sexta-feira, 19 de junho de 2009

COMPRAS

Há mais de 10 anos, eu faço compras mensais. Sabe como é? Vc fica hoooooras no mercado, compra tudo pra um mês, é uma saga pra subir com tudo, mais uma saga pra guardar tudo... mas qualquer coisa pra não ter de ficar indo toda hora no mercado.

Só que, quando ía chegando perto do dia de fazer compras de novo, a gente acabava comendo miojo, resto disso, resto daquilo... sabe como é??? rsrsrs. Eu até complementava durante o mês, mas era sempre assim - a gente comia hiper bem nas 2 primeiras semanas, e ultra mal nas 2 últimas, rsrsrs.

Daí eu e o B chegamos à conclusão que deveríamos começar a fazer compras semanais, que embora faça a gente gastar até mais,, também faz com que a gente tenha sempre muitas frutas e tals.

Seria tudo LINDO se não fosse pelo seguinte: a escrava Isaura aqui é quem tem ir ao mercado - ó que legal!!!

Eu até GOSTO, eu adoro comprar e gastar dinheiro, é uma compulsão, mesmo que seja macarrão, rsrs. Mas o mercado tem... pessoas. E aí complica.

Hoje, por exemplo. Sabe aqueles caras que ficam recolhendo os carrinhos???? EU QUERO QUE TODOS MORRAM AGONIZANDO!!!!
Eles ficam gritando uns com os outros, se estapeando, falando alto, batendo os carrinhos na rampa, intimidando os clientes.... é um inferno pra minha sensibilidade!!!

Sem falar que são todos muito mal encarados.

E na peixaria???? Estou eu toda pimpona esperando minha vez, quando uma mulher na minha frente começa a ENFIAR O DEDO NA BOCA DOS PEIXES, E LEVAR ATÉ O NARIZ PRA CHEIRAR!!! (e depois ainda limpou o dedo na saia!!)

EWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWW!!! Quem são essas pessoas?????????

Uma outra, que deve ter sido criado por lobos (só pode), estava debruçada na banca de maçãs, e tinha DEIXADO A CACETA DO CARRINHO no caminho (é tão recorrente, que já nem me abalo muito...), aí a Dona Elise, do alto de sua suposta classe pigarreia e manda o "dá licença?".

A favelada não dá uma olhada por cima do ombro, olha pro próprio carrinho, e VOLTA A ESCOLHER MAÇÃS?!!!! Ignorando solenemente! Assim, do tipo, "dá pra passar".

Amiguinhos, vcs teriam orgulho de mim: eu dei um ENCONTRÃO no carrinho dela, e saí rebocando o desgraçado até o meio do outro corredor, enquanto a mula vinha correndo atrás. Fez o maior esporro, e todo mundo olhou.

Mas eu nunca me senti TÃO BEM!!!

(qualquer hora dessas eles vão proibir a minha entrada no mercado no período de TPM, rsrsrs)

24 comentários:

Laura disse...

Elise, eu morro de rir com as suas histórias! Me sinto mais normal, pq me acho super anti-social. E olha que nem TPM eu tenho!
Eu faço comprar em um atacadão, pq costuma ser mais barato, mas aí o povo deixa aqueles carrinhos enormes no meio caminho e eu morro de raiva. E gente que não coloca as coisas no carrinho? Aí depois de pagar que a pessoa vai pensar em guardar tudo, e toda a fila que espere, ai ai...
Bjs!

Daniela disse...

Elise,

Também sofro do mesmo mal. As pessoas mais bizarras do mundo resolvem ir ao supermercado no mesmo dia que eu! Tenho resolvido esse problema fazendo compras no extra 24hs, no meio da madrugada. Só assim pra ter sossego.

beijas!

Nathalia disse...

PARABÉNS!
hahaha
de verdade!

Andréa Ramos disse...

Ódio mortal de ir ao supermercado.
Qdo eu quero fazer uma compra grande,volto no antigo bairro onde eu morava e faço tudo lá.
Tem um mercado(de tamanho médio)que tem de tudo,me tratam muito bem,fazem os pacotes e colocam tudo dentro do carro.Maravilha né.
E os plebeus fazendo freje 'o pior mesmo.
Beijas.

Drica Menezes disse...

bah, eu detesto gritaria, barulhos de carrinhos.....ahhh, por isto q prefiro pagar um pouco mais caro mas fazer minhas compras no Bourbon (q é um hipermercado daqui do sul), a clientela é bem melhor e o atendimento tbm! mas tudo tem um preço né....é o mercado mais caro! hehe! bjks!

Thielly Zamorano disse...

ahahahaha eu Ri moito

Ana disse...

IUIPEEE!!!! Parabéns, Elise!! Isso menina o que esse povinho precisa, ahahahahahah.
Seus comentário são um bálsamo para o meu dia.
bjus,

Ana Paula

Natie disse...

Rá, atropelo no carrinho da sem educação? Eu faria o mesmo. Mas estou com medo dessa mulher que põe a mão na boca do peixe... EEEECA, nojinho dessas pessoas estranhas.
Bjooo

Ma Nascimento disse...

hahahahahahahaha menina adoroooo as coisas que vc escreve, anima meu dia!

beijOkas

Aline disse...

kkkkkkkkkkkkkkk Ri d++++...nossa mais o pior é que tem gente que faz isso mesmo...nem liga em deixar o carrinho lá jogado...hahaha na próxima que eu pedir licença e não derem seguirei seu conselho...ahahahha
Amo seu blog...leio tooooodos os dias... bjoos

Silvia Maria disse...

Hahaha...
Descobri!!!!!!!!
Você e o Pluft, o fantasminha são a mesma pessoa.
Pluft, o fantasminha tem medo de gente!
hahahahaha
Bjks

Milena disse...

Hahahahahah figura Elise! Eu adoro seus posts sobre "pessoas" pq eu sou totalmente o oposto! AMO gente! me divirto com as bizarrices. Morro de rir, converso e tal... Vc provavelmente ia me achar estranhíssima no supermercado! Rá!

bjo

milly disse...

Oi, Elise,

vc está msm descontrolada, rsrsrs! eu tenho me acabado de rir com seus posts, mas o do supermercado foi imabetível, bjs

Marta disse...

Querida , adoro vc , acho q escreve bem e tal, amo seu blog, mas... "favelada", não dá. Não dá mesmo. Moro na favela e sou muito bem educada, tá ?
Não faça um desserviço, comentários assim é que formam preconceitos.

Marta disse...

É a mesma coisas que dizer, o paraíba, o viadinho, o negrinho, o judeu; você não é uma pessoa inteligente? Então, não estou entendendo estas pobres palavras.

Elise disse...

Marta, chérie, pelamordasanta, não se sinta ofendida. É figura de linguagem, ok? Eu juro que não tenho um pingo de preconceito no meu corpo.

Acho que "favelado" virou um sinônimo - tanto que eu conheço um monte de "favelados" que moram na Barra, na Zona sul...

Aliás, para a galera da Zona Sul o Recreio, onde moro, é subúrbio. E eu vivo chamando periguete de suburbana. Pq não tem nada a ver com onde vc mora - tem a ver com sua educação, um estado de espírito.

Eu tenho um amigão judeu, e quando eu vejo alguém ser muquirana, digo a ele que é "bem coisa de judeu, né", e ele ri, não se ofende. Pq ele sabe que não é ele.

Um amigo meu "neguinho", me chama de desbotada, branquela e eu rio.
Minha avó é paraibana, e quando alguém é cafona, eu digo que está "paraíba".

São tudo figuras de linguagem, e representam personificações, e não um ser individual.

Chamei a mulher de favelada (embora ela parecesse riquíssima, por exemplo), pq ela estava à margem do meu universo, em sua falta de educação e bom senso. E vc sabe que o significado real da palavra "favela" é esse, né? "À margem".

Eu sei que vc é muito inteligente e educada, e nunca tive a intenção de ofender. Tenho certeza que justamente por isso, vai saber que não tem nada a ver com vc, ou com qq tipo de preconceito, e não vai se incluir no meu comentário, certo?

Obrigada pelo seu comment, e mil beijas.

Jussara disse...

"Uma outra, que deve ter sido criado por lobos"... ahuahuahua!
Vc é minha ídala! Detesto esse povo que deixa o carrinho no meio da passagem e acha que é dono do supermercado ou que comprou o corredor. E como é que colocam gente mal encarada pra trabalhar? Credo. Tb detesto gritaria e barulho de modo geral. Eu não gosto mto de ir ao supermercado, mas qdo chego lá acabo me distraindo e acho até terapêutico, rs (qdo não está cheio e qdo dá tudo certo com as caixas-toupeiras).
Mas essa questão de frutas e verduras tem que ser toda semana mesmo, não dá pra gente comprar e estocar, infelizmente. Ah, outra coisa que acho irritante são os funcionários arrumando prateleiras, tirando tudo, recolocando, deixando carrinhos enormes cheios de caixa atrapalhando a passagem. A gente tentando pegar alguma coisa, fazendo malabarismo, e eles lá atrapalhando. Sei que é o trabalho deles, mas sei lá, antigamente não era assim, não víamos funcionários arrumando as coisas.

Daniely Novo Kamaroff disse...

Olha aqui Filé, tu para de chamar meu marido de judeu hein...rs
Tu é uma figura....rs
Bjks

Carol disse...

Ah Elise vc é d+! Cara, tô adorando essas histórias...quando for no mercado vou lembrar de vc! É tudo tão verdadeiro e parece tanto comigo!!! Moro em Niterói, Itacoatiara, não sei se conhece? Aqui é lindo e tal, mas as pessoas são tão metidas, se acham donas das ruas, das vagas, dos mercados etc. Uma verdadeira provincia! E eu vivo batendo de frente e soltando: "Essazinha" deve ser a filha do prefeito! hahaha

Nice Oliveira disse...

Bem feito pra apanhadora de maçãs !êeeeeeeeee se vingou por nos todas kkkkkkkkkk...

P.S Elise uma empresa quer que eu traduza um texto de dez paginas em 6 horas. Bom,eu acho que o tempo é muito curto, mas vc que tem experiência,vc acha que dar?
Bjs

Clarisse disse...

Hahahhahahha Elise, adorei a do carrinho!! Uma atitude super madura hein? rsrsrrs Posso falar nada, ontem no banheiro de um restaurante uma mulher lavou as mãos e sacudiu em cima de mim. Duas vezes! Eu olhei feio pra ela e ela naquela cara de quem diz "achou ruim? mas nem molhou nada". Eu, suuuper madura tbm, molhei beeeeem as mãos e sacudi na roupa dela, rsrsrsrs. Não ajuda, eu sei, mas faz um bem pra alma...

Paty disse...

eu detesto ir ao mercado.. e por isto, tudo o que é mais chato e pesado, compro pela internet. Ai no Brasil, fazia tudo pelo Pao de Acucar. É um pouco mais caro, eu sei, mas e a minha felicidade de nao ir ao supermercado????? bjs

Elise disse...

Nice, desculpe a demora!!

Olha, teoricamente, até dá, mas vai depender o quanto vc domina o assunto, e o tamanho das letras (às vezes são muito pequenas, e o texto acaba muito maior do que parecia).

O duro não é traduzir 10 laudas, é digitar 10 laudas, vai por mim...
Eu tento sempre traduzir umas 10 por dia, mas num espaço de tempo maior do que 6 horas, pra não estressar.
Mas acontece às evzes de eu ter de traduzir até 20;é um estresse...

Depois me conta, tá?

PS: se quiser uma idéia de tabela de preços pra cobrar, me manda um email que eu te ajudo, ok?

donnaC disse...

Primeiro: Muito bom dia! E vc merece um! A contar pelas gargalhadas, que eu estou dando, as 7:56 da manhã... rsrsrs
Hilárias suas histórias e suas palavras e me vi inclusive em algumas das situações! rsrsrs
Vc merece uma coluna de crônicas diárias num jornal - e são dois bons motivos - nos brindar com essas "pérolas" e ligar o "desconfiômetro" de umas bonitinhas, como essas do mercado.
Acabei de descobrir seu blog e ele estará na lista dos favoritos do meu blog agora mesmo!

Obrigada pelas risadas matutinas e tenha mesmo um excelente dia.

Abrçs.

Célia Menezes
http://donnac-donnac.blogspot.com/