de "poia", medo de chegar chegando sabe? Tem um carinha aqui da sala ao lado que é uma graça, super educado, solícito, puxa papo, mas não sei se é só educação ou paquera..me ajuda? hahaha
Beijas e arrasa no casamento como madrinha (quero muitas fotos no blog)

Maela disse...

Gordinha ! Tãnãnã... Gordinha.. tãnãnã!!

Torcendo horrores por ela!!

E todo mundo vai ficar velho, feio e desdentado ( te mande email Elise! )
kkkk

Renata disse...

Nossa faz tempo que não comento aqui mas não podia deixar passar batido esse post...
Sempre fui gordinha, cheinha, chame como quiser. Por ser alta (1,75m), ombros largos, sempre fui grandona e não tem jeito. Posso ficar magrela que continuo gordinha hahahahaha

Bom, já tive que ouvir muita merda nessa vida, de carinha chegar em mim depois que emagreci uma época e falar que era doido pra ficar comigo mas quando eu tava mais "cheinha", ficou com vergonha, pq os amigos né... ele achou que isso era um elogio? Que eu ia achar fofo e beijar ele era? Me poupeeeeeeee!

Já tive meus casos, meus relacionamentos, meus rolos, sei do meu potencial ;). Ok confesso que não tenho essa auto estima toda da mocinha da história e não vivi milhares de histórias assim, mas vivi muita coisa legal com gente legal, isso que prezo. Sou da teoria de que se o cara não quer sair comigo pq sou gordinha, eu que não quero sair com ele pq com certeza ele é um babaca.

Sim tem muito homem babaca por aí que quer namorada pra desfilar pros amigos, daí depois reclamam que são ocas, que na cama são uma merda, que não conseguem conversar. Eles que procuram isso né! Tenho fé de que ainda restam alguns caras bacanas perdidos por aí sim, esperança é a última que morre haahhaha

Beijos!

Daniel disse...

Só uma coisinha a adicionar,
Um pequeno teste:
Quando o "cara" ta afim de curtir um rodizio Japa, pizza ou Churrascaria mesmo. Quem vai com ele? Qual é a melhor companhia?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha
Quando o cara vai no cinema e quer comer uma pipoquinha. Quem dá a força?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha
Quando o cara ta afim de comer aquela massa suculenta quem conhece as BOAS cantinas da região?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha
Se o cara quiser um Hamburguer presença. Quem vai indicar?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha
Se o cara precisa de dieta rápida, quem é expert?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha
Um bolinho no meio da tarde com café recem saído do bule. Quem vai fazer?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha
Comer aquela Costela que ele prepara a lá Outback, com Jacked Potato e canoinhas de batata com catupiry e bacon. Quem topa comer com ele? Pra quem ele faz com mais prazer?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha
E se bateu a vontade de um chopppinho depois do trabalho com uma ou outra porção, quem não desvia ou evita?
( ) amigos ( ) magrinha ( ) gordinha


Pois é, pode até ter múltiplas respostas ai... Mas as Gordinhas dão de 10 nas magrinhas. E serão melhores que os amigos em algumas coisas...

Sorry, magrinhas, escravinhas da cultura estética européia... Mas as gordelicias são demais hahahah

Beijas do Saladeto
Daniel

Fernanda disse...

Esse Daniel é um Máximo né..rs

simone disse...

Bom, há então esperança pra mim no fim do túnel... Eu sei que esperança é a última que morre e a primeira que desmaia também...É uma meleca esse padrões de beleza... Meu último relacionamento acabou porque mexi com os valores dele... E pra ajudar era professor de educação física... E eu uma feliz sedentária, que ocasionalmente gosta de correr e looooongas caminhadas, porém a atual condição profissional e educacional me impede... Ah... fala sério: nada mais gostosa de estar com as pessoas que gostamos e nos acabarmo nos quitutes e todos seus acompanhamentos, regada a muita risada e lembranças...

Georgia disse...

É bem o que eu presenciei.... Ontem fomos jantar no Zuka no B.Shop...então estávamos lá, papo vai, papo vem, entra um cara com uma morena tipo mulher melancia, vestidinho curtinho neon rosa e amarelo, transparente na altura do seio, uó e metida a phina! rs
Sentaram ao nosso lado, a morenaça gostosona não calava a boca 1 minuto, o cara bocejava a cada 5 minutos, ou seja, o papo deveria estar um porre! E ela se achando a culta e a conversativa. Ela pediu uma saladinha e ele um belo prato de massa. Humm acho que depois do jantar o sono aumentou e nem sobremesa pediram, ele pediu a conta e ela falou: Já? E eu fingindo que não prestava atenção em nada. Resumindo: O que adianta sair com uma Miss Universo se ela não consegue nem animar você? Fiquei com pena, dele pq deve ser o tipo de cara que só quer ver e usar a beleza exterior da pessoa, e dela pq é tão bonita, mas tem o papo mega chato!

ju.araujoperes@gmail.com disse...

clap*clap*clap*